4 soluções contra a dor de cabeça de sinusite

25 Junho, 2020
Você sofre de sinusite? Essa dor de cabeça pode ser muito desconfortável. Hoje você descobrirá algumas maneiras de enfrentá-la com soluções naturais.
 

A dor de cabeça de sinusite é uma doença na qual a mucosa dos seios paranasais fica inflamada. Embora tenha uma prevalência mais alta em crianças, muitos adultos também sofrem com ela. Felizmente, existem alguns remédios naturais que podem nos ajudar a tratá-la.

As soluções naturais trazem bons resultados para diferentes condições. Por isso, não queremos perder a oportunidade de compartilhar algumas delas com você. Vamos ver quais opções naturais podem nos ajudar a melhorar a dor de cabeça de sinusite.

Como combater a dor de cabeça de sinusite

Combater a dor de cabeça de sinusite não é fácil. A seguir, veremos algumas soluções naturais que podem funcionar muito bem. No entanto, lembre-se sempre de seguir as recomendações do seu médico.

1. Soro fisiológico

Lavagem com soro fisiológico
Podemos encontrar diferentes preparações com soro para remover o muco aderido nas mucosas.

O soro fisiológico é uma opção recomendada para o tratamento de casos de sinusite, conforme indicado no artigo ‘Documento de consenso sobre a etiologia, diagnóstico e tratamento da sinusite’.

Quando pensamos nessa opção, consideramos que existe apenas a alternativa de comprar este produto na farmácia. No entanto, podemos fazer nossa própria solução salina de uma maneira completamente caseira.

 
  • Pegue um pouco de água e coloque em um recipiente.
  • Adicione um pouco de sal (muito pouco).
  • Por fim, aplique no nariz.

2. Infusões

As infusões são especialmente recomendadas para melhorar os sintomas da dor de cabeça de sinusite. O motivo? Elas fornecem uma ótima hidratação, algo que é essencial nesses casos.

Existe uma grande variedade de infusões entre as quais podemos escolher. No entanto, algumas são muito mais usadas ​​do que outras. Você pode começar com as seguintes opções:

  • Infusão de calêndula: possui propriedades anti-inflamatórias essenciais para este caso específico.
  • Hortelã: é uma opção para aliviar a dor, além de fornecer ao corpo uma hidratação adequada.
  • Erva-cidreira: a infusão de erva-cidreira também é amplamente utilizada porque possui propriedades analgésicas e sedativas.

3. Vaporizações

Vaporização
As vaporizações permitem eliminar facilmente o muco aderido nas mucosas, levando aromas benéficos e calmantes às narinas.

A inalação de vapor é outra solução natural para limpar as vias aéreas. Portanto, é um remédio muito útil quando sofremos de uma gripe ou resfriado. Ela também reduz consideravelmente a dor de cabeça de sinusite.

Para que tenha o efeito desejado, você deve colocar a água para ferver em uma panela. É importante adicionar algumas ervas à preparação, como hortelã ou eucalipto. Quando a água atingir o ponto de ebulição, desligue o fogo e aproxime-se dela.

 

Coloque uma toalha sobre a cabeça para concentrar o vapor. Não é recomendável demorar mais de cinco minutos. Os seios paranasais serão limpos rapidamente.

4. Compressas ou panos quentes

A última das opções naturais para aliviar a dor de cabeça de sinusite é usar compressas ou panos quentes. Esta técnica é tão eficaz quanto a vaporização. No entanto, nesse caso, o alívio pode ser ainda maior.

  • Embeba uma gaze ou uma toalha em água muito quente.
  • Se preferir, você pode adicionar algumas ervas a essa água, como a hortelã.
  • Torça a gaze ou a toalha e, então, coloque-o no nariz.
  • Certifique-se de cobrir bem as laterais e a frente do nariz.

Você pode manter a gaze ou o pano por entre cinco e dez minutos. O calor proporcionará alívio imediato e uma sensação de conforto. Além disso, a dor diminuirá e as vias aéreas serão desbloqueadas. Recomendamos combinar esses tratamentos entre si para aumentar a sua eficácia.

Soluções naturais para a dor de cabeça de sinusite

Dor de cabeça de sinusite
Devido à grande variedade de causas, a orientação médica é essencial em casos de sinusite.

Algo a ter em mente ao aplicar essas soluções naturais é que o alívio que elas proporcionam não resolve o problema. Ou seja, essa não é uma cura mágica, e a dor provavelmente voltará em alguns minutos.

 

Portanto, é importante levar em conta as recomendações do seu médico. Ele pode fornecer outros tipos de soluções que, combinadas com as naturais, darão resultados muito positivos.

Além disso, antes de nos autodiagnosticarmos, é importante procurar um profissional. A razão é que a sinusite pode ter causas diferentes, como fungos, bactérias ou alergias. Dependendo do motivo, a maneira de resolvê-la será diferente.

Esperamos que este artigo tenha sido útil e que você se sinta melhor quando a dor de cabeça de sinusite aparecer. O que mais te ajuda a combater os sintomas da sinusite?

 
  • Albañil Ballesteros, M. R., Calvo, C., Hernando Helguero, P., Martínez Campos, L., & Domínguez Aurrecoechea, B.. (2014). Diagnóstico y manejo de la sinusitis: actitudes de los pediatras. Pediatría Atención Primaria, 16(61), 23-33. https://dx.doi.org/10.4321/S1139-76322014000100005
  • FICA C, ALBERTO, & DÍAZ P, JUAN CARLOS. (2003). Enfoque diagnóstico y terapéutico de los pacientes adultos con sospecha de sinusitis aguda. Revista chilena de infectología, 20(3), 184-192. https://dx.doi.org/10.4067/S0716-10182003000300006
  • Gallegos-Zurita, Maritza. (2016). Las plantas medicinales: principal alternativa para el cuidado de la salud, en la población rural de Babahoyo, Ecuador. Anales de la Facultad de Medicina, 77(4), 327-332. Recuperado en 01 de mayo de 2019, de http://www.scielo.org.pe/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1025-55832016000400002&lng=es&tlng=es.
  • Lastra Valdés, Humberto, & Piquet García, Rosario. (1999). Calendula officinalis. Revista Cubana de Farmacia, 33(3), 188-194. Recuperado en 01 de mayo de 2019, de http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75151999000300007&lng=es&tlng=es.
  • Sánchez Govín, Ester, León Fernández, Marielys, Chávez Figueredo, Diosothys, Hechevarría Sosa, Isabel, & Pino, Jorge. (2010). Caracterización farmacognóstica de Melissa officinalis L. (toronjil). Revista Cubana de Plantas Medicinales, 15(4), 198-208. Recuperado en 01 de mayo de 2019, de http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1028-47962010000400003&lng=es&tlng=es.