5 sinais emitidos pelas unhas das mãos

· 18 de abril de 2017
Unhas frágeis e quebradiças se devem a um déficit de vitaminas, por isso é importante melhorar a dieta. Caso o problema persista, aconselha-se procurar um especialista

As unhas das mãos são vistas somente como um fator estético. Porém,  podem dar sinais de que há algo de errado com a saúde.

Já parou para observá-las alguma vez? Estão frágeis? Quebradiças?

Caso sim, estas e outras características são advertências de que algo não está tão bem no organismo. Além disso, talvez seja carência de alguma vitamina ou um quadro anêmico.

Nesse sentido, abordaremos sobre os sinais que as unhas das mãos podem estar gritando e você não percebe.

Reveja a lista e preste atenção.

1.Unhas das mãos secas e frágeis 

Unhas das mãos secas e frágeis

Esta condição pode se relacionar com:

  • Problemas de tireoide
  • Anemia
  • Fungos

Se as unhas ficarem extremamente secas e quebradiças da noite para o dia, a causa pode ser anemia ou problemas na tireoide.

E, certamente, o óleo de cutícula não trará solução para o problema.

Por isso, verifique os níveis hormonais e certifique-se de que a tireoide está sob controle. Ainda, considere que isso não está associado ao peso.

Existe uma falsa crença de que somente pessoas com sobrepeso apresentam problemas na tireoide, ou relacionam o baixo peso com a anemia.

Na verdade, estas enfermidades nem sempre andam de mãos dadas. Ademais, saiba que o fungo também pode tornar as unhas das mãos secas e fracas.

Leia também: A anemia afeta a nossas emoções?

2.Unhas descoloridas

Condição associada a:

Unhas saudáveis apresentam coloração rosada com luas brancas próximas da base.

As diferentes tonalidades podem ser representadas assim:

  • Verde = Infecção bacteriana.
  • Estrias vermelhas na base = Infecção na válvula cardíaca.
  • Azuladas = Baixos níveis de oxigênio no sangue.
  • Pálidas = Deficiência de vitaminas.
  • Brancas = Hepatite ou anemia.
  • Listras escuras na parte superior = Envelhecimento e insuficiência cardíaca congestiva.
  • Linhas escuras embaixo da unha = Câncer de pele.

Fique atento a essas cores e examine as mãos sempre que puder.

3.Unhas lascadas ou rachadas

 Unhas lascadas ou rachadas

Se as mãos permanecerem sempre na água, as unhas constantemente passarão da hidratação à desidratação. Com o tempo, isto pode ocasionar quebra e rachadura.

Além disso, o hábito de roer as unhas pode causar o mesmo efeito.

O ideal é usar luvas.

Este problema também pode fazer com que as unhas se desprendam camada após camada.

Esta condição pode ser indicadora de uma deficiência de:

Caso observe alguns desses sintomas, aumente a ingestão de vitamina C. Ademais, consuma frutas como laranja ou toranja, pelo menos uma vez ao dia.

A manga é rica em ácido fólico, por isso, adicione-a à lista.

4.Unhas muito espessas

Não deve haver nenhum problema se a espessura não for acompanhada de descoloração e forem fortes e saudáveis.

Se as unhas ficaram muito espessas dentro de pouco tempo, sem que tenha realizado tratamento para fortalecê-las, pode ser sinal de alguma doença pulmonar.

Unhas grossas não significam que sejam fortes, especialmente se parecem deformadas.

Se ao tomar um medicamento, notou que, de repente, ficaram mais grossas; comente com o médico, pois pode ser uma reação alérgica.

5.Unhas das mãos com estrias ou bolhas Unhas das mãos com estrias ou bolhas

Às vezes, por questões de trabalho, as unhas das mãos podem sofrer algum tipo de agressão provocando algumas pequenas estrias na superfície.

Mas, se não houve nenhum dano e mesmo assim nota-se a presença de várias estrias em uma ou em várias unhas, aconselha-se observar o cabelo ou a pele.

A deficiência de minerais e vitaminas ademais pode ocasionar psoríase ou queda de cabelo.

Este problema normalmente é tratado melhorando a alimentação ou com o consumo de complexo vitamínico.

Visite este artigo: 6 truques e remédios naturais para aliviar a psoríase

Observe as unhas

Como se pode ver, as unhas não servem apenas para decorar com esmalte ou para agarrar melhor as coisas.

Além disso, podem ser o canal de comunicação através do qual o corpo sinaliza que algo não funciona como deveria.

Imagem principal cortesia de © wikiHow.com