Infecção estomacal: sintomas e tratamentos

· 19 de junho de 2016
É importante evitar o consumo de laticínios, açúcares e embutidos, já que aumentam as toxinas e favorecem a infecção. Opte por uma dieta saudável e nutritiva rica em frutas e verduras.

A infecção estomacal ou gastrointestinal pode se desenvolver quando menos esperamos. Sendo assim, ela costuma aparecer em épocas de calor ou umidade, por exemplo, ou nos momentos em que as bactérias, vírus ou parasitas podem entrar em nós.

Em seguida, explicaremos melhor quais são os sintomas deste problema e como podemos tratá-lo e preveni-lo para evitar suas consequências.

De fato, este tipo de doença não é uma coisa qualquer, pois dependendo de sua gravidade, pode inclusive nos custar a vida. Por isso, é indispensável saber como a infecção estomacal se desenvolve, para o nosso bem e para o bem de nossa família.

Ela pode ser especialmente grave em casos de crianças ou idosos, pois causa desidratação, e é isso que põe as vidas em risco.

O que causa a infecção estomacal?

Ilustração sobre infecção estomacal

  • Ela é causada por vírus, bactérias ou parasitas intestinais que entram em nós através dos alimentos, água contaminada e, às vezes, também pelo contato humano.
  • Este tipo de infecção é muito variável e depende do tipo de micro-organismos, e também de como a nossa saúde estiver no momento. Caso estejamos saudáveis e tivermos a imunidade em bom estado, poderemos enfrentar melhor a infecção.
  • As bactérias que atacam nosso intestino quase sempre costumam ser Salmonela, Escherichia coli, Shigela. As giárdias nos fazem perder peso, enquanto as amebas, presentes normalmente na boca e no estômago, podem nos causar sintomas similares.

Conheça alguns alimentos que cuidam do nosso estômago.

Quais são os sintomas mais comuns?

Mulher com infecção intestinal

  • Perdemos o apetite de repente;
  • Sentimos uma queimação e um peso no estômago;
  • Barulhos no estômago;
  • Dor no abdômen;
  • Calafrios;
  • Dor de cabeça;
  • Cansaço físico intenso;
  • Febre;
  • Caso a infecção seja causada por Salmonela, Escherichia coli e Shigela, pode aparecer um pouco de sangue nas fezes, além de diarreia;
  • Caso a infecção seja causada por giárdias, não teremos diarreia e o sintoma mais evidente que sentiremos é a perda de peso.

Tratamento natural para a infecção estomacal

Chá de camomila para a infecção intestinal

O mais importante, sem dúvida, é que diante do menor sintoma você procure um médico para iniciar um tratamento. As infecções estomacais podem ser muito graves, especialmente aquelas causadas por salmonelas ou pela Escherichia coli.

Além disso, sua incidência também vai depender do estado de saúde do paciente e de sua imunidade. Por isso, é preciso ter um cuidado especial com as crianças e os idosos.

  • Evite consumir laticínios, farinhas, açúcares, alimentos fritos e embutidos, por exemplo. Isso porque estes alimentos nutrem as bactérias e aumentam as toxinas em seu organismo, favorecendo a infecção.
  • Sempre é recomendável começar o dia com um dente de alho cru e um copo de água, pois ele é um bom antibiótico e limpa o nosso organismo.
  • Coma frutas no café da manhã: um mamão ou uma maçã sem casca são ideais para nutrir e não danificar seu estômago.
  • Tente seguir uma dieta leve à base de caldos e sopas. E, principalmente, evite carne vermelha.
  • Caso você esteja com diarreia, prepare um suco de maçã com o suco de dois limões e uma pitada de sal. Esta bebiba é um soro perfeito, sendo assim, vai te ajudar a se manter bem e não desidratar. Prepare um litro e tome durante o dia.
  • Mantenha-se repouso durante pelo menos 3 dias; nosso corpo precisa de energia para combater a infecção.
  • Você pode preparar infusões de camomila, hortelã, limão, equinácea e dente de leão para combater a infecção. Isso porque elas são perfeitas e é possível tomá-las até 3 vezes por dia.

Como prevenir a infecção estomacal?

  • Lave bem todos os alimentos, utensílios de cozinha, assim como as mãos antes de comer e após ir ao banheiro.
  • Cuide de sua alimentação para que seja equilibrada e nutritiva. Cuide de seu sistema imunológico.
  • Cozinhe muito bem as carnes quando for consumi-las.
  • Ferva a água ou beba água de garrafa, principalmente quando estiver muito calor.
  • Consuma vitamina C.
  • Consuma produtos não refinados.
  • Faça meia hora de exercícios todos os dias.
  • Tenha cuidado quando viajar: cuidado com o que come e, preferencialmente, não tome água da torneira. Dessa forma, consuma sempre água mineral de garrafa, que é o mais indicado nestes casos.