Melhor Com Saúde
 

Qual é o leite mais saudável para crianças?

Existem muitos tipos de leite para crianças no mercado. Integral, desnatado, enriquecido com cálcio, semidesnatado, etc. Cada um possui propriedades diferentes que devem ser avaliadas na hora de escolher a melhor opção.

Qual é o leite mais saudável para crianças?

Última atualização: 16 Novembro, 2020

Tradicionalmente, sempre ouvimos que o leite é um alimento essencial na dieta e que oferece uma alta contribuição nutricional que deve ser aproveitada desde cedo. Contudo, qual é o leite mais saudável para crianças? É necessário optar por alguma variedade ou marca específicas?

Durante os primeiros meses de vida o alimento nutritivo por excelência vem da mãe. Ou seja, a melhor opção nessa fase é o leite materno. Então, à medida que os bebês crescem é necessário procurar alternativas nutricionais complementares para favorecer seu correto desenvolvimento.

Existem muitas alternativas no mercado. Em geral, quando se tem um bebê ou uma criança de poucos anos, recomenda-se consultar o pediatra antes de optar por uma alternativa específica. Lembre-se de que é necessário considerar tudo para evitar colocar sua saúde em risco.

A maioria dos leites para crianças contém nutrientes fundamentais, como cálcio e vitamina D. No entanto, esses produtos também contêm muitos outros nutrientes. Porém, dependendo da marca e do tipo de leite, sua quantidade pode variar.

Descubra: Alergia ao leite e intolerância à lactose: quais são as diferenças?

Qual é o leite mais saudável para crianças: integral ou desnatado?

Há quatro décadas a escolha do leite para crianças era muito mais simples. Era normal que os bebês passassem diretamente do leite materno ao leite de vaca integral. As únicas diferenças residiam na apresentação, que poderia ser em pó ou líquido.

Entretanto, a diversificação da produção permitiu a fabricação de novos alimentos com fórmulas específicas para crianças, assim como o surgimento da variedade desnatada cujo objetivo é reduzir a quantidade de gordura no leite.

Embora os adultos tenham outras necessidades, as crianças que bebem leite integral costumam obter maior quantidade de vitamina D. É importante ressaltar que não são afetados pelo alto teor de gordura desse produto tradicional.

Por outro lado, bebês e crianças que não têm intolerância à lactose ou problemas de sobrepeso costumam beber leite (de vaca) integral.

O leite de vaca tem mais nutrientes

Por ser menos processado, o leite de vaca é uma das bebidas mais completas do ponto de vista nutricional. Contém grandes quantidades de cálcio, proteínas, vitamina D, e B12, entre outros nutrientes que favorecem a nutrição do pequeno.

O alto teor de vitamina D é fundamental porque facilita a correta absorção do cálcio, o que é bastante positivo para o desenvolvimento das crianças.

Devemos dar preferência para o leite desnatado?

Os pais de crianças com diagnóstico de sobrepeso devem preferir incluir leite com baixo teor de gordura em suas dietas. Isso lhes permite obter os benefícios dessa bebida sem promover o aumento do peso corporal. Nesses casos, o principal objetivo é nutri-los, ao mesmo tempo que os ajudamos a perder peso.

No grupo de bebidas lácteas com baixo teor de gordura, as fórmulas ricas em vitaminas e minerais devem ser levadas em consideração. Recomenda-se que você procure nas embalagens a tabela nutricional e avalie qual pode ser o mais apropriado dependendo dos valores.

Os bebês com excesso de cálcio, hipercalcemia, ou que têm alergias ou cálculos renais devem optar por fórmulas menos concentradas. O mesmo se aplica àqueles que têm intolerância à lactose. Obviamente, é importante consultar sobre qualquer dieta específica com um especialista.

No entanto, nestes casos, recomenda-se experimentar opção semidesnatada. Esse tipo de leite mantém um nível de 1,8% de gordura e conserva os nutrientes indispensáveis ​​para a nutrição das crianças.

Descubra: 3 receitas com leite de coco que você precisa experimentar

Outros alimentos com cálcio

Atualmente, existem outros alimentos ricos em cálcio. Por exemplo, suco de laranja, espinafre, arroz, frutos secos, peixes, ovos, entre outros. Contudo, há um em particular que as crianças adoram e que também contém esse mineral: o chocolate.

A esses produtos são adicionados outros laticínios, tais como o queijo e o iogurte. Em suma, tudo se resume a manter uma dieta equilibrada, além de introduzir alimentos de qualidade na dieta dos nossos filhos.

O leite é um alimento de extrema importância para o crescimento. A escolha do tipo de leite mais adequado é uma decisão importante que os pais devem tomar de acordo com os conselhos do pediatra.

Por que sofremos de osteoporose se bebemos leite todos os dias?

Por que sofremos de osteoporose se bebemos leite todos os dias?

Se quisermos abordar a osteoporose por completo, tanto na prevenção quanto no tratamento, devemos considerar todos os fatores que a influenciam.