6 razões por que sentimos fisgadas nos ovários

20 Dezembro, 2019
As fisgadas nos ovários podem se apresentar por muitos fatores e de diferentes formas para cada mulher. Todo mal-estar relacionado com o aparelho reprodutor feminino produz sintomas de alerta. Aqui mostramos 6 razões.

O sistema reprodutor feminino pode apresentar uma extensa variedade de doenças e desequilíbrios. Entre eles temos as fisgadas nos ovários, que podem aparecer por diferentes razões.

Além disso, estas fisgadas podem se apresentar de diferentes maneiras para cada mulher, variando em intensidade, tempo e data do mês, para depois desaparecer de forma espontânea. Siga lendo e encontrará as respostas que estava buscando.

As fisgadas nos ovários

Útero

1. Os processos de ovulação

As mulheres podem experimentar fisgadas a partir da metade do ciclo de ovulação. Nesse caso, as fisgadas são localizadas na parte baixa do ventre em ambos os ovários.

Sua aparição se deve ao crescimento dos folículos que se encontram dentro dos ovários. Isso age significativamente na superfície dos mesmos, fazendo com que se irritem e inflamem. Normalmente estas dores são temporais e não é necessário se preocupar.

2. O ciclo menstrual

Dor pélvica relacionada a fisgadas nos ovários

Geralmente, quando uma mulher se encontra em seu ciclo menstrual, costuma apresentar cólicas menstruais. Tais cólicas podem causar fisgadas nos ovários.

A causa desse sintoma tem relação com o aparelho reprodutor, que se encontra inflamado e pressionado. Isso provoca fisgadas até que a área comece a desinflamar.

3. A gravidez

As mulheres costumam experimentar fisgadas, cãibras ou dores durante as primeiras semanas da gravidez. Isso se deve às mudanças hormonais que o corpo gera quando está se preparando para a gestação.

Neste caso é de vital importância prestar atenção às fisgadas. Elas podem colocar em perigo a saúde da mulher e da gravidez ou não deixar que o feto se desenvolva de maneira adequada.

4. Os cistos nos ovários

Desenho de ovários

Em quarto lugar, outra causa possível das fisgadas são os ovários policísticos. Essa doença se baseia em desequilíbrios dos hormônios sexuais femininos que provocam altos níveis de andrógenos na mulher.

Esta doença gera cistos nos ovários e menstruações ausentes ou muito irregulares. Por esta razão, muitas mulheres com ovários policísticos costumam sentir fisgadas em seus ovários. Isso se devo ao fato de que os óvulos já maduros da mulher não são liberados com naturalidade.

5. A endometriose

Também podemos pensar na endometriose. Nesse caso, a dor se localiza nos ovários ou na parte inferior do abdômen.

Nessa doença, as células do endometrio crescem fora do útero. Isso pode provocar a formação de pequenos nódulos de sangue e gerar como resultado fisgadas nos ovários de maneira constante.

Outros sintomas da endometriose podem incluir relações sexuais dolorosas, dor durante a micção ou ao evacuar, sangramento excessivo, náuseas e vômito e cansaço prolongado.

No entanto, uma vez que os mesmos sintomas podem aparecer por outras condições, é necessário solicitar alguns examos para fazer o diagnóstico. O profissional pode sugerir um exame pélvico, uma ecografia, uma ressonância magnética, entre outros.

Recomendamos ler: 9 aspectos IMPORTANTES que todo mundo deveria saber sobre a endometriose

6. Outras doenças

Mulher na cama com dor por fisgadas nos ovários

  • A doença inflamatória pélvica é uma infecção que afeta os órgãos sexuais da mulher. É causada em grande parte por doenças de transmissão sexual como a gonorreia ou a clamídia.
  • O câncer no ovário pode gerar fisgadas nos ovários como sintoma. Também causa um aumento dos ovários, inchaço do abdômen e dores pélvicas.

O que fazer para aliviar a dor?

Apesar de serem dolorosas, as fisgadas podem ser aliviadas com facilidade se seguirmos estes conselhos: 

Evitar o café

O café faz com que os níveis de tensão aumentem. Seu consumo comprime os vasos sanguíneos gerando pressão e inflamação nos ovários.

Este processo torna possível o aparecimento das fisgadas. Por isso, se você sofre desse problema constantemente deve evitar o consumo de café.

Remédios

Há dois tipos de medicamentos que devemos ter em mente:

  • Os analgésicos te ajudarão a aliviar a dor que as fisgadas geram. No entanto, recomendamos contatar um médico para que ele recomende o analgésico perfeito para você.
  • Os contraceptivos orais: principalmente para aquelas mulheres que sofrem de ovários policísticos. Os contraceptivos orais são capazes de controlar os desequilíbrios de hormônios sexuais femininos. Devem ser prescritos por um ginecologista.

O chá

Alguns chás aliviam as fisgadas nos ovários

Por último, tomar chá e infusões de camomila ajudará a reduzir a dor que as fisgadas geram nos ovários. Não obstante, não podemos esquecer que elas podem ser um sintoma de outro problema de saúde.

  • Mihm, M., Gangooly, S., & Muttukrishna, S. (2011). The normal menstrual cycle in women. Animal Reproduction Science. https://doi.org/10.1016/j.anireprosci.2010.08.030
  • Vargas-carrillo, M. a, Herrera-polanco, J., Vargas-ancona, L., General, H., & Salud, S. De. (2003). Síndrome de ovarios poliquísticos: abordaje diagnóstico y terapéutico. Rev Biomed.
  • Taylor, R. N., & Lebovic, D. I. (2009). Endometriosis. In Yen & Jaffe’s Reproductive Endocrinology. https://doi.org/10.1016/B978-1-4160-4907-4.00024-3
  • Gopalan M. Vijayas Gurga. (2014). Anatomia de los ovarios. In Anatomia del Aparato Reproductor .