As 10 alergias mais comuns da pele

· 11 de março de 2014
Ao identificar os primeiros sintomas da alergia, devemos limpar a área com água e sabão neutro, além de evitar qualquer contato com o que desencadeia o ataque alérgico.

As erupções cutâneas são um sinal de alergia. Saiba mais como identificar as dez alergias mais comuns e tratá-las antes que se tornem um problema.

Perfumes e fragrâncias

Perfumes e fragrâncias são fontes comuns e crescentes de alergia para o adulto.

Esta linha inclui sabonetes, loções corporais, xampus, produtos de limpeza doméstica, lenços umedecidos e os rotulados de “sem cheiro”, que podem causar dermatite de contato.

Ao notar uma reação alérgica, troque os itens por óleos naturais ou produtos sem fragrância.

Níquel

Outra alergia com mais consultas no dermatologista é a causada pelo níquel, metal usado em bijuterias, peças de ouro e piercings.

As reações mais comuns ocorrem nas orelhas por causa dos brincos, no primeiro contato ou após o uso prolongado.

O níquel está presente em relógios, armações de óculos, zíperes, botões, cintos, botões de punho etc.

Leia também: Como tratar a alergia às bijuterias?

Látex

A alergia ao látex é cada vez mais comum e é causada pelo número crescente e considerável de produtos fabricados com este material (luvas, bolas, roupas, faixas para o cabelo, preservativos, etc).

Esse tipo de alergia causa vermelhidão na pele, dificuldade na respiração e vômitos.

Tinta para cabelo

as alergias

A alergia por contato com a tinta para cabelo é causada pela sensibilidade à parafenilenodiamina (PPD), uma substância química misturada com outras substâncias.

Recomenda-se realizar teste de sensibilidade conforme indicado na embalagem. Os sintomas comuns são coceira, dor e inchaço.

Hera venenosa

A hera venenosa é uma erva comum que contém urushiol, um óleo pegajoso e de fácil propagação que causa alergias em grande parte da população. Geralmente, a alergia aparece na forma de erupções cutâneas, bolhas, vermelhidão, manchas e prurido.

O desconforto pode ser tratado lavando bem com água fria e usando anti-histamínicos não controlados.

Têxteis

A lã, na sua forma mais pura, não causa alergias. O que acontece é que a sua textura causa um desconforto confundido com alergia.

Os têxteis que provocam alergias são os derivados de resina de formaldeído. Este material é um dos componentes básicos do vestuário elástico à prova d’água, antienrugamento/encolhimento.

Os sintomas da alergia ao formaldeído são queimaduras, manchas e inchaço. Neste caso, troque as roupas por outras de algodão, poliéster, nylon e acrílicos livres de formaldeído. Em caso de alergia leve, a solução pode ser lavar a roupa várias vezes.

Cosméticos podem causar alergias na pele

as alergias

A alergia a cosméticos pode ser causada pela sua fragrância, bem como seus conservantes. Um produto vencido ou de má qualidade pode irritar a pele. Este é um problema comum.

No entanto, a presença constante de vermelhidão, inchaço e erupções pode ser sinal de alergia a certos componentes, tais como formaldeído, parabenos e timerosal.

Em caso de algum tipo de alergia a cosméticos, deve-se interromper seu uso e buscar experimentar outros produtos até encontrar aqueles que se adequam ao seu tipo de pele.

Leia também: Você conhece os usos cosméticos do óleo de coco? Descubra 5 tratamentos

Medicamentos tópicos

Cremes antibióticos e pomadas usados no tratamento de feridas e outras condições contêm neomicina, um ingrediente que pode causar alergias leves a muito graves. Os sintomas vão desde irritação, ressecamento ou até manchas na área de contato.

Em caso de dúvida quanto à alergia à neomicina, consulte um especialista para realizar o teste. Ao confirmar essa alergia, é importante informar seu médico e seu dentista para evitar o uso desses produtos no tratamento.

Protetor solar

Os protetores solares podem causar efeitos adversos, uma vez que alguns elementos químicos (ácido parabenzóico – PABA), benzofenona, oxibenzona, salicilatos e cicloexanol) utilizados nestes produtos se alteram negativamente em alérgicos ao serem expostos ao sol.

Algumas peles são mais resistentes que outras e têm resultados diferentes entre si. Em qualquer caso, para evitar qualquer risco, procure usar filtros solares que não contenham esses agentes.

Produtos para o lar

Os produtos para o lar que normalmente causam alergias contêm solventes e adesivos, principalmente adesivos muito fortes e duráveis.

Exemplos são solventes de tinta, removedores de esmalte de unhas e carvão fluido para isqueiros, cuja maioria pode causar irritação. Peles sensíveis em constante contato com esses produtos podem desenvolver alergias.

Aprender a identificar os primeiros sintomas das alergias na pele

as alergias

É importante ficar atento aos primeiros sinais de uma alergia, como vermelhidão, coceira, queimação e pequenas manchas.

Ao identificá-los, limpe a área com água e sabão neutro e evite qualquer contato com o que causa a alergia. Em caso de sintomas graves, consulte um dermatologista ou alergista.