5 motivos que podem aumentar a pressão sanguínea

06 Janeiro, 2020
Existem fatores de risco associados aos nossos hábitos diários que podem aumentar sua pressão sanguínea.

A pressão arterial alta, também conhecida como hipertensão, é uma doença que coloca nossa saúde em grave risco.

A pressão sanguínea é essencial para a circulação normal do sangue e é a força exercida pelo sangue nas artérias quando viaja através do nosso corpo para irrigar os órgãos.

A pressão arterial elevada começa quando as arteríolas são estreitadas, forçando o coração a trabalhar mais para bombear o sangue. As consequências da hipertensão podem variar de insuficiência cardíaca e acidente vascular cerebral a infartos.

Com a pressão alta, o risco de sofrer um ataque cardíaco ou derrame cerebral aumenta 60%.

Pressão alta, a “morte silenciosa”

A hipertensão é assintomática, por isso geralmente passa despercebida na maioria dos casos, sendo notada apenas quando já existem sérios problemas em nossa saúde.

Cerca de 31% da população mundial sofre de hipertensão. Aproximadamente 16 milhões de pessoas nem sabem que a têm.

Existe uma predisposição genética para sofrer dessa doença. Pesquisas recentes mostraram que as modificações sofridas por alguns genes afetam a ação reguladora do sal e outras mutações.

No entanto, nem sempre sofremos de hipertensão por esse motivo. Também é importante evitar o estilo de vida sedentário e cuidar dos hábitos alimentares.

5 motivos que podem aumentar a pressão sanguínea

Cada caso de hipertensão tem suas particularidades. No entanto, existem fatores de risco que podem aumentar sua pressão sanguínea. A maioria desses fatores está associada aos nossos hábitos diários.

1. Sobrepeso

Sobrepeso

Estudos recentes mostraram que as pessoas com excesso de peso ou obesidade tendem a aumentar a resistência dos vasos sanguíneos, portanto, o coração precisa trabalhar fazendo mais esforço.

Perder peso reduz o aumento da pressão arterial, diminuindo assim o risco de doenças cardiovasculares.

2. Estilo de vida pouco saudável

O consumo excessivo de álcool, o hábito de fumar, a ingestão excessiva de sal e a falta de atividade física favorecem a pressão arterial elevada.

O estilo de vida sedentário tão profundamente enraizado em nossa cultura afeta negativamente os casos de hipertensão em adultos e jovens.

Tente se exercitar todos os dias. Você pode começar com passeios de meia hora todos os dias e depois adicionar outros exercícios de cardio à sua rotina.

Mantenha uma dieta equilibrada, rica em frutas e vegetais. Produtos com baixo teor de gordura e grãos integrais dão uma contribuição significativa para sua saúde.

Estudos clínicos determinaram que raiva, hostilidade, estresse e outras emoções e sentimentos fortes não resolvidos contribuem para a pressão arterial elevada.

3. Causas clínicas

Saúde renal

A pressão arterial alta pode estar relacionada a doenças renais crônicas, problemas de tireoide, diabetes e apneia do sono.

Alguns estudos determinaram que 10% dos pacientes sofrem de hipertensão secundária. Ou seja, a pressão arterial alta é causada por outra condição clínica.

4. Medicamentos

Alguns medicamentos podem aumentar sua pressão arterial. Isso acontece porque alteram o equilíbrio de sódio e fluidos que existe no corpo, o que provoca a contração dos vasos sanguíneos, causando hipertensão arterial.

Entre esses medicamentos estão os usados para tratar a asma, os hormonais (como contraceptivos), certos anti-inflamatórios não esteroides, alguns antidepressivos e analgésicos.

5. A idade

Enfermeira cuidando de idosa

Pessoas com mais de 40 anos são mais propensas à pressão alta. Isso ocorre porque, com a idade, os vasos sanguíneos se enfraquecem, perdendo elasticidade .

As artérias mudam e se endurecem ao longo dos anos fazendo com que o coração  seja sobrecarregado. O coração aumenta de tamanho para realizar o trabalho adicional.

Portanto, quanto maior o coração, mais sangue e oxigênio exigirá, mas nem sempre será capaz de manter os níveis adequados de circulação.

Por esse motivo, é essencial sempre manter bons hábitos de vida para enfrentar a passagem do tempo desfrutando de uma vida saudável.

Evite refeições pré-cozidas e comer mais sal do que você precisa. Reduza o consumo de álcool e tente fumar cada dia menos, até conseguir eliminar ambos os hábitos por completo.

Modificando seu modo de vida e tomando medicamentos prescritos pelo seu médico, você poderá controlar a pressão arterial e reduzir os efeitos colaterais.

Lembre-se de que a pressão arterial alta pode não causar mal-estar, mas o perigo está presente. Portanto, siga as indicações do seu médico e não ignore a seriedade do assunto.

  • Wu CY, Hu HY, Chou YJ, Huang N, Chou YC, Li CP. High Blood Pressure and All-Cause and Cardiovascular Disease Mortalities in Community-Dwelling Older Adults. Medicine (Baltimore). 2015;94(47):e2160. doi:10.1097/MD.0000000000002160
  • National Institute on Aging. (n.d.). High Blood Pressure. Retrieved on May 19, 2020 from https://www.nia.nih.gov/health/high-blood-pressure
  • Jiang SZ, Lu W, Zong XF, Ruan HY, Liu Y. Obesity and hypertension. Exp Ther Med. 2016;12(4):2395‐2399. doi:10.3892/etm.2016.3667
  • Kulkarni, S., O’Farrell, I., Erasi, M., & Kochar, M. S. (1998, December). Stress and hypertension. Wisconsin Medical Journal. https://doi.org/10.1177/003693307301800413
  • Elliott WJ. Drug interactions and drugs that affect blood pressure. J Clin Hypertens (Greenwich). 2006;8(10):731‐737. doi:10.1111/j.1524-6175.2006.05939.x
  • National High Blood Pressure Education Program. The Seventh Report of the Joint National Committee on Prevention, Detection, Evaluation, and Treatment of High Blood Pressure. Bethesda (MD): National Heart, Lung, and Blood Institute (US); 2004 Aug. Drugs and Other Agents Affecting Blood Pressure. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK9635/
  • Mukamal KJ. The effects of smoking and drinking on cardiovascular disease and risk factors. Alcohol Res Health. 2006;29(3):199‐202.