Filho adotivo de Carol Nakamura volta a morar com a mãe biológica

A decisão foi do próprio garoto, que estava vivendo com o casal enquanto aguardava o fim do processo de adoção.
Filho adotivo de Carol Nakamura volta a morar com a mãe biológica

Última atualização: 13 junho, 2022

Carol Nakamura e Guilherme tiraram Wallace do antigo maior lixão da América Latina, o do Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro, no fim de 2019. A sintonia entre a atriz e o menino foi tão grande que ela pediu a mãe biológica para cuidar da educação dele.

Durante três anos, Carol teve a guarda provisória do pequeno, que foi morar com ela e seu marido Guilherme Leonel enquanto aguardavam o fim do processo de adoção.

Recentemente, Nakamura contou com seus seguidores em seu perfil na rede social que Wallace, que vai completar 12 anos, decidiu voltar a morar com a família.

Não acreditava que isso fosse acontecer em momento nenhum até pelo amor que ele tem pela gente. Sempre cuidei do Wallace, Guilherme levava na escola, somos pais mesmo.”

Carol Nakamura
Direitos autorais: Reprodução/Instagram

Ele pediu pra voltar e ficar com a mãe dele depois de três anos aqui. Foi triste, sofrido, sinto falta, mas tenho que respeitar a vontade dele”, acrescentou a ex-bailarina.

Carol Nakamura pede aos fãs para não perguntarem mais sobre isso

Carol ficou chateada com a decisão do menino, mas diz que precisou entender a escolha dele. Por isso, não quer mais falar sobre o assunto.

“Já chorei, já fiquei sem entender. A única coisa que me resta é aceitar. Não vamos mais falar sobre isso, por favor. É um assunto que me incomoda muito porque fiquei me perguntando onde foi que errei. Toda hora me perguntam a mesma coisa. É uma lembrança e uma tristeza que me dá.”

Carol Nakamura
Direitos autorais: Reprodução/Instagram

Dificuldades na criação de Wallace

Carol explicou que foi difícil incluir limites e regras na rotina do filho: “Ele já tinha entendido que eu não tinha a guarda dele. Se a gente chamasse atenção, ele queria ir para a casa da mãe. Se a mãe fizesse o mesmo, ele queria voltar pra cá. E com isso ele ia faltando da aula. Ele tomou a decisão do nada.”

Pode interessar a você...
Adoção: aceitando um novo membro na família
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Adoção: aceitando um novo membro na família

Ter um filho vai muito além dos laços de sangue. Trata-se da possibilidade de criar vínculos afetivos com pessoas que não têm o seu DNA. Leia sobre...