Mãe e filho se reencontram após 48 anos separados

A história de Thuy-Nga Thi Nibblett e seu filho é realmente emocionante. O bebê foi enviado para um orfanato sem que ela soubesse.
Mãe e filho se reencontram após 48 anos separados

Última atualização: 05 Outubro, 2021

Em todo o mundo, há muitos casos de mães que foram injustamente separadas de seus filhos. Elas acabam perdendo o contato com a criança e convivem com uma ausência permanente e insubstituível.

Foi o que aconteceu com Thuy-Nga Thi Nibblett, uma vietnamita que engravidou aos 16 anos de um soldado americano. Porém, o homem foi transferido para outro país por motivos de trabalho e nunca soube que seria pai.

Por isso, a mulher teve que assumir o desafio de enfrentar sozinha a gravidez. No entanto, o maior problema veio quando ela informou aos pais que estava grávida e que seria mãe solteira.

Naquela época, a sociedade do seu país rejeitava uma mulher que se apaixonasse por um americano e engravidasse sem se casar.

Por esse motivo, os pais de Nibblett tomaram uma série de decisões cruéis para romper o vínculo com o soldado. Em primeiro lugar, mudaram todos os registros de identificação da mulher e impediram qualquer forma de contato que pudesse reunir o casal.

Mãe e filho se reencontram após 48 anos
Imagem CBN News

Quando a criança nasceu, os avós a enviaram secretamente para um orfanato. Além disso, para que a entidade recebesse o menor, inventaram que os pais biológicos haviam morrido.

O destino da criança

Thuy-Nga Thi Nibblett nunca soube onde ficava o orfanato para onde o seu filho fora levado. O bebê foi adotado por um casal americano e foi viver nos Estados Unidos.

Portanto, ele cresceu em meio a uma cultura diferente de suas origens e sem saber quem era sua mãe biológica. Apesar disso, ele sempre manteve o desejo de encontrar a mulher que o trouxe ao mundo.

Mãe e filho se reencontram após 48 anos

Por sua vez, Nibblett também estava sempre procurando uma maneira de localizar o seu filho. Tanto é que, após a separação, ela foi morar nos Estados Unidos, e em 2015 cadastrou os seus dados em um laboratório responsável pela realização de exames de DNA.

Em 2017, o filho identificado como Kirk Kellerhals também se submeteu a exames de DNA para ver se tinha a sorte de encontrar a sua mãe e resolver todas as dúvidas.

O reencontro entre mãe e filho

Poucas semanas depois de Kirk ser testado, a entidade responsável o contatou para notificá-lo de que haviam encontrado a sua mãe. Desta forma, lhe deram o número de contato para promover o encontro que ambos esperaram durante toda a vida.

Foi assim que, depois de 48 anos, Nibblett conseguiu abraçar o seu filho novamente e dar-lhe todo o seu amor. Hoje eles estão descobrindo tudo o que aconteceu em suas vidas e vivendo muitos momentos cheios de felicidade.

Ela ainda lhe contou que o seu pai biológico Sheldon “Skip” Soule estava vivo e morava em Nova York. Após a reunião familiar, eles foram descobrindo outros parentes.

Família reunida
Imagem CBN News

O vínculo entre uma mãe e um filho é sempre muito forte

Apesar da ignorância, da distância e da ausência ao longo do tempo, quando mãe e filho se reencontram, sentem uma forte ligação. Nesse momento, experimentam o que é o amor verdadeiro, a cumplicidade e o apoio mais sincero do mundo.

O amor materno é algo que não conseguimos explicar, é incondicional o amor de uma mãe pelo seu filho. Por isso, no reencontro, mãe e filho sentem que a sua vida finalmente “tomou um rumo” que os preencheu com um inesgotável bem-estar e motivação.

Pode interessar a você...
Como conseguir um bom relacionamento entre mãe e filho?
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Como conseguir um bom relacionamento entre mãe e filho?

Toda mãe sonha em ter um bom relacionamento entre mãe e filho. Isso é possível, mas como qualquer relação, esta deve ser cultivada diariamente.