7 conselhos para engravidar com mais facilidade

· 19 de abril de 2018
Ficar grávida é um acontecimento sujeito a vários fatores. O estado emocional, a qualidade das relações sexuais e as condições fisiológicas do parceiro podem condicionar que a mulher engravide ou não. 

Engravidar, ter um bebê e a maternidade são fatos maravilhosos na vida de muitas mulheres, mesmo que nem sempre seja uma tarefa fácil. Temos que saber que a fertilidade é um assunto do casal, e planejar uma gravidez afeta ambos por igual. O que fazer para engravidar com mais facilidade? Descubra a seguir.

Fatores que afetam negativamente a tentativa de engravidar 

Estresse

É importante evitar a busca por um bebê em momentos de estresse, pois este pode reduzir o nível de gonadotropinas e aumentar os níveis de prolactina, o que pode provocar ausência de ovulação.

Idade

Mulher olhando o resultado de teste de gravidez

A partir dos 35 anos começam as dificuldades para conceber, já que diminui a qualidade e quantidade de óvulos e aumenta o risco de abortos espontâneos e alterações cromossômicas.

Peso

A obesidade e a magreza extrema são prejudiciais para a fertilidade. Por um lado, a obesidade se associa a falhas na ovulação e a um maior risco de diabetes gestacional e hipertensão, enquanto uma excessiva magreza pode causar alterações do ciclo menstrual, impedindo a ovulação.

Estilo de vida

O cigarro e o álcool reduzem as chances de gravidez, já que aumentam as chances de sofrer abortos espontâneos, gravidez ectópica, placenta prévia e parto prematuro. 

Alguns conselhos para engravidar com mais facilidade

1. Identificar os dias mais férteis

Consulta para engravidar com mais facilidade

Conhecer os dias férteis é de suma importância na hora de tentar engravidar. No geral, a ovulação ocorre entre 12 e 16 dias antes da chegada da menstruação. Os espermatozoides se mantêm vivos dentro da mulher entre 3 a 4 dias, enquanto os óvulos sobrevivem no máximo 24 a 48 horas.

Para ter uma maior chance de fecundação, pode-se ter relações diariamente ou a cada dois dias durante a segunda e terceira semana do ciclo, para ter sempre espermatozoides saudáveis no organismo. Também existe uma grande quantidade de aplicativos para celular que ajudam a monitorar o ciclo menstrual.

2. Alimentos que estimulam a fertilidade

Recomenda-se consumir antioxidantes presentes em frutas e verduras, assim como vitaminas, ácido fólico disponível em cereais, e ácidos graxos ômega 3 contidos em peixes como o atum, o salmão, a sardinha ou os mariscos.

3. Posições sexuais

Sexo

É bom optar pelas posições que permitem uma penetração profunda, principalmente a posição “papai-mamãe”, já que facilita a entrada do sêmen na vagina. Outras posições adequadas são a “de quatro” e a “de lado”.

É recomendado não tirar o pênis imediatamente depois da ejaculação, para desta forma evitar a saída do esperma. Depois, permanecer deitada com as pernas para cima durante 15 minutos com um travesseiro debaixo dos quadris. Assim, o sêmen poderá permanecer mais tempo dentro do útero.

Devem ser evitadas as posições onde a mulher se encontre parada ou por cima do homem, já que pelo efeito da gravidade os espermatozoides sairão da vagina com maior rapidez.

4. Tratamentos médicos 

Alguns medicamentos, como os comprimidos para a depressão e ansiedade, podem afetar a fertilidade ou causar defeitos no feto, e até mesmo abortos espontâneos. Por isso, é muito importante consultar um médico. 

5. Qualidade do esperma

Casal dançando em casa

A qualidade do esperma é fundamental para conseguir engravidar com mais facilidadeO estresse, o cansaço, a tensão, o consumo elevado de álcool, tabaco, drogas e os maus hábitos alimentares reduzem a quantidade e a qualidade dos espermatozoides.

Recomenda-se não usar roupas muito apertadas. Os testículos precisam se manter com uma temperatura menor do que a do corpo. Por isso, devem ser mantidos a uma certa distância da roupa.

6. Escolha de lubrificação

Muitos dos lubrificantes vaginais que podem ser adquiridos nas lojas, assim como os caseiros, são fabricados com base de azeite de oliva, o que pode impedir que os espermatozoides se movam com a velocidade adequada afetando as chances de engravidar.

É recomendado consultar um médico especialista para saber quais são os lubrificantes que não afetam a fecundação. 

7. Presença do amor

Casal se divertindo na cama

Ter relações sexuais somente com o propósito de engravidar é uma estratégia ruim. Isso pode afetar a vida sexual e, como consequência, o casal pode ficar ansioso. É imprescindível que o amor acompanhe o ato sexualjá que fortalece a união e ajuda a conseguir o objetivo.

Finalmente, o mais importante é fazê-lo com uma boa atitude e muito otimismo. E se o resultado esperado não vier, sempre existem outras opções como:

  • Inseminação.
  • Fertilização in vitro.
  • Injeção intracitoplasmática de esperma.
  • Adoção.

Gostou destas dicas para engravidar com mais facilidade? Se este é o seu objetivo, coloque-as em prática!