Primeiros meses de vida: o desenvolvimento ósseo

· 24 de setembro de 2018
Leia este artigo para descobrir como é o desenvolvimento ósseo dos bebês. Assim, você poderá conhecer os alimentos e exercícios que favorecerão o seu filho.

Como é o desenvolvimento ósseo nos primeiros meses de vida? Os ossos, dos pés à cabeça, são uma parte importante dos seres vivos. Por isso, tomar os cuidados apropriados nos primeiros meses de vida garantirá um bom desenvolvimento. Além disso, você poderá evitar quaisquer problemas relacionados ao desenvolvimento motor do seu filho.

Após o nascimento, o bebê desenvolve suas habilidades motoras. Desde levantar a cabeça até abrir e fechar as mãos, é necessário que a criança tenha ossos fortes e saudáveis para manter seu bem-estar físico.

Desenvolvimento ósseo nos primeiros meses de vida

A formação dos ossos se inicia no útero, quando o bebê ainda é um feto. Eles crescem muito, formando algumas partes do esqueleto, como o esterno e a pelve, e um tecido um pouco menos rígido, chamado cartilagem.

Durante os primeiros meses de vida, um bebê tem cerca de 270 ossos. No entanto, ao atingir a idade adulta, a quantidade de ossos cai para 206.

Desenvolvimento ósseo dos bebês a diferentes idades

O úmero e o fêmur são ossos largos. Junto com outros ossos grandes do corpo, eles formam a estrutura do esqueleto e, por isso, são um dos mais importantes. Entre as duas extremidades do osso, há uma cartilagem, chamada de placa de crescimento. À medida que ela se alonga, o tecido ósseo começa a se formar nas extremidades e o osso cresce.

O desenvolvimento ósseo é regulado por um hormônio do crescimento no cérebro, produzido por uma glândula chamada hipófise. Por outro lado, os responsáveis pelo fechamento da placa de crescimento são os hormônios sexuais, chamados estrogênios e androgênios.

Recomendamos que você leia também: Problemas hormonais: conheça os principais

Quanto tempo demora para que os ossos completem seu desenvolvimento?

O corpo se renova e, junto a ele, as células dos ossos. Por isso, eles nunca param de se reconstruir, desde os primeiros meses de vida. Os ossos são formados por vasos sanguíneos, nervos, colágeno e células vivas.

Os ossos continuam a crescer por toda a vida. Por isso, é importante tomar os cuidados apropriados desde os primeiros meses de vida do bebê. Isso fará com que as estruturas ósseas sejam fortes e resistentes, evitando possíveis fraturas quando seu filho estiver aprendendo a andar ou estiver brincando.

Alimentos que devem ser incluídos na dieta do bebê para que ele absorva mais cálcio

Os ossos não são os únicos que precisam de cálcio. Nos primeiros meses de vida, seu bebê necessita desse sustento nutricional para o desenvolvimento metabólico. Tanto durante a gravidez como na amamentação, a alimentação do bebê depende totalmente da mãe. Existem muitos alimentos que contam com uma grande quantidade de cálcio para a mãe e, consequentemente, para a criança.

Iogurte

O iogurte contém 150 miligramas de cálcio a cada 100 gramas. Não importa se o iogurte é natural, integral ou desnatado, já que a única coisa que varia é a quantidade de gordura.

O iogurte contribui no desenvolvimento ósseo

Oleaginosas

Elas contêm gorduras saudáveis que ajudam a reduzir o colesterol e também contêm ácidos graxos e ômega 3, o que melhora a saúde cardiovascular. Além disso, elas também contêm muito cálcio.

Queijo branco

O queijo, por ser um laticínio, contém muito cálcio. Ele serve para substituir o leite, caso você for intolerante à lactose.

Salmão

É um peixe bem saudável, que contém Ômega 3 e uma grande quantidade de proteínas e cálcio. O recomendável, nesse caso, é que você o consuma grelhado ou ao forno.

Exercícios que fortalecem o desenvolvimento ósseo

Realizar atividades físicas com frequência traz benefícios incríveis para o organismo. Ao saltar, correr ou levantar peso, os ossos se submetem a esforços. Isso envia um sinal ao corpo que indica que é importante fortalecê-los e gerar novas células.

Nos primeiros meses de vida do bebê, você deve deixá-lo se mover e ajudá-lo a desenvolver suas habilidades motoras. Coloque-o na cama e delicadamente estique suas pernas, abra as mãos e levante os braços. Isso vai ajudar os ossos dele a se alongarem, pouco a pouco.

Confira também Os três melhores exercícios para a sua saúde

Desenvolvimento ósseo dos pés do bebê

Quando a criança crescer, é importante deixá-la correr, pular e brincar, já que não é apenas um caminho para ela liberar toda a energia que tem, mas também traz benefícios à saúde. Os pediatras recomendam que as crianças pratiquem um esporte que elas gostem. A atividade esportiva é muito completa e auxilia tanto no crescimento, quanto no reforço dos valores.

Conclusão

Desde os primeiros meses de vida, o cálcio é um nutriente vital para o desenvolvimento ósseo do bebê. É neste ponto que a boa nutrição da mãe, durante e após a gravidez, desempenha um papel essencial.

A atividade física também é essencial para fortalecer ossos e músculos. O exercício ajuda a manter o corpo em boas condições, além de promover o desenvolvimento ósseo adequado. O cuidado com os ossos, nos primeiros meses e durante toda a infância é fundamental para ter ossos saudáveis, fortes e ricos em cálcio.