8 sintomas das úlceras estomacais

Saber reconhecer estes sintomas a tempo nos permitirá procurar um especialista para obter um diagnóstico precoce e um tratamento para que a úlcera não piore e não afete nossa qualidade de vida.

Conheça os principais sintomas das úlceras estomacais, também conhecidas como úlceras gástricas, feridas profundas em uma ou várias áreas da mucosa que protege o estômago.

Elas surgem quando a produção de sucos ácidos aumenta, o que irrita o revestimento, causando uma sensação de queimação e dor.

Seu desenvolvimento se associa ao consumo excessivo de alguns alimentos inflamatórios, mas sua principal causa é a infecção da bactéria H. Pylori.

Também tendem a ser mais comuns em pacientes que fumam e consomem álcool, visto que as toxinas e químicos tendem a enfraquecer a parede do estômago.

Sua detecção oportuna é chave para o tratamento, já que impede que a lesão fique maior e gere outras complicações digestivas.

Por esta razão, é fundamental saber como se manifesta e, depois de identificar seus sintomas, consultar um médico.

Sintomas das úlceras estomacais

1. Dor abdominal

Mulher com dor abdominal

A dor abdominal é um dos principais sintomas das úlceras estomacais.

  • Esta pode variar de intensidade, de leve a crônica, principalmente quando forem consumidos alimentos irritantes ou depois de passar várias horas sem comer.
  • O sintoma se localiza na parte superior e central do abdômen, chegando a se estender para as costas.

2. Inflamação abdominal

A inflamação abdominal é incômoda e tende a aparecer com a maioria dos problemas digestivos.

  • Neste caso se trata de um inchaço notório do abdômen, em geral acompanhado de uma sensação de pressão e estômago cheio.
  • Sua aparição é uma reação do corpo diante das agressões causadas pelo excesso de produção de sucos ácidos.

3. Indigestão recorrente

Mulher sofrendo de indigestão

Apesar de a indigestão incluir os dois sintomas anteriores, é importante mencioná-la separadamente, já que também causa sensação de estômago cheio e gases.

  • Neste caso ocorre de forma recorrente, visto que as lesões no estômago geram ardor e dor cada vez que ingerimos alimentos ácidos ou pesados.
  • É comum que a pessoa afetada tenha arrotos e mal-estar estomacal, quase sempre depois de comer.

4. Perda de apetite

Devido à reação inflamatória que ocorre depois de comer, muitos pacientes com úlceras começam a perder o apetite.

  • O medo de sentir ardor e dor por causa da comida faz com que a pessoa afetada sofra de falta de apetite.
  • Este sintoma acarreta consequências graves, visto que leva ao desenvolvimento de deficiências nutricionais.

5. Náuseas

Mulher vomitando no vaso sanitário

As náuseas não aparecem apenas como sintoma da gravidez ou da gastrite.

Essa sensação incômoda de querer vomitar também se dá como produto do excesso de sucos ácidos que irritam a mucosa do estômago.

  • Ao ocorrer a lesão (úlcera), ocorre um desequilíbrio entre os fatores defensivos e agressivos do estômago, originando este sintoma.

6. Intolerâncias alimentares

Visto que o revestimento do estômago está frágil devido às úlceras, há uma alta probabilidade de sofrer com intolerâncias alimentares.

  • Os componentes inflamatórios de alguns ingredientes tendem a piorar a condição, o que se manifesta com uma dor forte e sintomas digestivos.
  • Isso acontece quase imediatamente depois de comer, interferindo nas atividades do dia.
  • Em geral ocorre com alimentos ricos em gorduras, açúcares ou compostos apimentados.

7. Perda excessiva de peso

Perda excessiva de peso

A perda de peso nos pacientes com úlceras estomacais costuma ter relação com a falta de apetite que a doença gera.

  • Os afetados deixam de comer de forma adequada e, ao reduzirem o número de calorias e nutrientes, perdem peso corporal de forma notável.
  • É um sintoma de muito cuidado, visto que além de gordura, diminui significativamente a massa muscular.
  • Este sintoma requer um exame médico completo, já que também pode ocorrer por outras doenças crônicas como o câncer.

8. Sangramentos

A presença de sangue nas fezes ou nos vômitos é um indicativo de que as úlceras estão aumentando.

  • Poucos pacientes chegam a experimentá-lo, visto que ocorrem quando o problema está em um nível alto de gravidade.
  • Porém, depois de notá-lo, é fundamental solicitar atenção médica, pois indica complicações na saúde.
  • Este sintoma também pode alertar para doenças digestivas crônicas como o câncer de estômago ou de cólon.

A detecção de vários dos sintomas das úlceras estomacais mencionados é razão suficiente para visitar o médico o quanto antes.

Uma vez que receba o diagnóstico, é fundamental melhorar os hábitos alimentares, ingerindo ingredientes que ajudem a neutralizar a ação dos ácidos.

Além disso, estes devem se completar com o consumo de água, visto que esta é essencial para reparar os tecidos afetados.

Recomendados para você