Tenossinovite: a inflamação nas mãos e pés que você precisa conhecer

7 de novembro de 2016
Dado que pode chegar a ser muito incapacitante, devemos aprender a identificar os sintomas da tenossinovite o antes possível para obtermos um diagnóstico precoce e um tratamento adequado.

O nome pode soar um pouco estranho, mas na realidade trata-se de um problema que muitos de nossos leitores devem conhecer.

A tenossinovite é uma inflamação do revestimento da envoltura que rodeia o tendão. É dolorosa, incapacitante, e se centra, em especial, nos pés e mãos.

Podem surgir pequenas protuberâncias, a pele fica vermelha e o paciente não sabe muito bem a que se deve. Não sofreram nenhuma queda ou pancada e, mesmo assim, a dor é intensa inclusive em repouso, e prejudica parte da mobilidade.

Os especialistas indicam que é importante obter um diagnóstico precoce. Somente assim podemos evitar que a inflamação danifique ainda mais tendões e seus revestimentos e que tenhamos problemas mais graves.

Em caso de incômodo, não hesite em consultar um bom especialista. A seguir, explicaremos os dados essenciais sobre a tenossinovite.

A tenossinovite, uma dor articular incapacitante

Para entender o que é a tenossinovite, imaginemos um tendão. Trata-se da estrutura perfeita que une um músculo qualquer de nossa mão ao osso.

Este tendão, por sua vez, tem um revestimento, a membrana sinovial, a qual protege e isola nossos tendões. É precisamente aqui que ocorre a inflamação e a dor.

O chamativo da tenossinovite é que ela afeta os músculos flexores, ou seja, notaremos os primeiros sintomas desta condição ao mover a mão ou ao andar.

No começo é algo simples, mas pouco a pouco aparece a inflamação, a rigidez, a dormência, e até a febre.

tenossinovite-sintomas

Quem costuma sofrer de tenossinovite

A tenossinovite das extremidades superiores afeta especialmente às mulheres.

Além disso, as pessoas que praticam esportes ou que têm trabalhos manuais, como os alfaiates, os cortadores de carne ou os dentistas, também sofrem com ela.

Quais são os sintomas da tenossinovite

  • Dor no pulso, nos tornozelos, na planta do pé, no calcanhar…
  • Com poucos dias surge a vermelhidão ou a inflamação. Quando isso acontece a dor surge inclusive em repouso.
  • Os dedos das mãos e dos pés “estalam” ao serem movidos.
  • Além disso, podem surgir protuberâncias nos dedos dos pés ou das mãos por causa da infecção.
  • Fica difícil manipular objetos, andar, realizar qualquer atividade cotidiana. É algo muito incômodo.
Tenossinovite no joelho

O que causa a tenossinovite

As principais causas da inflamação do revestimento do tendão são os movimentos repetitivos das mãos e dos pés, assim como a má postura que costumamos adotar sem nos darmos conta.

Em cada um destes movimentos repetitivos e contínuos ocorre uma fricção excessiva do tendão com o osso. Aparece o desgaste e pequenas lesões no revestimento que protege o tendão, até que pouco a pouco ocorre a inflamação.

A Síndrome de De Quervain

Uma das lesões mais comuns associadas à tenossinovite é a síndrome de De Quervain.

Trata-se de uma doença inflamatória dos tendões que afeta aos polegares das mãos.

  • É relevante, por exemplo, que fatos tão cotidianos como levantar uma criança pequena, costurar, escrever no computador, ou até tocar um piano causem este tipo de tenossinovite.
  • Além disso, também pode ocorrer o seguinte: damos uma pancada com o polegar. Sofremos uma pequena lesão no tendão, da qual não nos damos conta. Sentimos dor, mas com o tempo, o tecido cicatriza.
  • No entanto, este tecido cicatrizado pode impedir que o tendão funcione corretamente. É algo que devemos considerar e que também pode causar a síndrome de De Quervain.
Tenossinovite na mão

Tratamento habitual para a tenossinovite

O principal objetivo do tratamento para a tenossinovite é reduzir a inflamação. Será sempre nosso médico aquele capaz de oferecer a melhor estratégia.

O mais comum é combinar um tratamento farmacológico com algum tipo de reabilitação.

  • Devemos manter a mão ou o pé imobilizado durante alguns dias com algum tipo de tala ou curativo.
  • A terapia frio-calor também é muito eficaz nestes casos.
  • Além disso, seria conveniente fazer banhos mornos com água de alecrim.
  • As infusões de gengibre são muito recomendáveis. Elas permitem reduzir a dor e os processos inflamatórios.

Os fisioterapeutas também são uma ajuda maravilhosa para tratar a tenossinovite. Além disso, eles podem nos ensinar quais exercícios poderíamos realizar em casa para irmos recuperando a mobilidade e a força.

Por último e não menos importante, é importante levar em conta um aspecto. A tenossinovite pode voltar a aparecer, por isso devemos cuidar de nossa higiene postural e de nossos movimentos.

A ideia básica é diminuir o estresse e a pressão em nossos tendões.

Peça conselhos aos profissionais, evite sobrecargas e, antes de tudo, tome consciência de que seus tendões e suas articulações são estruturas maravilhosas das quais você deve cuidar.

Recomendados para você