3 dicas naturais para acabar com a sinusite

· 30 de maio de 2016
Graças a suas propriedades depurativas, tanto o alho quanto a pimenta caiena e o gengibre podem ser muito úteis para minimizar os sintomas da sinusite.

Muco? Congestão? Dor de cabeça? Quando os tecidos moles que revestem as cavidades ósseas da cabeça (seios) inflamam e infeccionam, podemos dizer que sofremos de sinusite.

Se, além disso, for uma situação habitual que dure mais de 12 semanas, é possível  que seja crônica. Pelo contrário, se a sinusite aparece depois de um resfriado ou alergia, dizemos que é aguda.

Dessa forma, neste artigo, queremos compartilhar três dicas naturais para acabar com a sinusite aguda e aliviar ou melhorar significativamente a crônica.

Causas da sinusite

 a sinusite

Saber a causa da sinusite pode ser de grande ajuda para tratá-la corretamente:

  • Vícios prejudiciais como o tabaco em fumantes ativos, mas também naqueles que são passivos.
  • Infecções causadas por vírus, fungos ou bactérias.
  • Alergias 
  • Pólipo nasal.
  • Doenças crônicas, como a diabetes ou a fibrose cística.
  • Tumores

Remédios naturais para eliminar a sinusite

1. Vapores de hortelã com eucalipto

 a sinusite

Os vapores são uma antiga terapia natural e caseira que consiste em fazer a inalação de vapores de certas plantas medicinais a fim de descongestionar as vias aéreas e suavizar e expelir o muco acumulado.

Para combater a sinusite, selecionamos duas plantas que, por suas propriedades medicinais, são muito adequadas para melhorar o funcionamento do sistema respiratório: a hortelã e o eucalipto branco.

De que precisamos?

  • 1 panela média com tampa
  • 1 litro de água
  • 5 colheres de sopa de hortelã e eucalipto branco (50 g)
  • Uma toalha

Como fazer?

  • Primeiramente, colocamos para a água com as plantas medicinais no fogo. Quando começar a ferver, desligamos o fogo e deixamos repousar durante 5 minutos.
  • Em seguida, devemos nos posicionar em cima da panela, com muito cuidado para não chegarmos muito perto e nos queimarmos. Depois, colocamos uma toalha na cabeça para melhorar as inalações.
  • Permanecemos nesta posição por 10 minutos, respirando profundamente pelo nariz.
  • Em seguida, lavamos o rosto com água fria para acalmar a vermelhidão da pele.
  • Podemos fazer estes vapores duas ou três vezes por semana. Ao sentirmos uma melhora nos sintomas, faremos um espaçamento na manutenção das vaporizações, a uma cada uma ou duas semanas.

2. Irrigações com o higienizador nasal

 a sinusite

irrigador nasal tibetano é um utensílio de plástico ou cerâmica semelhante a um jarro que permite a introdução de um líquido através de uma das narinas que sai naturalmente e sem pressão pela outra.

Dessa forma, conseguimos limpar as vias respiratórias de forma muito mais suave do que com as seringas que também são utilizadas para este fim.

Quando fizermos esta terapia, devemos estar sempre de boca aberta e alternar as duas narinas. Este conselho é essencial para realizá-la corretamente.

Podemos comprar líquidos prontos para esta finalidade ou desenvolver nosso próprio soro com uma parte de água do mar e duas partes de água natural.

Ou, ainda, o soro também pode ser preparado com um litro de água e três colheres de chá de sal marinho dissolvido, para atingir um pH semelhante ao do nosso organismo.

Podemos encontrar o irrigador nasal em lojas de produtos naturais e de ervas.

Visite este artigo: Como eliminar a congestão nasal em menos de 1 minuto

3. Alho, pimenta caiena e gengibre todos os dias

Há três alimentos medicinais com propriedades depurativas que são muito benéficos no tratamento natural da sinusite: o alho, a pimenta caiena e o gengibre.

Alho

Para que o alho seja terapêutico, devemos consumi-lo em seu estado bruto, ou seja, cru. Podemos adicioná-lo às refeições, triturado ou esmagado, como, por exemplo, em molhos, ensopados, vinagrete, arroz, etc.

Além disso, nós também podemos fazer a cura tibetana do alho ou, se não conseguimos digeri-lo, podemos comprá-lo em cápsulas.

Leia também: Descubra a antiga cura tibetana com alho

Pimenta caiena

Esta especiaria é muito apimentada e, sem dúvida, muito benéfica para a circulação, o metabolismo, a digestão, etc.

No caso da sinusite, momentos depois de consumi-la, começamos a notar que o muco nasal é diluído e o corpo nos impulsiona a expulsá-lo. 

Devemos, portanto, começar com quantidades pequenas, como uma pitada, adicionando a receitas como ensopados, sopas, etc.

Gengibre

Esta raiz exótica tem efeitos semelhantes ao da pimenta caiena e podemos usá-la tanto como tempero (em todos os tipos de pratos, incluindo carne e peixe), quanto ralada e adicionada a molhos, sucos, vitaminas, biscoitos ou chá.

Além disso, para maior comodidade, nós também podemos consumir o gengibre em pó.