Que alimentos você deve evitar dar ao seu bebê de 9 meses?

Há alimentos que você não deve dar ao seu bebê de 9 meses. Nesta idade, seu sistema digestivo ainda não está preparado para todo tipo de alimentos. Conheça quais alimentos você não deve oferecer a ele.

Definitivamente, há uma série de alimentos que deve evitar dar ao seu bebê. É que os alimentos que um bebê deve consumir em seus primeiros meses de vida devem ser ricos em nutrientes. Por isso, o ideal é iniciar com a lactação materna, já que proporciona tudo o que precisa.

Da mesma maneira, deve ir adicionando a sua dieta alimentos que lhe oferecem as vitaminas que precisa para o seu desenvolvimento correto. Dependendo de cada caso, aos 9 meses, o bebê pode ir degustando novos sabores.

Mas tenha sempre presente que nem todos os sistemas digestivos suportam as comidas da mesma maneira. A seguir, os alimentos que você deve evitar dar ao bebê.

11 alimentos que deve evitar dar ao bebê

Se o sistema digestivo do seu filho estiver saudável, poderá se beneficiar dos nutrientes essenciais para crescer saudável. Porém, há alguns alimentos que são difíceis de digerir para o bebê, os quais podem lhe causar reações alérgicas e outras complicações.

Ao não contar com as enzimas necessárias, a absorção de nutrientes não se é adequada, o que pode gerar ao bebê problemas de saúde e perda de peso.

1. Leite e vaca/soja

Um bebê de 9 meses não deveria comer derivados de soja

Aos 9 meses de idade, as enzimas presentes nos intestinos não alcançaram seu máximo nível de desenvolvimento. Um bebê desta idade não pode digerir as proteínas deste tipo de leites. Além disso, contém minerais prejudiciais para os rins.

2. Espinafres e acelgas

Não são completamente prejudiciais, a menos que exagere nas quantidades que oferece. Os vegetais costumam conter nitrato de forma natural, especialmente as hortaliças de folha verde. Os nitratos se transformam em nitritos dentro de nosso corpo.

Mas em altas concentrações, os nitritos podem originar um transtorno que afeta a correta distribuição do oxigênio por parte das células sanguíneas. A pele costuma se tornar azul-violeta (cianose), o que adverte a alteração.

3. Sal

Outro produto que sobrecarrega aos rins de um bebê é o excesso de sal nas comidas. Não é aconselhável adicionar cubos de caldo às sopas ou papinhas por seu alto teor de sódio. Evite seu uso ao máximo.

4. Açúcar refinado

Um bebê de 9 meses não deveria comer açúcar refinado

O açúcar presente nos doces, ou adicionado a sucos e papinhas, causa flutuações importantes nos níveis de glicose no sangue. Se você quiser adoçar os alimentos do seu bebê, use bananas trituradas ou leite materno. Ainda que seja preferível que se adapte aos açúcares naturais presentes nas frutas.

5. Mel de abelhas

Geralmente o mel de abelha costuma conter esporas que no organismo de um bebê de 9 meses podem proliferar velozmente com risco de provocar botulismo, colocando sua vida em perigo.

6. Refrigerantes

Por seu alto teor de açúcar, cafeína e outros tipos de aditivos químicos, são prejudiciais e causam danos gástricos no bebê. Também podem causar alterações no sono e hiperatividade.

7. Bebidas de arroz

Um bebê de 9 meses não deveria comer bebidas de arroz

Aconselha-se evitar o consumo de bebidas de arroz em crianças menores de 1 ano, já que contêm altas concentrações de arsênico e outros metais recomendados unicamente como alimentação complementar em outras idades.

8. Panificados

 Qualquer tipo de alimentos nada nutritivo como bolos, batatas chips, biscoitos, dentre outros, não são recomendados por seu alto teor em químicos, açúcar e sal adicionado.

9. Ovos

 Os ovos podem gerar vários tipos de reações alérgicas. Recomenda-se começar com a gema, e meses mais tarde dar a clara. Ainda que o ideal seja não oferecer este tipo de alimentos potencialmente alergênicos até depois de um ano de idade.

10. Alimentos pegajosos

Um bebê de 9 meses não deveria comer feijão

Algumas guloseimas como os chicletes, feijões doces ou marshmallows podem ficar presos na garganta do seu bebê. Além disso, contêm componentes químicos e açucarados igualmente prejudiciais para o seu bebê.

11. Alimentos pobres em gorduras

As gorduras oferecem uma quantidade importante de calorias necessárias nesta idade. Muitas destas contêm vitaminas lipossolúveis como a vitamina D.

Cuide para que o seu bebê não se engasgue

Não é demais prestar suma atenção ao tamanho das porções que oferece ao seu bebê. Os pedaços grandes podem ficar presos em sua garganta e sufocá-lo. O indicado é oferecer a maioria dos alimentos em forma de purê. Se quiser dar ao seu bebê comida em pedacinhos, procure que não excedam 1,5 cm.

Os especialistas recomendam esperar o primeiro ano de vida para lhe dar alimentos potencialmente alérgenos. Porém, é aconselhável ir introduzindo essas comidas de forma gradual observando de perto as suscetibilidades que o bebê possa manifestar, especialmente se existe uma pré-disposição genética às alergias, assim seja moderada.

Consulte seu médico para determinar juntos a melhor estratégia.

Recomendados para você