Para que serve e quais as propriedades da cavalinha?

25 Novembro, 2019
Graças às suas propriedades diuréticas, adstringentes e regenerativas, a cavalinha é um excelente aliado para a saúde e a estética. Conheceremos alguns de seus benefícios mais expressivos.

A cavalinha é uma das espécies selvagens mais utilizados desde a antiguidade, que oferece uma série de benefícios.

É uma planta medicinal poderosa que cresce em climas úmidos. No entanto, é considerada uma “erva daninha” por muitos agricultores.

No artigo a seguir, você saberá para que serve e quais são as propriedades da cavalinha. Não perca!

Como se utiliza a cavalinha?

Podemos usar a cavalinha de diferentes maneiras, da infusão ao xampu, cremes ou géis. Tome nota de como usá-la e escolha a melhor forma para que ela se adapte às suas necessidades!

  • Chás: para preparar um simples chá de cavalinha, basta adicionar uma colher de sopa da planta a cada xícara de água fervente. Pode-se adoçar com mel para que sabor não fique amargo.
  • Extratos: lojas naturais possuem extratos e essências de cavalinha, que podem ser usados de maneira tópica.
  • Em escalda-pés: junte a erva com alguns litros de água quente e aguarde 13 horas antes de submergir os pés por meia hora.
  • Cápsulas: as cápsulas de cavalinha podem ser obtidas em lojas de produtos naturais.
  • Cremes e sob a forma de gel: Pode ser usado para combater a celulite. Aplique uma vez ao dia e massageie a pele até que o produto seja totalmente absorvido.
  • Xampus: prepare um chá mais concentrado e, depois de frio, misture ao xampu. Use duas vezes por semana.

Descubra: Como preparar chá de alcachofra e cavalinha para combater a celulite

Propriedades da cavalinha para o organismo

Cavalinha

Quais propriedades e benefícios a cavalinha tem? Para quais problemas ela pode ser útil? Os benefícios desta erva são muitos, embora você não deva se esquecer de que não deve substituir nenhum tipo de tratamento e que deve consultar um especialista para qualquer problema de saúde.

Aqui, detalharemos algumas das propriedades mais destacadas da cavalinha para uso interno:

Diurética

A cavalinha nos ajuda a eliminar água e aumenta a produção de urina, com afirmam essas informações obtidas da Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos. Portanto, é útil usá-la em casos de:

  • Retenção de líquidos
  • Excesso de ácido úrico
  • Artrite
  • Gota

Além disso, previne e trata muitas doenças do sistema urinário, reduz o risco de pedras nos rins e problemas da próstata nos homens.

Grande aliada contra o sangramento

A cavalinha possui ácidos péctico e gálico, que evitam os sangramentos, tendo uma ação coagulante. Usa-se para:

  • Sangramentos uterinos
  • Sangramentos do nariz
  • Presença de sangue na urina
  • Metrorragia (fluxo menstrual abundante)

No entanto, não há evidências científicas para apoiar esta afirmação.

Leia também: 7 soluções caseiras eficazes contra as hemorragias nasais

Ajuda a fortalecer os ossos

A cavalinha contém silício, por isso pode ser benéfico  para fortalecer os ossos, pois ajuda a fixar o cálcio e a manter o fortalecimento por mais tempo.

A cavalinha também pode ser útil na prevenção da osteoporose em mulheres com  menopausa. Isso é o que diz este estudo da Universidade de Babol (Irã).

Recomendamos o consumo da cavalinha especialmente para pessoas idosas ou que sofreram uma fratura.

Faz bem para os cabelos e para as unhas

Unhas

Mais uma vez, o silício presente na cavalinha ajuda a fortalece unhas quebradiças e permite que cresçam mais rápido.

Além disso, a cavalinha também pode ajudar a prevenir a calvície e o aparecimento de caspa.

Propriedades da cavalinha para uso tópico

Já explicamos os benefícios da cavalinha para a parte interna do corpo, mas se você preferir usar esta erva de maneira tópica, poderá desfrutar dos seguintes benefícios:

As propriedades da cavalinha: aliada contra doenças da pele

Pele

Acredita-se que, se você tiver eczema, dermatite ou qualquer outro problema dérmico, a cavalinha pode reduzir os sintomas. No entanto, não há evidências científicas para comprovar isso.

As propriedades da cavalinha: bom para os olhos

Esta erva pode ser uma boa ajuda para tratar os olhos inchados e conjuntivites de causa alérgica, de acordo com este estudo da Universidade de Tahore (Paquistão).

As propriedades da cavalinha: combate infecções do sistema reprodutor feminino

Problemas-vaginais

As mulheres que sofrem com inflamações ou infecções vaginais podem tomar banhos de assento com cavalinha. Suas propriedades analgésicas, de acordo com este estudo realizado pela Universidade Tabriz (Irã), poderiam contribuir para aliviar os sintomas instantaneamente, graças às suas propriedades analgésicas. Obviamente, é aconselhável conversar com um médico primeiro.

As propriedades da cavalinha: retarda o envelhecimento

A ação antioxidante desta planta pode nos ajudar a prevenir resfriados e várias doenças. Este estudo realizado pela Universidade de Freiburg (Alemanha) enfatiza suas propriedades anti-inflamatórias para as células do sistema imunológico.

As propriedades da cavalinha: ajuda a emagrecer e combate a celulite

As massagens feitas com o chá de cavalinha reduzem os nódulos de gordura que se acumulam em diversas partes do corpo.

Também ajuda a emagrecer na região dos quadris e do ventre.

No entanto, não há evidências científicas para apoiar esta afirmação.

Contraindicações e toxicidade da cavalinha

Apesar de seus muitos benefícios, a cavalinha possui compostos que, se forem consumidos em excesso, podem ser tóxicos e perigosos para o organismo. Entre seus efeitos adversos, podemos citar:

  • Problemas digestivos
  • Dor de cabeça
  • Nervosismo
  • Perda de apetite
  • Depressão
  • Fraqueza muscular
  • Irritação da mucosa gástrica
  • Arritmia
  • Falta de coordenação
  • Pressão alta
  • Problemas gastrointestinais

Pode ser uma planta abortiva devido às suas propriedades oxitóxicas (em pequenas concentrações, é usada para acelerar o parto e evitar suas dores). Ela é contraindicada para mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

Recomenda-se não utilizar a cavalinha durante mais de quatro semanas seguidas para tratamentos internos e por mais de seis semanas em aplicações tópicas. No caso de algum sintoma adverso, interrompa o consumo da planta imediatamente.

Mesmo assim, a cavalinha tem muitas propriedades saudáveis, portanto, seguindo as precauções necessárias e consultando um especialista quando for preciso, podemos tomá-la e aproveitar seus benefícios.

Giraldo, S., Bernal, M., Morales, A., Pardo, A., & Gamba, L. (2015). Descripción del uso tradicional de plantas medicinales en. Nova.