Disparadores “incomuns” da dor de cabeça

Todos sabemos o que é uma dor de cabeça, mas o que costuma provocá-la? Pode ser o cansaço, o estresse, a hipertensão ou inclusive uma má postura.
Disparadores “incomuns” da dor de cabeça

Última atualização: 07 dezembro, 2018

Todos sabemos o que é uma dor de cabeça, mas o que costuma provocá-la? Pode ser o cansaço, o estresse, a hipertensão ou inclusive uma má postura. Mas você sabia que existem alguns estímulos realmente curiosos que também podem provocá-la?


Por isso, hoje queremos falar no nosso espaço sobre esses disparadores “incomuns” da dor de cabeça, para que você os conheça, e para que saiba um pouco mais sobre a sintomatologia dessa clássica doença que afeta a todos.

1. Dor de cabeça por esforços físicos “incomuns”

Existe um tipo de cefaleia primária que os médicos chamam de “tussígena”, que é bastante frequente entre a população, sobretudo nesses períodos em que são habituais os resfriados ou as alergias. Os detonantes são os seguintes:

  • Tossir durante muito tempo.
  • Espirrar várias vezes ao longo do todo o dia.
  • Assoar o nariz frequentemente.
  • Chorar durante algumas horas.

Como você pode perceber, trata-se de pequenos esforços fisiológicos considerados como normais. O problema está no tempo em que sofremos desses sintomas.

Com certeza, já aconteceu com você alguma vez, nesses dias em que estamos muito resfriadas, que espirramos e que assoamos o nariz durante o dia todo, é frequente acabarmos sempre com uma terrível dor de cabeça.

2. Dor de cabeça por um estímulo frio

frío

Os médicos chamam essa doença de “cefaleia por crioestimulação” e se trata de um disparador “incomum” da dor de cabeça que todos já sofremos alguma vez, mas que mal conhecemos. Por que ela acontece?

  • Por nos expor a temperaturas muito frias. É frequente, por exemplo, sofrermos no verão, quando colocamos o ar-condicionado em uma temperatura muito baixa e acabamos sentindo frio.
  • Tomar banho com água fria.
  • Molhar-se na chuva.
  • Beber refrescos muito frios.

Assinalamos também que esse tipo de disparador, associado com o frio é muito comum em todas aquelas pessoas que sofrem de enxaquecas.

3. Dor de cabeça por “pressão”

Esse é outro problema realmente comum e que não costumamos relacionar com as dores de cabeça. Adivinhou do que se trata?

  • Usar um capacete ou um chapéu durante várias horas.
  • As tiaras para o cabelo também podem ocasionar dor de cabeça se as usarmos o dia todo.
  • Os óculos de sol ou os de grau e, inclusive, os óculos de mergulho também podem ser ativadores.

4. Dor de cabeça enquanto dormimos ou depois de dormir

dor-de-cabeça-ao-despertar-500x333

São conhecidas como cefaleias hípnicas e podem aparecer em qualquer idade. Com certeza você já teve ou terá essa dor de cabeça alguma vez, e as causas são as seguintes:

  • Acordar no meio da noite com uma dor de cabeça súbita que, embora não seja muito intensa, faz com que nos sintamos incomodados por ao menos durante meia hora.
  • Ela também costuma aparecer depois de você dormir uma sesta à tarde. Acordamos enjoados, com uma espécie de “aura” ao redor da cabeça realmente incômoda.
  • A causa não é conhecida, mas é uma coisa benigna sem maior importância e que, em geral, não costuma ser recorrente.

5. Dor de cabeça por dispositivos eletrônicos

É uma das dores de cabeça mais frequentes nos últimos anos. Os médicos já nos alertaram sobre as consequências de fazer uso em excesso dos dispositivos móveis e dos computadores para a nossa saúde.

Então é importante saber que as telas de todos esses dispositivos têm um tipo de onda eletromagnética que faz com que a nossa saúde visual se recinta e que, finalmente, desencadeie uma dor de cabeça.

Não esqueça dos seguintes dados:

  • Segundo uma pesquisa recente feita pela Universidade de Michigan (Estados Unidos), estamos acostumados a passar entre 5 e 6 horas diárias diante de um computador, sem contar as vezes em que verificamos o nosso telefone celular. Tudo isso deriva em fadiga visual, olhos vermelhos, dor de pescoço e de costas e, é obvio, nas cefaleias.
  • Para evitar esse tipo de problemas, os especialistas nos recomendam baixar a intensidade do brilho desses dispositivos, ao mesmo tempo em que posicionemos tanto o celular como o computador abaixo da nossa linha visual. Outro dado importante é não olharmos para a tela do telefone quando estivermos em um lugar onde há muito sol. A combinação dos raios solares com a luz das telas atua como verdadeiro disparador da dor de cabeça, portanto, sempre será melhor esperar estar em um lugar fechado, uma cafeteria, no trabalho ou em casa.
  • É importante também descansar a cada 20 minutos. Se você trabalhar com o computador é fundamental lembrar de estabelecer descansos de 3 minutos a cada 20 minutos, desviando a vista para uma janela ou para uma parede; algo que permita que você se relaxe. Leve em conta também que você deve piscar com muita frequência para hidratar o olho, já que, geralmente, quando estamos diante do nosso celular ou tablet, estamos acostumados a piscar muito menos e, como já se sabe, a fadiga visual também gera dor de cabeça.

Para concluir, como você pode ver, existem disparadores “incomuns” da dor de cabeça que não conhecíamos e que a partir de agora vamos ter que considerá-los. Não se esqueça deles!

Pode interessar a você...
Os sintomas da dor de cabeça causada pelo estresse
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Os sintomas da dor de cabeça causada pelo estresse

Algumas situações podem desencadear transtornos psicológicos e reações psicossomáticas, como a dor de cabeça causada pelo estresse.