8 coisas que não nos dizem sobre a menopausa

7 de agosto de 2015
Com a chegada desta etapa, pode diminuir a vida social, já que a maioria das mulheres sente uma vontade de dedicar mais tempo a elas mesmas. Neste aspecto, a menopausa pode ser algo positivo.

A menopausa é uma etapa normal da vida da mulher, que ocorre entre os 45 e 55 anos de idade. Ao chegar a este ciclo, os ovários da mulher deixam de produzir óvulos.

Já não há possibilidades de engravidar, a produção de hormônios, como o estrogênio e a progesterona, diminui, e com isso ocorrem outras mudanças no corpo, que são notadas através de sintomas que podem permanecer durante anos.

Os sintomas mais comuns da menopausa são os calores, a sudorese, as mudanças repentinas de humor, entre outros.

Além destes sinais tão conhecidos, há outras coisas sobre a menopausa que a maioria das mulheres não conhece e que deveriam ser levadas em conta para termos clareza em relação a este novo ciclo.

Neste artigo iremos compartilhar 8 dados importantes que devemos saber sobre a menopausa, mas que muitas pessoas ignoram.

Ocorrem mudanças nas batidas do coração

coracao-e-menopausa

As palpitações do coração podem ser alteradas, inclusive desde quando a mulher entra na pré-menopausa.

Nesta etapa, muitas mulheres podem começar a sentir que suas palpitações são mais fortes e, em alguns casos, são um sintoma precoce de um problema cardíaco.

Este sintoma pode ser resultado de fluxos hormonais, conforme o indicado por especialistas no assunto.

O colesterol ruim pode aumentar

O estrogênio é o hormônio responsável por regular os ciclos menstruais, controlar os níveis de colesterol LDL (ruim) e aumentar os níveis de colesterol HDL (bom).

Ao diminuir a produção destes hormônios na etapa da menopausa, os níveis de colesterol ruim tendem a subir, ao mesmo tempo em que os de colesterol bom começam a diminuir.

A boa notícia é que este efeito pode ser prevenido mediante a adoção de um estilo de vida saudável desde os anos prévios à menopausa.

Diminui a vontade de ter vida social

A menopausa é uma etapa que tende a ser introspectiva devido a todas as mudanças que se produzem no estado de ânimo e nas emoções.

Leia também: Os efeitos das emoções e pensamentos negativos no nosso corpo

Estas alterações se tornam mais notáveis em pessoas que são extrovertidas, visto que começam a adotar atitudes que podem afetar a sua vida social.

Ao chegar a esta nova etapa, a maioria das mulheres começa a refletir sobre si mesmas e sentem o desejo de se cuidar mais.

Neste sentido, a menopausa pode ser algo positivo, já que a mulher pode se animar a viver experiências que antes não vivia para fazer os outros felizes.

Momento de se tornar “verde”

alimentação-e-menopausa

Muitos alimentos vendidos nos supermercados têm compostos químicos que podem bloquear os hormônios e causar desequilíbrios nas mulheres que estão passando pela etapa da menopausa.

É importante começar a consumir alimentos de origem orgânica, e evitar aqueles que contêm parabenos, ftlatos e BPA. Uma boa opção é aumentar o consumo de frutas e verduras, que são fonte dos principais nutrientes que combatem os sintomas da menopausa.

O cabelo também sofrerá algumas consequências

As mudanças hormonais que ocorrem durante a menopausa afetam a saúde do cabelo, fazendo com que ele fique mais fino, fraco, seco, e até que comece a cair em grandes quantidades.

Conheça: 3 remédios com ervas para combater a queda de cabelo

Nestes casos é fundamental melhorar a dieta, consumir mais vitaminas, minerais e proteínas, além de evitar o uso de produtos químicos e elementos de calor.

Aumentará a sensibilidade

sensibilidade-e-menopausa

O desequilíbrio hormonal traz consigo uma montanha-russa emocional que pode se traduzir em uma maior sensibilidade e um aumento considerável da libido.

Aumentará a vontade de dormir

Devido a tantas alterações hormonais, não é estranho que, durante a menopausa, também aumente o sono.

É provável que comece a existir a necessidade de tirar um cochilo no meio do dia, ainda que este não deva ser superior a 30 minutos, já que pode causar alterações no ciclo normal do sono.

Os calores da menopausa

calor-e-manopausa

Este é um dos sintomas mais comuns da menopausa, mas poucas pessoas sabem como enfrentá-los para que não afetem a qualidade de vida.

É importante dizer que esta sensação incômoda de calor aparece principalmente à noite e impede de ter um descanso adequado.

As consequências principais serão notadas no dia seguinte, já que aumentam a irritabilidade e ficamos com a pele cansada.

O que fazer? Nestes casos, o melhor é usar pijamas soltos, utilizar lençóis de algodão e, se for necessário, manter um ventilador por perto.

Não se esqueça das técnicas de relaxamento, que também podem dar resultado.

  • Reid, R., Abramson, B. L., Blake, J., Desindes, S., Dodin, S., Johnston, S., … Soares, C. N. (2014). Managing Menopause. Journal of Obstetrics and Gynaecology Canada. https://doi.org/10.1016/S1701-2163(15)30487-4
  • Sturdee, D. W. (2016). Menopause. In International Encyclopedia of Public Health. https://doi.org/10.1016/B978-0-12-803678-5.00279-4