8 conselhos para o tratamento e controle da asma

É essencial que os pacientes com asma evitem ambientes contaminados e fumaça de cigarro, além de realizar atividades extenuantes que possam promover crises. Veja aqui alguns conselhos para o tratamento e controle da asma.

Saiba mais sobre o tratamento e controle da asma, uma doença crônica do sistema respiratório que é provocada pelo estreitamento dos brônquios, isto é, os dutos através dos quais o ar passa para os pulmões.

Os pacientes afetados experimentam uma forte congestão que, por sua vez, causa dificuldades respiratórias, tosse crônica, sibilância e outros sintomas que reduzem sua qualidade de vida.

Embora para alguns seja apenas um pequeno inconveniente de natureza esporádica, outros sofrem cronicamente, tendo crises que colocam suas vidas em risco.

Quem é afetado? Como isso pode ser controlado? A doença pode se manifestar em diferentes níveis de gravidade com o passar do tempo, por isso é essencial ter alguns cuidados para complementar o tratamento e controle da asma.

Quem é afetado pela asma?

Mulher com asma

A Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que no mundo existem 235 milhões de pacientes com asma, ou seja, 5% da população mundial.

É um distúrbio que afeta pessoas de todas as idades, ainda que seja mais comum entre as crianças. Embora sua causa exata não seja definida, pode surgir da combinação de fatores ambientais e genéticos.

Fatores de risco

Os ataques de asma podem ser causados ​​pela exposição a substâncias irritantes ou que provocam alergias. Eles também são frequentes devido a doenças respiratórias ou exigência de atividade física.

Fatores relacionados incluem:

  • Substâncias alergênicas encontradas no ar (poeira, pólen, ácaros ou pelos de animais, entre outros)
  • Infecções respiratórias, como a gripe e o resfriado comum
  • Exercício físico
  • Ar muito frio
  • Ar poluído (incluindo fumaça de cigarro)
  • Medicamentos como betabloqueadores, aspirina ou ibuprofeno
  • Emoções muito fortes ou estresse
  • Refluxo ácido

Dicas para o tratamento e controle da asma

A asma é um problema crônico e imprevisível. Portanto, é aconselhável fazer um exame médico para dar um tratamento adequado e avaliar suas possíveis complicações.

Além disso, todos os pacientes devem tomar medidas preventivas para evitar a crise da doença. Aqui compartilhamos as principais recomendações para o tratamento e controle da asma.

1. Evite a exposição a alérgenos

Mulher limpando a casa

O ambiente dos pacientes com asma deve estar livre de substâncias que possam piorar os sintomas.

  • É essencial evitar poeira, ácaros, pelos de animais ou qualquer alérgeno identificado.

2. Faça exercícios respiratórios

Muitos pacientes com asma devem evitar exercícios exigentes. Apesar disso, é bom que eles façam exercícios de respiração para controlar a ansiedade quando os sintomas se complicam.

3. Evite o cigarro

A fumaça do cigarro é um dos principais desencadeantes da asma. Por este motivo, é essencial evitar o seu consumo ou expor-se a um ambiente de fumo.

4. Esporte com cautela

Mulher correndo na natureza

Há esportes indicados para pacientes com asma. Natação ou exercícios em salas fechadas e quentes são os mais indicados. O importante é ter aconselhamento prévio para não realizar atividades prejudiciais.

5. Tomar medicação

Um dos erros que as pessoas asmáticas cometem é abandonar a medicação quando não apresentam os sintomas.

  • É essencial seguir o tratamento prescrito pelo médico para desfrutar de uma boa qualidade de vida.

6. Não se automedicar

Mulher tomando remédio

Tenha cuidado! A automedicação pode causar efeitos colaterais, especialmente se a pessoa já consome uma variedade de remédios. É essencial consultar o médico antes de tomar outros tipos de medicamentos.

7. Usar bem o inalador

O bom uso do inalador é decisivo para atuar em um caso de crise de asma. Embora seja dever do médico ensiná-lo, aqui estão os passos mais importantes:

  • Abra o dispositivo e prepare-o (agite ou gire).
  • Esvazie o ar dos pulmões, bloqueie a respiração e coloque o orifício do inalador na boca.
  • Inspire profundamente, segure a respiração por 5 ou 10 segundos e respire novamente.

Nota:  Se o inalador contiver corticosteroides, é aconselhável lavar a boca quando terminar.

8. Realize exames periódicos

Revisões periódicas feitas por um médico especializado podem ser fundamentais na prevenção de complicações de saúde. É essencial visitar periodicamente a clínica de pneumologia para fazer a espirometria.

Como agir diante de uma crise de asma?

Mulher com asma

Ataques de asma são alarmantes e podem causar muita preocupação, tanto em pacientes afetados quanto em suas famílias.

Apesar disso, é essencial manter a calma e agir rapidamente:

  • Se o inalador fizer parte do tratamento, deve ser utilizado o mais rapidamente possível.
  • Se o médico recomendou outro medicamento para esses casos, deve ser administrado o quanto antes.
  • Afrouxe as roupas para evitar a sensação de sufocamento.
  • Controle a respiração.

Se uma melhoria não for percebida, é melhor ir à emergência do hospital. Às vezes é necessária uma intervenção profissional.

Recomendados para você