5 remédios para a dor nos ossos

Seguir uma dieta correta e se exercitar é importante para prevenir e aliviar a dor nos ossos.
5 remédios para a dor nos ossos

Última atualização: 27 julho, 2022

A dor nos ossos pode afetar qualquer pessoa, uma vez que a saúde do sistema ósseo depende de muitos fatores, como se exercitar ou seguir uma dieta rica em cálcio e vitamina D.

No entanto, pessoas que sofrem de osteoporose estão mais propensas a sofrer lesões. Esta doença enfraquece os ossos, pois diminui a massa óssea. Portanto, o osso é menos resistente e mais propenso a quebrar.

Siga estas dicas para ter ossos fortes.

1. Alimentos ricos em vitamina D

Vitamina D

A vitamina D favorece a absorção de cálcio, ajudando a mineralização óssea. A deficiência de vitamina D, segundo afirma a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, pode ser devida a maus hábitos alimentares ou falta de exposição ao sol, entre outras causas.

Em casos graves, pode levar a doenças como o raquitismo em crianças e a osteomalácia em adultos. Também pode afetar o fígado e enfraquecer o corpo, pois o cálcio e o fósforo no sangue não são regulados adequadamente.

Entre os alimentos naturais ricos em vitamina D, destacam-se os peixes azuis. O peixe azul contém entre 2 e 5% de gordura e é rico em proteína. Por sua vez, contém entre 7 e 22 ug de vitamina D a cada 100 gramas.

Os peixes mais recomendados são:

  • Sardinha
  • Salmão
  • Arenque

Preparados cozidos ou defumados, é a melhor maneira de manter as suas propriedades.

2. Óleo de bacalhau

Óleo de bacalhau para a dor óssea

Extraído do fígado de bacalhau, este óleo é usado como um remédio essencial para combater a osteoartrite, uma doença crônica que afeta as articulações (desgastando-as) e que e causa dor quando os ossos se esfregam.

Isso se deve ao alto teor de ácidos graxos ômega 3, responsáveis, segundo este estudo realizado pela Universidade do Chile, pela inflamação.

Embora anteriormente recomendado para o desenvolvimento do sistema ósseo em crianças, hoje é geralmente mais usado como um complemento para aliviar os sintomas da dor.

3. Gengibre

Gengibre

gengibre é uma raiz com propriedades analgésicas e anti-inflamatórias que podem ajudar a reduzir a dor causada por doenças ósseas tais como a artrite. De fato, de acordo com este estudo realizado pela Universidade Qazvin (Irã), é tão eficaz quanto o ibuprofeno.

Pode ser usado de diferentes maneiras, embora o mais comum seja tomá-lo no chá ou aplicado como compressa. Em ambos os casos, a raiz macerada e a água quente são usadas.

4. Urtiga 

Urtiga

A urtiga possui propriedades diuréticas que ajudam a desinflamar as áreas afetadas pelas dores nas articulações ou nos ossos, como garante este estudo da Universidade de Isfahan (Irã).

O mais comum é tomá-la como uma infusão.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de urtiga (15 g)
  • 1 xícara de água (250 ml)

Preparação

  • Aqueça a água e, quando estiver fervendo, adicione a urtiga.
  • Deixe em infusão por 10 minutos, coe e beba.

Recomenda-se beber três xícaras desse chá por dia para ajudar a circulação do sangue.

5. Camomila

Chá de camomila

Da mesma forma que a urtiga, o óleo de camomila tem propriedades anti-inflamatórias que ajudam na dor nos ossos, conforme afirmado por uma pesquisa realizada pela Universidade de Camaguey (Cuba). Aplique-o com massagens e movimentos que ajudem a circulação.

Esses remédios naturais podem aliviar o desconforto, mas recomendamos que você vá a um especialista para receber um diagnóstico e tratamento adequados.

Pode interessar a você...
Tratamento para fortalecer os ossos e as articulações
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Tratamento para fortalecer os ossos e as articulações

Descubra neste artigo uma deliciosa receita completamente caseira, natural e saudável para fortalecer os ossos e as articulações.



  • Arthritis Foundation ¿Es Bueno el Té de Jengibre para la Artrosis? Formas de Consumirlo. Retrieved October 24, 2018, from https://arthritis-foundation.com/artrosis/es-bueno-el-te-de-jengibre-para-la-artrosis-formas-de-consumirlo/
  • Bouillon, R., Norman, A. W., & Lips, P. (2007). Vitamin D deficiency. The New England Journal of Medicine. https://doi.org/10.1056/NEJMc072359
  • Chircov C, Miclea I. I, et al. Essential oils for bone repair and regeneration. Mechanisms and applications. Materials. Abril 2021. 14 (8): 1867.
  • Clínica Universidad de Navarra. Cómo mejorar su artrosis. Cuidados en casa y consejos. Retrieved October 24, 2018, from https://www.cun.es/enfermedades-tratamientos/cuidados-casa/como-mejorar-artrosis
  • Copping, A. M. (1934). Origin of vitamin D in cod-liver oil: vitamin D content of zooplankton. The Biochemical Journal, 28(4), 1516–1520. Retrieved from http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16745541
  • Cosman, F., de Beur, S. J., LeBoff, M. S., Lewiecki, E. M., Tanner, B., Randall, S., … National Osteoporosis Foundation. (2014). Clinician’s Guide to Prevention and Treatment of Osteoporosis. Osteoporosis International : A Journal Established as Result of Cooperation between the European Foundation for Osteoporosis and the National Osteoporosis Foundation of the USA, 25 (10), 2359–2381. https://doi.org/10.1007/s00198-014-2794-2
  • Goldman H. Essential nutrients your body needs for building bones. Harvard Medical School. Enero 2022.
  • Hajhashemi V, Kloosahani V. Antinocioceptive and anti-inflammatory effects of Urtica dioica leaf extract in animal-models. Avicena Journal of Phytomedicine. Primavera 2013. 3 (2): 193-200.
  • Holick, M. F. (2007). Vitamin D Deficiency. New England Journal of Medicine, 357 (3), 266–281. https://doi.org/10.1056/NEJMra070553
  • Mayo Clinic. Insuficiencia de vitamina D – Retrieved October 24, 2018, from https://www.mayoclinic.org/es-es/healthy-lifestyle/nutrition-and-healthy-eating/expert-answers/vitamin-d-deficiency/faq-20058397
  • Moyer, V. A., & U.S. Preventive Services Task Force*. (2013). Vitamin D and calcium supplementation to prevent fractures in adults: U.S. Preventive Services Task Force recommendation statement. Annals of Internal Medicine, 158 (9), 691–696. https://doi.org/10.7326/0003-4819-158-9-201305070-00603
  • Paolucci T, Saraceni V.M, et al. Management of chronic pain in osteoporosis: challenges and solutions. Journal of Pain Research. Abril 2016. 9: 177-186.
  • Rayati F, Hajmanouchehri F, et al. Comparison of anti-inflammatory and analgesic effects og Ginger powder and Ibuprofen in post surgical pain model: a randomized, double-blind, case-control clinical-trial. Dental Research Journal. Febrero 2017. 14 (1): 1-7.
  • Tüzün S, Aktas I, et al. Yoga might be an alternative training for the quality of life and balance in postmenopausal osteoporosis. European Journal of Physical and Rehabilitation Medicine. Marzo 2010. 46 (1): 69-72.
  • Valenzuela R, Tapia G, et al. Ácidos grasos omega 3 (EPA y DHA) y su aplicación en diversas situaciones clínicas. Revista Chilena de Nutrición. Septiembre 2011. 38 (3).
  • Weaver, C. M., & Cheong, J. M. K. (2005). Soy Isoflavones and Bone Health: The Relationship Is Still Unclear. The Journal of Nutrition, 135 (5), 1243–1247. https://doi.org/10.1093/jn/135.5.1243
  • Vitamin D Deficiency. (2007). New England Journal of Medicine, 357(19), 1980–1982. https://doi.org/10.1056/NEJMc072359