8 alimentos que você deve evitar quando sentir dor de estômago

· 8 de novembro de 2017
Ainda que muitas vezes não percebamos, os refrigerantes podem aumentar a produção de gases e irritar o revestimento do estômago, portanto, é conveniente evitá-los ante problemas gástricos.

A dor de estômago é um sintoma muito comum que, em geral, apresenta-se por uma dificuldade digestiva causada por micro-organismos ou substâncias provenientes dos alimentos.

Em alguns casos, pode ser um sintoma de uma inflamação ou desequilíbrios do sistema nervoso, quase sempre derivados do estresse e da ansiedade.

Geralmente, não representa uma complicação grave, mas é uma dor muito incômoda, já que vem acompanhada de gases, acidez e outros sintomas da indigestão.

Além disso, algumas vezes, seu aparecimento ocorre por uma intolerância alimentar que, por sua vez, provoca prisão de ventre ou diarreia.

Por causa disso, é fundamental prestar atenção a ela, não só tomando remédios para aliviar a dor, como também evitando alguns alimentos que pioram o problema.

Neste artigo, queremos compartilhar em detalhes os 8 principais para que você procure limitar seu consumo quando sentir dor no estômago.

Descubra-os!

1. Laticínios

Laticínios podem aumentar a dor de estômago

Os laticínios fazem parte da dieta regular de milhões de pessoas. São deliciosos e contam com nutrientes essenciais que ajudam a proteger o organismo.

Mas também foram classificados como inflamatórios, sobretudo nas pessoas que sofrem de intolerância à lactose.

Essa substância demora muito a se decompor e, ao sobrecarregar o estômago, causa inflamação, dor e outros incômodos digestivos.

Por isso, ainda que se possa consumi-los regularmente, o ideal é evitá-los quando se sofre de dor abdominal.

2. Gorduras

Quando sentimos dor estomacal, devemos limitar ao máximo o consumo de gorduras, já que essa substância dificulta o processo de digestão.

Sua absorção no intestino influi no descontrole dos processos inflamatórios, aumentando a severidade da dor e da indigestão.

Alimentos como frituras, sorvetes e a carne bovina tornam o movimento intestinal mais lento e levam a episódios de prisão de ventre e inflamação.

3. Condimentos

Evite condimentos e temperos quando sentir dor de estômago

Os condimentos têm propriedades nutricionais muito apreciadas na dieta; no entanto, alguns são irritantes para o estômago e devem ser evitados no caso de dor.

Comer pratos muito condimentados pode estimular a produção de sucos ácidos e, com isso, causar o refluxo ácido e a sensação de queimação.

Ainda que não faça mal consumi-los moderadamente, devemos evitá-los por completo quando temos indigestão ou qualquer problema digestivo similar.

4. Alimentos picantes

Assim como ocorre com os condimentos, os alimentos picantes irritam o revestimento do estômago e aumentam a presença de sucos ácidos.

Seu consumo tende a enfraquecer o esfíncter, um anel muscular que impede a passagem dos ácidos para o esôfago, causando refluxo e queimação.

O ideal é evitá-los por completo nos casos de dor e, em geral, ingeri-los em quantidades mínimas.

5. Açúcar e doces

Evite doces quando sentir dor de estômago

O açúcar refinado, assim como todos os doces que o contém, afetam a atividade metabólica e interferem nos processos digestivos.

Essa substância alimenta às bactérias que alteram o pH do intestino e, além de causar inflamação, aumenta o risco de infecção e de doenças.

Também não devemos ignorar que seu consumo excessivo retarda a absorção de outros nutrientes e leva a problemas de sobrepeso.

6. Cafeína

Os alimentos que contêm cafeína aumentam a tendência da pessoa vir a sofrer com refluxo, já que irritam o estômago e afetam o processo de digestão.

Eles retardam a atividade do intestino e, ao causar prisão de ventre, provocam inflamação e dor.

As fontes de cafeína que você deve evitar incluem:

  • Café
  • Refrigerantes de cola
  • Chá preto
  • Chocolate amargo
  • Creme irlandês

7. Refrigerantes

Evite beber refrigerantes quando sentir dor de estômago

Os refrigerantes são grandes inimigos da saúde metabólica e digestiva. Essas bebidas, ainda que sejam deliciosas, causam irritação no revestimento do estômago e aumentam a produção de gases.

Contêm substâncias químicas como o ácido cítrico e o benzoato de sódio, que já foram associados à inflamação e mal-estar estomacal.

Além disso, também contêm grandes quantidades de açúcar, substância que afeta o pH da flora microbiana do intestino.

8. Farinhas refinadas

Os carboidratos que as farinhas refinadas contêm dificultam o processo de digestão e, ao aumentar o nível de inflamação, causam dor e sensação de “estômago pesado”.

Ingerir esse tipo de alimentos quando se sofre com a dor de estômago pode piorar o sintoma e dificultar o tratamento.

Em seu lugar, aconselhamos o consumo de cereais integrais, já que seu teor de fibras ajuda na atividade digestiva.

Você sofre com a dor de estômago? Leve em conta os alimentos mencionados e procure evitá-los até que o alívio seja completo.