7 recomendações para manter o cérebro jovem e saudável

Para manter nosso cérebro jovem e nossas capacidades cognitivas intactas é fundamental evitar os hábitos nocivos, como o álcool ou o tabaco, e dormir, pelo menos, 8 horas por dia, sem interrupções.

O cérebro é um órgão muito complexo que, juntamente com o sistema nervoso, exerce uma ampla variedade de funções vitais que nos permitem ter habilidades tanto físicas quanto mentais.

É considerado o centro de controle de todo o organismo. O cérebro não é só a base da memória e do pensamento, mas também participa no trabalho de outros sistemas importantes.

No entanto, assim como ocorre com outras partes do corpo, seu processo de envelhecimento causa mudanças significativas que podem afetar a qualidade de vida.

O passar do tempo gera um desgaste celular que, entre outras coisas, afeta sua capacidade de secretar hormônios, manter a memória e realizar outros processos importantes para a saúde.

O que alguns não sabem é que a prática de bons hábitos ao longo da vida é muito benéfica para manter o cérebro em bom estado, inclusive na velhice.

Melhorar o estilo de vida, ingerir nutrientes essenciais e fazer alguns exercícios pode ajudar a manter o cérebro jovem apesar da idade.

A seguir mostraremos 7 recomendações para que você comece a cuidar do cérebro agora mesmo.

Conselhos para manter o cérebro jovem

1. Fazer atividade física

corrida

A prática diária ou regular de atividade física tem muitos benefícios para a saúde do sistema nervoso e para o cérebro.

  • Dado que melhora a circulação de sangue, aumenta a oxigenação das células cerebrais e evita seu desgaste precoce.
  • Também produz e favorece novas conexões cerebrais e estimula a secreção de algumas substâncias químicas que promovem o bem-estar.
  • Evita a atrofia do hipocampo e impulsiona seu crescimento e, além disso, reforça o pensamento criativo.

Leia: Dica para eliminar em um mês todos os germes e células mortas dos pés

2. Adotar uma dieta saudável

O consumo de alimentos saudáveis é a melhor forma de proporcionar ao cérebro os nutrientes que ele requer para trabalhar em perfeitas condições.

Uma dieta que controle as gorduras, colesterol e açucares pode evitar a deterioração cognitiva precoce, já que impede o desenvolvimento de transtornos como a hipercolesterolemia e a hipertensão.

Além disso, as substâncias de alguns alimentos controlam os processos inflamatórios do corpo, reduzindo o risco de demência ou doenças como o Alzheimer. 

Assegure-se de ingerir fontes de:

  • Proteínas de alta qualidade.
  • Ácidos graxos ômega 3.
  • Fibras dietéticas.
  • Vitaminas.
  • Minerais.
  • Antioxidantes.
  • Água.

3. Fazer atividades de fortalecimento

mulher-lendo-livro

Mesmo que o exercício físico possa trazer muitos benefícios para manter o cérebro jovem, também é conveniente fazer atividades de fortalecimento que sejam focadas em trabalhar exclusivamente esta parte do corpo.

Desafiar a mente com atividades que impliquem pensar ou usar as habilidades cognitivas é essencial pra evitar o envelhecimento precoce das células cerebrais.

Algumas das coisas que você pode fazer incluem:

  • Aprender novos idiomas.
  • Ler um livro.
  • Resolver operações matemáticas.
  • Tocar um instrumento musical.
  • Aprender canções.
  • Escrever.

4. Ter uma vida social ativa

A solidão é um fator de risco de morte prematura, dado que aumenta a depressão e a tendência a realizar atividades que colocam em risco a saúde física e mental.

As pessoas isoladas reduzem sua expectativa de vida em até 10 anos, comparadas com aqueles que possuem uma vida social ativa.

Manter relações sociais saudáveis combate de forma eficaz o estressemelhora a memória e reduz o risco de desenvolver doenças neurodegenerativas.

5. Evitar os maus hábitos

parar-de-fumar

Maus hábitos como o consumo de álcool e cigarro reduzem a qualidade vida e o bom funcionamento do cérebro.

As toxinas contidas nestes produtos viajam com facilidade através da corrente sanguínea e, por isso, afetam a saúde das células.

Ambos aumentam o risco de transtornos no sistema cardiovascular e aceleram o processo de envelhecimento dos órgãos.

6. Dormir bem

Ter uma boa qualidade de sono, inferior a 8 horas diárias, traz interessantes benefícios para a saúde cognitiva.

Durante o período de descanso são ativadas funções que limpam o cérebro, reduzindo o estresse e aliviando sua carga para o dia seguinte.

Além disso, o sono é essencial para consolidar a memória e produzir algumas substâncias químicas que participam de outros processos fisiológicos.

7. Praticar a meditação

meditar

As técnicas de meditação se converteram em boas aliadas da saúde cerebral, já que ajudam a clarear os pensamentos e combatem de forma direta os desequilíbrios que conduzem à ansiedade e ao estresse.

Respirar profundamente, estar em algum local tranquilo e concentrar-se com alguns exercícios são formas simples de praticar este hábito para cuidar de cérebro.

Como você pode notar, não precisamos fazer nada fora do normal para conservar o cérebro jovem e livre de problemas em seu funcionamento.

Colocando em prática estes conselhos poderemos fortalecer sua saúde e, ainda mais, melhorar a qualidade de vida.

Recomendados para você