3 analgésicos naturais para aliviar a dor intensa da enxaqueca

Para aliviar a enxaqueca ou prevenir seus surtos é muito importante evitar alimentos ou situações de gatilho, além de aproveitar as propriedades de alguns remédios.
3 analgésicos naturais para aliviar a dor intensa da enxaqueca

Última atualização: 20 Agosto, 2018

A enxaqueca é uma das condições mais comuns presentes na sociedade. Muitas pessoas sofrem com os desconfortos gerados por esse problema todos os dias e devem lidar com uma dor intensa acompanhada de vômitos.

Essa dor de cabeça aparece a qualquer momento e impede de realizar as atividades diárias normalmente. Neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre essa condição e ofereceremos alternativas naturais que ajudarão você a lutar contra a enxaqueca em casa.

Causas

A seguir, falaremos sobre o motivo dessa condição, pois há muitos fatores que podem levar a esse problema:

  • O consumo de cafeína, alimentos ricos em glutamato monossódico e carnes ricas em nitratos.
  • Excesso de calor e mudanças na pressão atmosférica, principalmente baixas pressões, também podem atuar como gatilhos.
  • Alguns cheiros fortes.
  • Hábitos tóxicos, como o consumo de álcool e fumo.
  • Em muitos casos, a falta de sono e, por vezes, sono excessivo, podem desencadear uma crise.

Devemos estar cientes de que uma dieta saudável e uma rotina acompanhada de bons hábitos são essenciais para gozar de uma boa saúde.

Lembre-se de que você pode tomar a decisão sobre o que consome. Cada um de nós é livre e deve tentar, tanto quanto possível, escolher as melhores alternativas.

Sintomas

Podemos falar sobre dois tipos de enxaqueca: a crônica e a esporádica. A primeira ocorre quando você tem enxaqueca por mais de 15 dias no mês e por mais de três meses, enquanto a média da esporádica é geralmente em torno de 3 vezes por mês.

A seguir, falaremos sobre a aura da enxaqueca, que aparece antes mesmo da dor intensa. Preste muita atenção:

  • Na enxaqueca, as alterações visuais são muito frequentes, como ofuscamento, fotofobia ou visão em túnel.
  • Você também pode produzir pontos cegos (escotomas) ou ver estrelas, luzes em ziguezague piscantes (fosfenos), entre outros.
  • Alteração da sensação nas extremidades, como formigamento ou dormência.
  • Sensação de língua pastosa ou dificuldade em articular palavras.
A enxaqueca pode provocar tontura

Entre outros sintomas, o paciente com enxaqueca apresenta:

  • Vertigem
  • Náusea
  • Sonolência ou tendência para dormir
  • Dificuldade de concentração

Remédios naturais para os sintomas da enxaqueca

No momento em que os sintomas aparecerem, é muito importante ir a um especialista, pois cada paciente pode precisar de um tratamento diferente. A seguir, apresentaremos analgésicos naturais que ajudarão você a combater esses sintomas, e que serão excelentes complementos de qualquer tratamento para este problema.

1. Infusão de gengibre e limão para a enxaqueca

O gengibre contém uma substância ativa conhecida como gingerol, que lhe confere propriedades analgésicas e anti-inflamatórias. Isso, juntamente com os nutrientes do limão, ajuda a relaxar os vasos sanguíneos, controlando as fortes dores de cabeça.

Ingredientes

  • 1 xícara de água (250 ml)
  • 1 colher de chá de raiz de gengibre ralado (5 g)
  • O suco de ½ limão

Preparação

  • Ferva o copo de água.
  • Quando chegar a ferver, adicione a colher de chá de gengibre e deixe por mais dois minutos.
  • Retire do fogo, adicione o limão e deixe descansar.
  • Recomenda-se tomar duas a três vezes por dia enquanto ainda estiver quente.

2. Camomila e mel para a enxaqueca

Camomila e mel para a enxaqueca

Os efeitos analgésicos e anti-inflamatórios das flores de camomila podem acalmar a tensão causada pelas enxaquecas. Essa mistura restaura a circulação sanguínea e, ao melhorar o processo de oxigenação celular, reduz a inflamação que gera as dores de cabeça.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de flores de camomila (15 g)
  • 1 xícara de água (250 ml)
  • ½ colher de sopa de mel (12 g)

Preparação

  • Aqueça a água junto com as flores de camomila até ferver.
  • Retire do fogo e deixe descansar.
  • Coe e adoce com uma colherada de mel.
  • Recomenda-se beber enquanto ainda estiver morno, duas vezes por dia.

3. Infusão de erva-de-santa-maria para a enxaqueca

A erva-de-santa-maria não é tão popular quanto outras plantas, no entanto, é um ingrediente analgésico e sedativo que pode diminuir a dor severa causada por essa condição. Ela pode ser comprada em herbanários, e o melhor de tudo é que pode ser consumida ocasionalmente como um método preventivo.

Ingredientes

  • 1 xícara de água (250 ml)
  • 1 colher de sopa de erva-de-santa-maria (15 g)

Preparação

  • Aqueça a água e, quando estiver fervendo, adicione a erva-de-santa-maria e deixe em infusão até ferver novamente.
  • Retire do fogo e deixe descansar.
  • Recomenda-se beber enquanto ainda estiver quente, antes de cada refeição.

Uma coisa que você deve levar em conta é que a situação piora com a atividade física. Então, o descanso será uma parte fundamental do tratamento desta condição tão incômoda.

Pode interessar a você...
Causas das enxaquecas que você não conhecia
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Causas das enxaquecas que você não conhecia

Um dos desencadeantes mais comuns das enxaquecas são as mudanças de pressão atmosférica, mas também existem outras causas... confira!