6 efeitos do ar-condicionado na sua saúde

25 de março de 2019
Embora muitas vezes o consideremos o melhor aliado para combater as altas temperaturas do verão, o ar-condicionado pode ser prejudicial se não formos cuidadosos.

Além das típicas dores de garganta e resfriados, o uso excessivo do ar-condicionado pode afetar seu bem-estar. Primeiramente, você deve ficar ciente de que o ar frio se torna prejudicial quando produz ressecamento no meio ambiente. Portanto, usá-lo com responsabilidade é a única maneira de desfrutar de um dos maiores aliados durante o verão.

6 efeitos do ar-condicionado na sua saúde

Abaixo, apresentaremos os principais efeitos negativos do ar-condicionado na sua saúde:

1. O ar-condicionado pode causar problemas respiratórios

Uma das consequências do uso desse aparelho na sua saúde são os problemas respiratórios. Tenha em mente que qualquer mudança drástica na temperatura causa estragos no sistema respiratório. Além disso, as mudanças que o corpo sofre quando vai do calor extremo do exterior para um escritório ou supermercado com ar-condicionado podem causar alguns problemas reais.

Devido à circulação de ar, também pode deixar o corpo mais vulnerável a infecções respiratórias. Também pode causar outros problemas, como faringite ou infecções na garganta.

De fato, há evidências de que as pessoas que passam mais tempo em ambientes com ar-condicionado têm maior probabilidade de sofrer sintomas que afetam o nariz e a garganta. Assim, esses problemas podem evoluir de obstruções nasais até problemas mais graves, como a rinite.

2. Infecções virais

Um impacto prejudicial à saúde muito comum do ar-condicionado é o contágio de infecções virais que são o resultado de uma imunidade fraca. Você deve saber que, em uma sala condicionada, o ar antigo circula sem permitir a entrada de ar fresco.

Não deixe de ler: Qual é a temperatura ideal do ar condicionado

Consequências do ar-condicionado para a saúde: aumenta as chances de contrair vírus

Portanto, o ar antigo flui e pode transmitir o vírus do resfriado e da gripe, assim como outras bactérias, de pessoa para pessoa. Da mesma forma, há mais chances de você contrair uma infecção viral em uma sala que tem ar-condicionado do que em uma sem esse aparelho.

3. O uso prolongado do ar-condicionado, pode causar desidratação

O potencial da desidratação é maior em salas condicionadas por longas horas. Como o ar-condicionado absorve muita da umidade da sala e as pessoas negligenciam o consumo de água, elas ficam desidratadas.

Isso é possível porque as temperaturas são baixas e o corpo não precisa beber porque está frio demais. Além disso, estar em uma temperatura baixa faz com que o corpo sinta a necessidade de se mover menos.

4. Dores de cabeça

Sem dúvida, as dores de cabeça são um dos efeitos colaterais mais comuns de ficar em um cômodo com ar-condicionado por um longo período de tempo. Certamente, o mau uso do aparelho pode causar dores de cabeça e enxaquecas quando os níveis de qualidade do ar interior diminuem.

Como mencionado acima, a possibilidade de você ficar desidratado também pode causar dores de cabeça. Portanto, a desidratação é um gatilho frequentemente negligenciado para as enxaquecas.

5. Olhos ressecados

O condicionamento do ar pode causar o ressecamento dos olhos, resultando em coceira e irritação. Certamente, o uso do ar-condicionado em si não causa o ressecamento dos olhos, mas não ajuda em nada quem já tem esse problema.

Confira também: Ar condicionado no verão: seu uso correto

Consequências do ar-condicionado para a saúde: ressecamento ocular

Na verdade, isso piora a condição quando a pessoa passa muitas horas em um espaço onde o ar-condicionado é usado. Portanto, se você tiver problemas de ressecamento dos olhos, recomendamos não usar o ar-condicionado regularmente.

6. O ar-condicionado reduz a capacidade de suportar o calor

Se você passa muito tempo em um ambiente com ar-condicionado, pode ficar mais intolerante ao clima quente. Isso é especialmente recorrente durante o verão.

Tenha em mente que o corpo pode ficar estressado quando você faz a transição de um ambiente frio e com ar-condicionado para outro no calor sufocante do verão. Além disso, uma mudança repentina de temperatura também pode afetar sua saúde.

Finalmente, você deve saber que os efeitos do ar-condicionado na sua saúde podem ser prejudiciais. Portanto, recomendamos, na medida do possível, fazer um uso responsável e limitar sua exposição a esse aparelho.

  • American Society of Heating Refrigerating and Air Conditioning Engineers. (2009). Indoor environmental health. In ASHRAE Applications Handbook.
  • Yu, B. F., Hu, Z. B., Liu, M., Yang, H. L., Kong, Q. X., & Liu, Y. H. (2009). Review of research on air-conditioning systems and indoor air quality control for human health. International Journal of Refrigeration. https://doi.org/10.1016/j.ijrefrig.2008.05.004
  • Jones, A. P. (1999). Indoor air quality and health. Atmospheric Environment. https://doi.org/10.1016/S1352-2310(99)00272-1