6 alimentos ricos em colesterol ruim (LDL)

· 18 de janeiro de 2018
O colesterol ruim (LDL) pode formar placas nas paredes das artérias e causar problemas cardiovasculares importantes. Por isso, devemos controlar seus níveis para evitar complicações.

O acúmulo de colesterol nas artérias, uma doença conhecida como hipercolesterolemia, é um dos males que mais afetam a população atual. Por este motivo, precisamos saber quais são e começar a evitar os alimentos ricos em colesterol ruim.

Este lipídio, que, em certa medida, é necessário para o organismo, é secretado pelo fígado e também está presente em alguns alimentos.

Depois de sintetizado, participa na formação dos ácidos biliares, no trabalho cardiovascular e em uma série de outros processos essenciais para a saúde.

O problema é que, em quantidades excessivas, provoca vários desequilíbrios e, após formar placas nas paredes das artérias, aumenta de forma alarmante o risco de doenças coronárias.

Por esse motivo, para evitar complicações de saúde, é importante conhecer como se manifesta e quais são os alimentos ricos em colesterol ruim, para que possamos evitá-los.

O que é o colesterol ruim (LDL)?

As lipoproteínas de baixa densidade (LDL), mais conhecidas como “colesterol ruim”, são um tipo de gordura que tende a se depositar nas paredes das artérias, formando placas de ateroma.

É um dos principais fatores de risco de doenças do sistema cardiovascular e, devido à maneira como se desenvolve, é considerado um dos “assassinos silenciosos” do ser humano.

Uma pessoa tem hipercolesterolemia quando seus níveis de colesterol LDL estão acima dos 130 mg/dl. Há também um importante fator de risco quando os níveis de “colesterol bom” (HDL) são inferiores a 35 mg/dl em homens e a 40 mg/dl em mulheres.

Sintomas de colesterol alto

Artérias entupidas de gordura

As manifestações clínicas do colesterol alto podem variar em cada paciente. Geralmente, quando a doença está em seus estágios iniciais, não aparecem sintomas que chamem a atenção.

Conforme vai se desenvolvendo, você pode experimentar:

  • Sensação de estômago pesado e indigestão
  • Sensação de fadiga
  • Prisão de ventre
  • Agitação ao realizar movimentos
  • Halitose (mau hálito)
  • Inflamação das extremidades do corpo
  • Tonturas
  • Dor de cabeça
  • Visão embaçada
  • Dores no peito

Quais são os alimentos ricos em colesterol ruim (LDL)?

Existem vários fatores que podem influenciar no acúmulo de colesterol ruim (LDL) nas artérias. No entanto, a maioria dos casos têm algum tipo de relação com o consumo excessivo de alimentos que contêm grandes quantidades desta substância.

É por isso que, tanto para prevenir como para controlar o problema, é primordial excluir esses alimentos ricos em colesterol ruim da sua dieta regular, substituindo-os por opções saudáveis.

1. Laticínios integrais

Laticínios integrais

Por seu alto teor de gorduras saturadas, os laticínios integrais devem ser excluídos da alimentação dos pacientes com problemas de colesterol.

O ideal é substituí-los pelas opções “semidesnatadas” ou “desnatadas”, que possuem um menor teor de lipídios.

Alguns exemplos de laticínios integrais são:

  • Leite integral
  • Creme de leite
  • Leite condensado
  • Nata
  • Manteiga e margarina

2. Queijos

A composição nutricional dos queijos, incluindo o seu nível de colesterol, varia de acordo com o tipo. Enquanto alguns contêm níveis mínimos de colesterol, outros concentram quantidades elevadas que representam um alto risco.

Os que mais contêm gorduras saturadas e colesterol LDL (colesterol ruim) são aqueles que passaram por um processo de cura.

3. Carnes vermelhas

Carnes vermelhas

Ainda que façam parte da alimentação regular de muitas pessoas em todo o mundo, as carnes vermelhas são um dos alimentos com maior teor de colesterol e gordura saturada.

Não é aconselhado abusar do seu consumo e, além disso, recomenda-se escolher cortes magros, eliminando toda a gordura visível.

4. Miúdos e vísceras

Esses alimentos são uma fonte importante de vitaminas A, B e D, e de minerais como o potássio e o ferro.

Apesar disso, o seu consumo deve ser moderado e ocasional, pois contêm muito colesterol e gordura saturada.

5. Maionese

Maionese

A maionese, e, em geral, muitos dos molhos comerciais, contêm um alto nível de gordura saturada, colesterol e calorias.

É fácil se esquecer disso. No entanto, seu consumo regular pode influenciar no acúmulo deste lipídio nas artérias.

6. Doces industrializados

Os doces e pães industrializados contêm altas concentrações de açúcar, gorduras saturadas e gorduras hidrogenadas.

Isso, em conjunto, potencializa os efeitos do colesterol ruim (LDL) nas artérias, facilitando a formação de placa.

Você consome esses alimentos ricos em colesterol ruim regularmente? Mesmo que ainda não tenha níveis elevados de colesterol, é importante começar a reduzir o seu consumo como medida preventiva.

Em seu lugar, convém aumentar o consumo de fontes de ômega 3, antioxidantes e fibra dietética que, em conjunto, favorecem a decomposição desta substância.