8 hábitos que podem deteriorar a saúde dos rins

Além do consumo indiscriminado de drogas, outros hábitos tão frequentes quanto consumir muito sal ou não beber água suficiente também podem ser muito prejudiciais para a saúde dos rins.

Saiba quais hábitos podem deteriorar a saúde dos rins, órgãos que trabalham constantemente para filtrar os resíduos que circulam pelo sangue.

Estes, através da urina, são capazes de eliminar uma grande parte das toxinas provenientes de alimentos, do meio ambiente e de medicamentos.

Entre outras coisas, eles participam da liberação de alguns hormônios, do controle da pressão arterial e do equilíbrio dos níveis de eletrólitos.

No entanto, como em outros sistemas em nosso corpo, muitas de suas funções podem ser reduzidas devido a algumas doenças.

Muitas vezes negligenciamos alguns hábitos que, de alguma forma, podem influenciar o seu desgaste e deteriorar a saúde dos rins.

Você os identifica em seu dia a dia? Tente corrigi-los agora!

Costumes que podem deteriorar a saúde dos rins

1. Reter a urina

Pessoa retendo a urina

Algumas pessoas não vão ao banheiro quando o corpo pede. Embora isso pareça inofensivo, e até mesmo necessário, pode afetar a saúde dos rins.

  • Segurar a urina durante muito tempo aumenta o nível de inflamação no trato urinário e pode levar ao aparecimento de doença renal.
  • Este hábito aumenta a pressão na bexiga e pode dificultar a eliminação correta dos resíduos.

2. Beber pouca água

Para uma boa função renal e um ótimo processo de desintoxicação, é essencial garantir um consumo adequado de água e líquidos saudáveis.

  • Os fluidos mantêm o corpo hidratado e ajudam a canalizar os resíduos metabólicos, que posteriormente são eliminados através da urina.
  • Um corpo desidratado favorece o aparecimento de cálculos renais, infecções e doenças inflamatórias.

3. Fumar

Fumar é nocivo para a saúde

As pessoas que fumam todos os dias estão cientes dos danos que podem sofrer devido às toxinas contidas no cigarro.

  • Essas substâncias conseguem percorrer o sangue e afetam, além dos pulmões, os rins e o coração.
  • A sua acumulação no corpo dificulta o processo de depuração renal e aumenta a suscetibilidade a infecções.

4. Escolha de líquidos inadequados

Consumir refrigerantes, bebidas energéticas e outras bebidas industrializadas pode ser o gatilho para muitas doenças associadas à deterioração renal.

  • Esses líquidos contêm muito açúcar e compostos que, ao dificultar o metabolismo, afetam severamente a saúde renal.
  • Ingeri-los todos os dias, ou em grandes quantidades, influencia o aparecimento de cálculos renais, inflamação e doença renal crônica.

5. Ingerir muito sódio

Sal de mesa

O sódio não está apenas presente no sal de mesa que usamos na cozinha. Também está concentrado em muitos alimentos comumente consumidos.

  • Esta substância, que até certo ponto não é prejudicial, acumula-se no organismo e aumenta a retenção de líquidos e os problemas renais.
  • Seu consumo descontrolado, que é muito comum, está relacionado à pressão arterial alta e à deterioração renal prematura.
  • Além disso, uma vez que interfere com o equilíbrio de outros minerais, ele pode causar um desequilíbrio nos eletrólitos.

6. Ingerir medicamentos sem receita médica

Medicamentos sem receita médica, chamados de medicamentos “de venda livre”, são úteis para aliviar problemas de saúde comuns, como dor nas costas ou nas articulações.

  • Estes, especialmente os analgésicos, podem causar efeitos colaterais e deteriorar a saúde dos rins.
  • Seus compostos químicos devem ser metabolizados no corpo e, quando tomados sem medida, causam sérias dificuldades nos rins e no fígado.
  • O uso excessivo de medicamentos como aspirina, paracetamol ou ibuprofeno tem sido associado a danos nos rins.

7. Comer muitas proteínas

Carne vermelha

As proteínas são recomendadas na dieta devido ao papel que desempenham na formação da massa muscular e do metabolismo.

No entanto, embora sejam essenciais, não devem ser consumidas excessivamente, especialmente se as fontes forem de origem animal.

  • O abuso de proteínas dificulta o trabalho dos rins e pode levar ao aparecimento de doenças crônicas.

8. Manter um estilo de vida sedentário

As pessoas que mantêm um estilo de vida sedentário têm maior risco de doença renal em comparação com aqueles que são ativos.

  • Em primeiro lugar, as pessoas sedentárias tendem a ter uma má nutrição, o que dificulta o trabalho dos rins.
  • A pequena atividade física afeta a circulação do sangue e, com isso, dificulta a eliminação dos líquidos retidos.
  • Por outro lado, aumenta o risco de hipertensão arterial e, ao afetar a saúde imunitária, aumenta o risco de infecções.

Você está preocupado com a saúde dos seus rins? Se você costuma praticar qualquer um dos hábitos acima mencionados, tente tomar medidas para evitar as consequências.

Recomendados para você