Tratamento complementar para a endometriose

· 20 de novembro de 2014
Para melhorar a condição devemos reduzir o consumo de alimentos processados e que contenham aditivos artificiais; além de evitar aqueles que contenham glúten e incluir em nossa dieta muitas frutas e verduras.

Endometriose é uma doença causada nas mulheres, pouco conhecida e que, sem dúvida, muitas sofrem sem ter conhecimento e diagnóstico. A falta de informação faz com que muitas mulheres que possuem a doença, se sintam incompreendidas e sem apoio.

Além disso, existe uma lacuna no que se refere aos tratamentos naturais. Neste artigo explicaremos a doença, seus sintomas como, por exemplo: a infertilidade e fortes dores menstruais. Bem como as opções de complementos naturais para o tratamento médico.

O que é a endometriose?

O endométrio é a camada interna do útero que se renova a cada mês logo após a menstruação. A endometriose faz com que fragmentos do endométrio se encontrem com a superfície exterior de órgãos próximos a pélvis; como os ovários e o intestino.

Os sintomas mais frequentes são os seguintes:

  • Infertilidade;
  • Dores antes ou durante o ciclo menstrual, bem como durante as relações sexuais;
  • Menstruação irregular;
  • Fadiga crônica;
  • Problemas emocionais (decorrentes da doença).

A causa desta enfermidade ainda não foi totalmente revelada, embora esteja relacionada com um desiquilíbrio do sistema imune, pode também ser decorrente de um componente genético.

Alimentos que agravam a doença

Muitas mulheres notaram uma melhora eliminando de sua dieta, alguns alimentos. Indicamos a seguir os mais prejudiciais:

  • Carnes vermelhos e embutidos
  • Gordura hidrogenada ou trans, que contém margarina, doces industrializados, entre outros.
  • Cafeína.
  • Açúcar e alimentos adoçados.
  • Bebidas alcoólicas.

Em suma, é bom reduzir o consumo de alimentos processados e que contenham aditivos artificiais.

Dieta para tratar endometriose

E sobre o glúten, o que sabemos?

Médicos e nutricionistas descobriram que mulheres que sofrem de endometriose tem certo grau de intolerância a alimentos que contenham glúten. Dessa forma, devem eliminá-lo da dieta e assim, é possível, notar grandes melhoras.

Contudo, isso só ocorrerá em uma dieta estrita e a longo prazo.

O glúten se encontra em algumas sementes e nos seguintes cereais :

  • Trigo
  • Cevada
  • Centeio
  • Aveia
  • Espelta ( ou trigo vermelho)
  • Triticale
  • Farro
  • Kamut
  • Triguilho

Portanto, é aconselhável evitar alimentos como a farinha, o pão, doces, massas, cuscus, bebidas fermentadas e os cereais mencionados anteriormente; Assim como alimentos empanados, alguns embutidos, queijos ou patês, e guloseimas.

Alimentos que ajudam a tratar endometriose

Devemos estar atentos aos rótulos dos produtos que identificam todos os ingredientes que compõe os alimentos. Neste caso, procure o selo que informa – livre de glúten. Atualmente os fabricantes estão acrescentando essas informações.

Para poder manter esta importante mudança na nossa dieta, devemos conhecer os alimentos que não contenham glúten. Alguns deles são:

  • Arroz
  • Milho
  • Trigo sarraceno (em realidade não é propriamente um trigo)
  • Tapioca
  • Legumes
  • Frutas
  • Verduras
  • Frutos secos (certifique-se que não contem farinha)
  • Ovos
  • Carne
  • Peixe
  • Leite e derivados (cuidado com os queijos)

Alimentos benéficos

Por outro lado, há alimentos que podem ser benéficos e, portanto, temos que acrescentá-los em nossa alimentação diária. São eles:

  • Vegetais de folhas verdes, como o espinafre, alface, acelga, etc.
  • Crucíferas: repolho, brócolis e nabo.
  • Sementes de linhaça moídas.
  • Legumes.
  • Frutos secos e sementes.
  • Chá verde.

Vegetais que ajudam a tratar endometriose

Suplementos recomendados

Do mesmo modo que os conselhos na alimentação, apresentamos alguns suplementos que podem ser favoráveis para complementar o tratamento:

  • Magnésio: este mineral é altamente benéfico para nossa saúde em geral.
  • Extrato de semente de uva: seu alto conteúdo antioxidante é muito apropriado para esta doença.
  • Chasteberry  (vitex agnus-castus): devemos tomá-lo durante três meses, já que requer um tratamento a longo prazo e, consequentemente, os benefícios também serão largos.
  • Dong Quai: uma planta asiática excelente para todo tipo de distúrbio na mulher.
  • Dente de leão: esta planta medicinal é um grande depurativo do fígado e dos rins. Podemos tomá-la como infusão ou como suplemento.

Recomendamos sempre consultar um médico especialista antes de realizar qualquer tratamento. Embora sejam suplementos naturais, também podem apresentar contraindicações e efeitos secundários.

Por fim, as mulheres com endometriose devem sempre ter o acompanhamento de seu médico durante a gravidez.