6 sintomas de câncer de pele que você não deve ignorar

Saber identificar os sinais iniciais do câncer de pele é fundamental para obter um diagnóstico precoce e atacar essa doença antes que piore e se espalhe.

Esta é uma das doenças cujo número de pacientes tem aumentado de maneira alarmante nos últimos anos, mas muitos ainda não ficam atentos aos possíveis sintomas de câncer de pele em seu corpo.

Afeta frequentemente adultos com mais de 50 anos, ainda que isso não queira dizer que as pessoas mais jovens não corram o risco de desenvolvê-la.

Seu aparecimento está relacionado à contínua exposição à radiação emitida pelos raios do sol, mas também pode se originar de mutações no DNA das células epiteliais.

No entanto, apesar de ser um dos cânceres mais comuns, seus índices de mortalidade diminuíram significativamente, não apenas porque os tratamentos evoluíram, mas também porque está cada vez mais fácil obter um diagnóstico oportuno.

Além disso, a maioria dos casos são da variedade não melanoma, ou seja, do tipo que se pode controlar de maneira mais eficaz, porque não causa mudanças na base celular.

No entanto, é fundamental reconhecer seus sinais o quanto antes, já que o tempo é um fator chave para evitar que se torne mais agressivo.

Por essa razão, neste artigo queremos repassar em detalhes 6 possíveis sintomas de câncer de pele que não devem ser ignorados.

Descubra-os!

Sintomas de câncer de pele

1. Aparecimento de sinais

Algumas pintas podem ser sintomas de câncer de pele

O aparecimento de novos sinais e pintas, sobretudo de formatos irregulares, é um dos principais sintomas de câncer de pele.

Eles podem facilmente chamar a atenção, já que aparecem de repente, com características notáveis em termos de tamanho, cor e textura.

Enquanto alguns aparecem como manchas acastanhadas, outros têm uma textura mais elevada e uma cor escura.

2. Mudanças nos sinais

As mudanças nos sinais existentes também não devem ser ignoradas sob nenhuma circunstância. Assim como no caso anterior, é fundamental prestar atenção às modificações que se apresentam com o passar do tempo.

Para isso, os especialistas desenvolveram a “regra do alfabeto”, ou “ABCDE”, com referência às características que precisamos levar em conta.

  • A para assimetria: Refere-se aos sinais que têm uma metade que não corresponde a sua outra metade.
  • B para borda: As bordas dos sinais são irregulares, deformadas ou pouco definidas.
  • C para cor: Os sinais apresentam mudanças evidentes na cor, seja por um escurecimento da mesma, extensão de sua cor ou descoloração. Também podem adquirir tonalidades de diferentes tons de azul, vermelho, rosa ou acinzentado.
  • D para diâmetro: O sinal chega a um tamanho de 6 milímetros de largura, ainda que, em algumas vezes, seja um pouco menor.
  • E para elevação: a superfície do sinal é elevada ou irregular.

3. Feridas que não cicatrizam

Ter feridas que não cicatrizam pode indicar um câncer de pele

Quando as células estão saudáveis e não apresentam alteração alguma, têm a capacidade de regenerar em pouco tempo a derme diante de possíveis lesões ou feridas.

O contrário acontece quando apresentam alterações ou se tornam células malignas, já que a cicatrização diminui e dificilmente elas chegam a se fechar totalmente.

Portanto, ao notar feridas que ficam por muito tempo abertas, deve-se considerar como um sinal de alerta do câncer de pele.

4. Pigmentos de manchas que se espalham

O aparecimento de manchas na pele pode se dar por vários fatores externos e internos. No entanto, a forma como se desenvolvem poderia ser determinante para saber se têm relação com esse tipo de câncer.

Por exemplo, quando os pigmentos de suas bordas se espalham até a pele circundante, é importante revisar se isso pode ser devido a uma alteração na atividade das células.

5. Inflamação e vermelhidão

Vermelhidão pode ser um dos sintomas de câncer de pele

A presença de células malignas dá início a uma reação inflamatória que pode se tornar notável tanto nos sinais e pintas quanto em outras partes da pele.

Isso, em geral, aparece mais além da borda do sinal e vem acompanhado de vermelhidão e sintomas similares aos de uma irritação comum.

No entanto, diferentemente dessa última, são incômodos persistentes que, ao invés de melhorar, pioram com o passar dos dias.

6. Sensibilidade e dor

As mudanças na sensibilidade da pele são sinais que, ainda que possam ser confundidos como sintomas de outros problemas, também podem ocorrer por esse tipo de câncer.

A coceira constante, a dor ao toque e a irritação podem alertar sobre um desenvolvimento anormal de células que deve ser examinado.

No caso de notar algum dos sinais mencionados, consulte imediatamente o médico para determinar se estão relacionados a essa doença.

Lembre-se de que, pela maneira como se desenvolve, o tempo é fundamental para a pessoa receber um tratamento eficaz e aumentar muito as chances de cura.

Recomendados para você