10 coisas curiosas que acontecem enquanto dormimos

· 16 de janeiro de 2015
Enquanto dormimos, nosso corpo realiza muitas funções básicas, mas também fascinantes fenômenos ocorrem durante a noite. Confira aqui os mais comuns.

Quando fechamos os olhos, desejamos basicamente conseguir um sono tranquilo e reparador. Mas, na realidade, nosso corpo experimenta fascinantes fenômenos enquanto dormimos, você ficará encantado em conhecer. Está preparado para se surpreender?

1. Repentinas sacudidas, saltos e puxões enquanto dormimos

Repentinas sacudidas, saltos e puxões enquanto dormimos

Certamente já lhe aconteceu alguma vez. Você acaba de conciliar o sono e de repente, dá um salto. Trata-se de algo muito comum que todos nós experimentamos de modo frequente, e não, não é grave.

Trata-se de um fenômeno conhecido como impulso hipnótico que acontece unicamente quando estamos dormindo. Deve-se a uma preparação de nosso corpo às mudanças que experimentamos durante o sono.

Nossas funções ficam mais lentas e, em certos casos, o cérebro interpreta essa mudança como uma queda. Daí essa reação.

2. Paralisia do sono

É algo que muitas pessoas experimentam. Acontece unicamente durante a fase de sono mais profunda, conhecida como REM (Rapid Eye Movement, ou Movimento Rápido dos Olhos).

São instantes em que, de repente, tomamos consciência de que estamos sonhando, sabemos que, por exemplo, esse horrível pesadelo no qual estamos imersos não é real, mas por mais que tentemos reagir e nos mover, não conseguimos.

Nossos braços e pernas ficam paralisados. É um fenômeno que chega a ser muito terrível, porque ficamos incapazes de reagir mesmo sabendo que estamos sonhando.

Este é o momento que os pesadelos são mais vívidos.

3. Os dentes rangem enquanto dormimos

Os dentes rangem enquanto dormimos

É o que se conhece como bruxismo. Nossos dentes rangem devido ao estresse ou até mesmo por um desalinho na mandíbula.

Isto pode nos fazer acordar com dor na mandíbula ou com outros problemas dentais.

4. Falamos em voz alta

Já aconteceu com você ou com alguma pessoa perto de você? É muito comum e em certos casos pode causar problemas entre o casal.

Podemos dizer em voz alta uma palavra ou uma frase, e inclusive verbalizar uma pequena conserva. São fenômenos que logo esquecemos e por mais que tentemos lembrar “o que falamos”, somos incapazes de fazê-lo.

5. Excitação sexual enquanto dormimos

Excitação sexual enquanto dormimos

Não é nenhuma surpresa. É frequente, por exemplo, que os homens tenham ereções noturnas, algo que se deve basicamente a um efeito natural e saudável, posto que o sangue tende a se oxigenar e acaba provocando essa súbita ereção.

Mas este efeito não é exclusivo dos homens. As mulheres também experimentam em certas ocasiões essa sensação de excitação acrescentada por alguns sonhos.

Esta excitação deve-se à secreção de determinados hormônios durante a noite que são capazes de induzir este curioso estado.

6. Movemos mais os olhos

Apesar de ter as pálpebras fechadas, nossos olhos não param de se mexer, em especial durante a fase REM. A verdade é que os cientistas ainda não chegaram a um consenso do motivo disso acontecer.

Ainda que muitos o relacionem com a maior estimulação neuronal, essa atividade cerebral tão intensa nos permite organizar lembranças, classificar informação e otimizar nossa memória.

Daí a necessidade biológica indispensável de desfrutar de um sono tranquilo e reparador.

Conheça: Truques para exercitar o cérebro e melhorar a memória

7. Somos um pouco mais altos a noite

Somos um pouco mais altos enquanto dormimos

Surpreendido? Certamente, mas fique tranquilo, ficamos somente “um pouquinho” mais altos, nada mais.

Isso se deve basicamente ao fato de que nossa coluna durante a noite se separa um pouco mais ao se hidratar, permitindo com isso que o espaço entre os discos e entre as vértebras se distancie levemente, nos dando mais altura.

Mas quando a manhã chega, os discos voltam a se contrair para sua posição original. Curioso, não?

8. O cérebro se desintoxica à noite

Como você pode ver, dormir é imprescindível para a nossa saúde e em especial para o cérebro, que está incrivelmente ativo durante estas horas noturnas.

Além de organizar informações e classificá-las, depura toxinas e elementos que não fazem falta durante estes momentos graças ao sistema linfático.

É deste modo, por exemplo, que a proteínas que protegem nosso cérebro são otimizadas, evitando assim doenças como o Alzheimer.

Leia também: 5 dicas para ajudar um paciente com Alzheimer

9. Hormônios de crescimento são secretados nas crianças

Hormônios são liberados enquanto dormimos

As crianças precisam dormir para crescer; é imprescindível para que o hormônio do crescimento humano seja liberado e permita que os músculos e ossos cresçam.

E atenção, também permite que nos adultos os tecidos sejam regenerados. Mas para isso, devemos dormir profundamente!

10. Dormir emagrece!

Já sabemos: dormir é uma atividade que não nos oferece rendimento algum, mas atenção, isso não significa que não estamos gastando energia.

Porque sim, estamos gastamos e muito. Enquanto dormimos, nosso corpo realiza muitas funções básicas, como desintoxicar e eliminar elementos nocivos, e isso é essencial para depurar o organismo.

Se não depurarmos corretamente, retemos líquidos, inchamos e nossos rins não funcionam bem.

Portanto, se não dormimos ou não dormimos direito, aparecerá um hormônio chamado grelina. E sabe o que este hormônio faz?

Faz com que tenhamos mais apetite. Leve isso em consideração.