O que sua forma de caminhar diz sobre você

21 de janeiro de 2019
A partir de nossa forma de caminhar podemos descobrir aspectos de nossa saúde que devemos levar em conta para não apresentarmos problemas no futuro.

Podemos ver alguém caminhando muito rápido na rua e pensar que a forma de caminhar da pessoa a define. Esse é um julgamento muito precipitado, já que talvez a pessoa esteja apenas apressada por causa de uma emergência.

Por outro lado, quem vê um adolescente com as costas curvadas enquanto caminha pode pensar que ele tem a autoestima baixa. Entretanto, a partir de outro ângulo esse adolescente pode estar apenas caminhando e escrevendo em seu celular ao mesmo tempo.

Portanto, a partir desse ponto de vista, sua forma de caminhar não define o que você faz ou deixa de fazer.

No entanto, o que se pode dizer é o que se passa em seu interior. Desde o risco de certas condições cognitivas até o período do ciclo menstrual no qual você se encontra.

Você está apressada

Se você é uma pessoa altamente ansiosa, isso poderia alterar sua forma de caminhar. De acordo com a revista Cognition que publicou recentemente um estudo a respeito dos níveis de agitação.

Essa pesquisa foi realizada pela Universidade de Kent e nela foram observados os comportamentos de pessoas com olhos vendados.

caminhada

Os organizadores pediram que aos participantes do estudo caminhassem em linha reta até um objetivo previamente visto. Os mesmos deveriam, antes de tudo, completar um questionário para determinar se tinham tendência nervosa ou tranquila.

O estudo chegou à seguinte conclusão: as pessoas que estão mais nervosas giram para a esquerda com mais frequência do que as que estão mais tranquilas.

Acredita-se que a atividade no hemisfério cerebral direito, associado ao aumento da ansiedade, é responsável por esse desvio à esquerda.

Veja também: Caminhar: o melhor exercício para a mente e para o corpo

Você sofre de um alto risco de demência

Sua forma de caminhar poderia dar pistas indicando se você está nas primeiras etapas da demência.

De acordo com estudo recente, pesquisadores da Faculdade de Medicina Albert Einstein identificaram uma síndrome chamada de Risco Cognitivo Motor.

O MCR tem como particularidade as queixas cognitivas. Elas são a diminuição da memória envolvida ao caminhar numa baixa velocidade.

De acordo com o estudo, que examinou 26.802 adultos acima de 60 anos, 10% cumpria os critérios para MCR. Assim que terminaram a observação, os investigadores continuaram acompanhando os adultos normais e os MCR-positivos.

Os participantes diagnosticados com MCR eram duas vezes mais propensos a desenvolver demência nos dez anos posteriores, em comparação com os que haviam sido considerados saudáveis.

Possivelmente você terá um orgasmo

depois_do_sexo_casal_dormindo

Ops! Até isso pode ser descoberto a partir da sua forma de caminhar. Um grupo de pesquisadores da Bélgica descobriu que a forma como a mulher move o corpo quando caminha pode indicar se teve recentemente (ou pode ter em breve) um orgasmo vaginal.

O estudo foi publicado na revista Journal of Sexual Medicine. Registrou-se o histórico sexual de um grupo de mulheres saudáveis, no qual tentou-se “adivinhar” se haviam tido um orgasmo vaginal ou não.

Os sexólogos examinaram as atitudes das mulheres e, surpreendentemente, foram capazes de adivinhar o histórico de orgasmo vaginal das participantes em 81,25%.

Os pesquisadores do estudo citado acreditam na possibilidade das mulheres que tiveram ou que são capazes de chegar a um orgasmo vaginal terem uma maior amplitude de movimento. Isso porque sua pélvis também consegue dar passos mais largos.

Você está ovulando

Além disso, estudos afirmam que também é possível notar quando você está na época apta para procriar segundo sua forma de caminhar.

A revista Personality and Individual Differences publicou um estudo que sugere que os homens se sentem mais atraídos pelos movimentos de uma mulher, sobretudo quando a veem dançando e caminhando, se ela está no seu período mais fértil.

mulher_dancando

Os investigadores alemães recrutaram 46 mulheres e registraram se estavam numa fase fértil ou não. Em seguida, gravaram essas mulheres em vídeo enquanto dançavam e caminhavam.

Essas gravações foram projetadas para um grupo de participantes masculinos. Os homens qualificaram os movimentos das mulheres em período fértil como mais atraentes que os daquelas que estavam numa fase não fértil.

Por fim, conclui-se que os resultados sugerem que as mulheres emitem sinais de fertilidade através do movimento corporal.

Recomendamos ler: Como aumentar a fertilidade nas mulheres

Sua forma de caminhar fala a todo momento

Como você pode ver, há várias coisas que você pode descobrir apenas avaliando a maneira como caminha: desde aspectos médicos tão preocupantes como a demência até outros menos preocupantes, como questões relacionadas à sua sexualidade.

Lembre-se de que caminhar não é apenas mais uma atividade como outra qualquer. Na verdade, pode ajudá-la a manter sua saúde em ótimas condições.

  • VERGHESE, Joe et al. Motoric cognitive risk syndrome and the risk of dementia. Journals of Gerontology Series A: Biomedical Sciences and Medical Sciences, v. 68, n. 4, p. 412-418, 2012.
  • NICHOLAS, Aurelie et al. A woman’s history of vaginal orgasm is discernible from her walk. The journal of sexual medicine, v. 5, n. 9, p. 2119-2124, 2008.
  • RANASINGHE, RMSBK et al. Silent ovulation, based on walking activity and milk progesterone concentrations, in Holstein cows housed in a free-stall barn. Theriogenology, v. 73, n. 7, p. 942-949, 2010.