Tutora abandona cadela diabética com mochila de brinquedos por não ter condições de cuidar dela

Às vezes, apesar de ter muito amor pelo animal de estimação, outros motivos tornam impossível para o tutor manter seu amigo por perto. É o caso da cadela diabética Baby Girl, que contaremos a seguir.
Tutora abandona cadela diabética com mochila de brinquedos por não ter condições de cuidar dela

Última atualização: 08 junho, 2022

A história da cadelinha Baby Girl viralizou recentemente na internet, pois mostra uma situação de desespero: a tutora precisou abandonar sua amiga de quatro patas em um hidrante em Green Bay (Wisconsin, EUA), por não ter condições de cuidar da cadela diabética. Devido ao tratamento da doença, ela não estava conseguindo arcar com os custos do animal e de si mesma.

Junto com Baby Girl, ela deixou uma mochila cheia de brinquedos (para que a cadelinha se adaptasse mais facilmente à sua nova vida) e uma mensagem explicando o motivo de tê-la abandonado.

A mensagem não foi divulgada em sua totalidade, mas a Sociedade Protetora dos Animais da região, que resgatou a cadelinha, revelou que o motivo era justamente a incapacidade da tutora de sustentar a cadelinha (incluindo suas necessidades de saúde) e a ela própria.

O motivo para o abandono: a cadela é diabética

Baby Girl passou por um check-up de rotina, que confirmou que ela tem diabetes mellitus, também conhecida como diabetes canina, que pode aumentar muito o nível de açúcar no sangue, de acordo com o tabloide britânico Daily MirrorPor causa de sua condição, a cadelinha precisa monitorar seu nível de glicose diariamente, além de ter uma dieta restrita e aplicar injeções de insulina em casa.

“Pode ser uma doença cara de administrar, exigindo uma compra mensal de insulina e potencialmente outros suprimentos médicos”, comentou um porta-voz da Sociedade Protetora dos Animais.

O veterinário que examinou Baby Girl comentou que a compra de todos os suprimentos médicos e alimentares pode “custar algumas centenas de dólares por mês”.

A Sociedade Protetora dos Animais entendeu a situação da tutora e fez questão de afirmar que abandoná-la nesse caso foi um “ato de desespero”. Eles agradeceram a mulher por pedir ajuda e pensar na solução que fosse melhor para a cadela, mesmo que isso gerasse sofrimento para si mesmaPrimeiramente, sentimos muito que você tenha precisado se separar de sua melhor amiga”, respondeu a entidade diretamente à antiga tutora.

É evidente o quanto ela ama a cadelinha, e podemos ver que ela fez o melhor que pôde enquanto lutava com suas próprias complicações médicas e desafios da vida”, acrescentou o porta-voz.

Felizmente, a história de Baby Girl teve um desfecho feliz: poucos dias após ter sido acolhida pela Sociedade Protetora dos Animais, ela ganhou uma nova família. A antiga tutora comentou que está feliz por tudo ter acabado bem.

Pode interessar a você...
Animais sentem dor e tentam mostrar sinais aos humanos – Saiba interpretar
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Animais sentem dor e tentam mostrar sinais aos humanos – Saiba interpretar

Os animais sentem dor? Diagnosticar a dor em um animal não é uma tarefa fácil. Afinal, eles podem expressá-la de uma forma diferente.