Por que os atrasos menstruais ocorrem?

6 de janeiro de 2020
É importante realizar verificações periódicas para poder detectar a tempo qualquer possível alteração que possa surgir. A detecção precoce permite aumentar as chances de sucesso do tratamento.

Ao longo da vida, uma mulher pode ter vários atrasos menstruais, por vários motivos que não incluem necessariamente uma gravidez. Dependendo das causas, a situação pode ser temporária e não causar grandes inconvenientes. No entanto, em outras ocasiões, é necessário prestar atenção e consultar um médico.

Não há uma causa única. De fato, vários fatores são geralmente levados em consideração e, muitos deles incluem aspectos do cotidiano das mulheres, como alimentação, qualidade do sono, controle do estresse, entre outros.

Vamos ver mais sobre o assunto abaixo.

Fatores a serem considerados

Com relação aos atrasos menstruais, há vários fatores a serem considerados:

  • O momento em que ocorrem (circunstâncias).
  • Os sintomas que inclui (ou não).
  • A duração do problema.
  • A idade da mulher.
  • O estilo de vida.

Dependendo do momento em que o atraso menstrual ocorre, a idade e seu estilo de vida, o atraso e a falta de menstruação podem ter um significado ou outro. Daí a importância de ir ao médico para uma avaliação e diagnóstico.

Ocasionalmente, o atraso pode ser devido ao pouco tempo de duração da menstruação e até mesmo a um ciclo irregular. Na adolescência, é comum que ocorram distúrbios do ciclo menstrual, como afirma este estudo do Comitê Nacional de Endocrinologia, devido à intensa atividade hormonal dessa idade. 

Provavelmente, a menstruação pode vir mais abundantemente, mais longa, adiantada ou atrasada.

O estresse crônico como desencadeador de alterações

O estresse crônico como desencadeador de alterações

Assim como o estresse crônico é capaz de causar várias alterações, como palpitações, dores de cabeça, perda de cabelo, tensão e dor muscular, fadiga, irritabilidade, dor de estômago, problemas de sono, etc., também pode causar atrasos menstruais na mulher

Os hormônios do estresse podem causar alterações na duração do ciclo, de acordo com o estudo realizado pela Clínica Las Condes (Chile), tornando-o irregular e intensificar o desconforto. Portanto, a mulher pode ter dores de cabeça mais fortes ou notar um maior inchaço na barriga.

O estresse é uma das causas mais comuns dos atrasos menstruais. Uma vez que os hábitos de vida começam a melhorar e as técnicas são aplicadas para gerenciá-lo corretamente, os desconfortos geralmente desaparecem sem a necessidade de aplicar qualquer tratamento farmacológico.

Embora o estresse seja uma causa comum, é necessário esclarecer que cada mulher é diferente. Portanto, a consulta com um médico é essencial. 

Em outras palavras: mesmo se duas mulheres tiverem um atraso porque estão passando por um período de alto estresse, as recomendações não serão idênticas. Uma pode precisar prestar mais atenção à alimentação, por exemplo, enquanto a outra pode precisar de terapia cognitivo-comportamental.

Medidas para gerenciar o estresse

Para evitar que o estresse assuma o controle completo do corpo e cause alterações como os atrasos menstruais, é essencial ter bons hábitos de vida e, na medida do possível, tentar aprender várias técnicas para gerenciar o estresse. Dessa forma, você pode desfrutar do bem-estar todos os dias.

Lembre-se de que é importante ser consistente com seus hábitos. Caso contrário, você não obterá os benefícios desejados.

Diretrizes de vida recomendadas:

  • Mantenha uma dieta equilibrada. Os benefícios de uma boa nutrição e hidratação são muitos e devem ser aproveitados.
  • Pratique exercícios físicos diariamente. Segundo este estudo realizado pela Universidade de Guayaquil (Equador), a atividade física ajuda a liberar a tensão, distrair a mente e liberar hormônios que têm um efeito positivo no corpo e, portanto, contribuem para o bem-estar. Encontre uma atividade que você goste, chame a sua atenção ou seja apaixonada e comece a praticá-la para se sentir melhor.
Medidas para gerenciar o estresse

  • Cultive relacionamentos familiares e de amizade. Socialize, pratique a escuta ativa, expresse-se de maneira saudável com aqueles que mais lhe interessam e se distraia.
  • Elimine o consumo de tabaco e álcool, pois isso não só prejudica a sua saúde física, mas pode aumentar seus níveis de estresse (embora pareçam uma maneira de aliviá-lo no momento, eles, na verdade, apenas acentuam o problema).
  • Reserve um tempo para o lazer, todos os dias. Os momentos de amor próprio, nos quais você passa lendo, tomando um banho relaxante, ouvindo música ou praticando qualquer hobby do seu interesse (como jardinagem, videogame, etc.) ajudarão você a se desconectar das preocupações e gerenciar melhor o estresse diário.

Nota: assistir TV e navegar na internet (ou apenas ficar nas redes sociais) podem parecer medidas que ajudam a distraí-la, mas podem aumentar seus níveis de estresse. Portanto, é preferível sempre que você priorize outros tipos de atividades, como esportes, dança, etc.

Você pode estar interessado: Aromaterapia para se sentir melhor

Quando visitar o médico?

Se você tiver atrasos menstruais frequentes e apresentar desconfortos progressivamente agravados, consulte seu ginecologista o mais rápido possível. Evite adiar a consulta, pois é essencial detectar a origem do problema e iniciar um tratamento oportuno.