6 benefícios da alfafa pelos quais vale a pena incluí-la na dieta

· 27 de dezembro de 2017
A alfafa pode nos ajudar a melhorar nossa saúde geral. É rica em ferro, por isso é ideal em casos de anemia e estados de deficiência desse mineral.

Você já conhece os benefícios da alfafa? Trata-se de uma planta da família das ervilhas que é frequentemente usada como forragem.

No entanto, também é usada medicinalmente e, ultimamente, ganhou popularidade como alimento graças às suas múltiplas propriedades nutricionais.

Todas as partes da planta são utilizáveis ​​para o consumo humano:

  • As flores são usadas para o chá.
  • As folhas são usadas para preparar, entre outras coisas, água de alfafa.
  • Os brotos são um ingrediente delicioso em saladas.
  • Na medicina tradicional chinesa, as raízes são usadas para controlar a febre.
  • As sementes, molhadas com um pouco de água, são usadas para mitigar o inconveniente das picadas de insetos.

Quais são as propriedades da alfafa?

Pode-se dizer que a alfafa é um alimento completo, uma vez que contém:

  • Vitamina A, que ajuda no bom funcionamento do pulmão e do coração.
  • Vitamina C, que tem um efeito antioxidante e é necessária para a fabricação de colágeno.
  • Vitamina K, indispensável para a coagulação do sangue.
  • Proteínas que alguns estudos sugerem que podem ser úteis para combater alguns tipos de câncer.
  • Minerais (magnésio, cálcio, ferro e selênio) essenciais para as funções vitais do organismo.

Quais são os benefícios da alfafa?

Ao incluir a alfafa em nossa dieta, além de garantir a ingestão de uma grande quantidade de componentes nutricionais, obtemos esses seis benefícios para a nossa saúde:

1. Fortalece o sistema imunológico

Sistema imunológico forte

Este alimento estimula o sistema imunológico e otimiza sua reação a vírus e bactérias.

A melhor maneira de obter esse benefício é consumi-la germinada, porque dessa forma você também consome glucosinolatos, compostos com propriedades anticancerígenas.

2. Desintoxica o corpo

Graças às suas propriedades reguladoras do sistema urinário e do sistema digestivo, a alfafa é ideal para limpar o corpo das toxinas. Também ajuda no tratamento de insuficiência renal e úlceras gástricas.

3. Previne a anemia

Mulher cansada

Devido ao seu alto teor de ferro, em adição às suas propriedades nutricionais, a alfafa ajuda não só a prevenir, mas também a combater a anemia por deficiência de ferro.

4. Mitigar os sintomas da menopausa

Isto é possível devido aos fitoestrogênios contidos na alfafa. Eles aumentam os níveis de estrogênio no corpo.

Seu consumo também é recomendado para evitar cólicas menstruais.

5. Redução do risco de doenças cardiovasculares

Mãos segurando coração

De acordo com um estudo realizado em 2008, uma dieta em que a alfalfa está incluída regularmente pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL) nas artérias .

6. Melhora a saúde da pele

Devido ao seu elevado teor de antioxidantes e cumarinas, este alimento é perfeito para uma pele bonita e radiante.

Além disso, outro dos benefícios da alfafa é que ela também nos ajuda a combater a celulite.

Como incluir a alfafa em sua dieta?

Prato saudável e natural

As folhas de alfafa podem ser consumidas junto com as folhas verdes, como espinafre e acelga, e podem ser cozidas da mesma forma.

Você também pode preparar uma deliciosa água refrescante.

Ingredientes

  • ½ xícara de folhas de alfafa (75 g)
  • Suco de ½ limão
  • 4 xícaras de água (1 litro)
  • Mel (a gosto).

Preparação

  • Coloque as folhas de alfafa, o suco de limão e a água no liquidificador.
  • Bata por alguns segundos. Adicione o mel e bata novamente.
  • Sirva e aproveite.

As sementes de alfalfa também são uma ótima opção para preparar saladas ou como ingrediente em sanduíches.

Se não conseguir comprar em seu mercado local, você pode plantá-las em casa.

O que você precisa?

  • Um recipiente com ao menos 9 cm de diâmetro e 15 cm de altura.
  • Um pedaço de tecido fino para cobrir o recipiente.
  • Um elástico.
  • 1 xícara de água (250 ml).
  • 1 colher de sopa de sementes de alfafa (10 g)

O que fazer?

  • Mergulhe as sementes na água do recipiente por três horas.
  • Cubra o recipiente com o tecido e o elástico.
  • Drene a água e coloque sob o sol.
  • Repita por uma semana. Ocasionalmente, lembre-se de mover o recipiente para evitar que os sementes se enrolem.
  • Para consumir, basta enxaguar e higienizar.

Quando não se deve consumir alfafa

Apesar de todos os seus benefícios, existem casos em que é melhor evitar comer a alfafa:

  • Durante a gravidez e a amamentação, ela não deve ser consumida devido à ação exercida sobre o estrogênio.
  • Também não é recomendada caso você tome medicamentos anticoagulantes.
  • A ingestão é desencorajada em pacientes com transtornos autoimunes.
  • Devido ao seu elevado teor de purina, as pessoas com gota ou ácido úrico alto devem evitar comer alfafa.

Se você tiver alguma doença e tem dúvidas sobre o consumo deste ou de qualquer outro alimento, lembre-se sempre de consultar um especialista antes de consumir ou aplicar qualquer remédio.

Gostou de conhecer estes benefícios da alfafa? Não deixe de incluí-la em seu dia a dia para aproveitar todas as suas propriedades!

  • World Health Organization. (2013). OMS | Enfermedades cardiovasculares. World Health Organization. https://doi.org//entity/mediacentre/factsheets/fs317/es/index.html
  • Van Beneden, C. A., Keene, W. E., Strang, R. A., Werker, D. H., King, A. S., Mahon, B., Hedberg, K., Bell, A., Kelly, M. T., Balan, V. K., Mac Kenzie, W. R., and Fleming, D. Multinational outbreak of Salmonella enterica serotype Newport infections due to contaminated alfalfa sprouts. JAMA 1-13-1999;281:158-162.