Decore com quadros de acordo com o espaço

18 de janeiro de 2019
Existem dois conceitos muito relacionados aos quadros: identidade e criatividade. Agora, como fazer com que estes conceitos funcionem perfeitamente e encaixem em um espaço? Descubra a seguir!

A decoração com quadros tem séculos de antiguidade. Há anos recorre-se a pinturas a óleo, assim como fotografias para decorar.

Cada um tem uma ideia diferente do que é arte e, em função disso, desenvolve conceitos estéticos do que resulta agradável e o que não.

Portanto, as ideias que comentaremos supõe um guia orientador; não serve para impor nenhum tipo de critério.

No que respeita à decoração, a margem de improvisação e criatividade devem se manter amplas para obter resultados maravilhosos.

O antes e o depois

Anteriormente, utilizam-se os quadros para destacar, por exemplo, o sofá de uma sala, a mesa da cozinha ou qualquer outro móvel.

Tomava-se como parte de um fundo e, por isso, criou-se a ideia de que os quadros estavam ali para “preencher espaços vazios nas paredes”.

No entanto, não se pendura um quadro somente para preencher um espaço vazio, ainda que possa parecer assim à primeira vista.

Quadros para decorar

Um quadro é pendurado para destacar uma peça do mobiliário ou mesmo para dar maior protagonismo a um lugar do cômodo.

Dessa forma, um quadro vem a ser um elemento que traz força visual e dá certa presença a um ambiente. 

Também é uma expressão do pessoal, do que gostamos ou nos chama atenção. Trata-se de uma janela tanto para a identidade como para a criatividade das pessoas.

Agora, dado a sua estrutura, um quadro traz um tipo de sensação de ordem e simetria, que não passa facilmente despercebida ante o olhar de especialistas de decoração.

Muitos afirmam que, apesar de existirem certas regras para decorar com quadros, estas podem ser quebradas.

Leia também: 7 ideias para decorar um jardim pequeno

Regras que podem ser quebradas

  • Criar séries. Anteriormente recomendava-se optar pelas séries pré-determinadas para ter certa continuidade nos espaços. Mas, hoje em dia, não é necessário seguir esta regra ao pé da letra.
    Podemos inventar as séries em função de todo tipo de critérios: cor, textura, técnica e até mesmo: a moldura!
  • Não repetir o quadro. Isso era impensável no passado, contudo, caso tenhamos dois quadros idênticos em um mesmo espaço, podemos brincar com eles e criar um efeito óptico muito dinâmico.
  • Pendurar na altura da visão. Diz-se que é um erro colocar os quadros muito altos ou muito baixos, porque a visão não os percorre com facilidade e, por isso, perdem-se.
    No entanto, isso quase não se cumpre. De fato, quando decoramos com quadros, importa mais que fiquem bem localizados do que o quão confortável será a visão deles.
  • Cuidar do número de quadros e proporções.
Decoração maravilhosa com quadros

Alternativas para decorar com quadros

Ao invés de pendurar os quadros, com sua respectiva moldura, é possível dar um estilo interessante a estes elementos decorativos.

Tudo se trata de atrever-se a experimentar e sair do pré-determinado. A seguir mostraremos algumas ideias que podem ser aplicadas de uma maneira muito simples, mas com um resultado genial.

  • Prescinda a moldura e utilize ao invés disso: washi tape, clipes, pastas com ganchos, pinças, varetas de madeira.
  • Se os quadros forem simples, com tons neutros ou pastel, até mesmo abstratos, é possível colocá-los em um mesmo espaço; com diferentes molduras e formas para destacá-los ainda mais.
  • As telas em branco molduradas também são uma proposta interessante na hora de decorar espaços, geralmente minimalistas. Propomos deixar a imaginação voar e fazer da tela o que quiser.

O que mais levar em consideração?

  • É possível sim misturar diferentes tendências em um mesmo ambiente, para oferecer variedade em modo de colagem.
    Algumas pessoas misturam diferentes obras, mas mantêm uma mesma paleta de cores, enquanto que outras, buscam romper os esquemas completamente e reúnem peças muito diferentes.
    Nesse sentido, a decisão é sua.
  • Misturar pode ajudar a contar uma história e, até mesmo, fazer “poesia visual”. Este vem a ser o caso da mistura de quadros de pinturas com fotografias familiares.
  • Nem sempre temos que pendurá-los, também podem ser colocados apoiados em uma prateleira ou mesa. De fato, assim podem ser movidos de local com mais facilidade, o que trará um maior dinamismo ao ambiente.
  • Colocar quadros de diferentes tamanhos em um mesmo ambiente pode criar um atrativo visual muito mais interessante; do que trabalhar somente com séries.

Saiba mais: Como decorar um quarto para descansar melhor?

Anime-se a decorar com quadros!

Os grandes pintores clássicos adquiriram um novo protagonismo graças aos desenhos hipster. É adicionado a um quadro, como a Mona Lisa de Leonardo Da Vinci, uma palavra ou frase breve, em uma tipografia moderna e, rapidamente, adquire um ar mais divertido ou profundo.

Por isso, muitas pessoas não hesitam em imprimir e moldurar cartazes com estes clássicos renovados.

Em cada um deles existe a possibilidade de nos servir como fonte de inspiração.

E por último, lembre-se de que, ainda que existam regras, estas podem ser quebradas com muito estilo e criatividade.