Benefícios da dançaterapia

A prática da dançaterapia ou dança terapêutica pode ser realizada em qualquer idade e nos ajuda a alcançar melhores relações interpessoais, ao mesmo tempo em que otimizamos nossa saúde cardiovascular.
Benefícios da dançaterapia

Última atualização: 12 Maio, 2021

Desde que foi inventada, a dança tem sido uma das melhores formas de nos distrair, nos desinibir, liberar tensões acumuladas, estreitar os laços e exercitar o corpo ao ritmo da música. É uma atividade agradável, que nos ajuda a nos sentirmos melhor em geral. Por esse motivo, há algum tempo, existe uma atividade chamada dançaterapia.

A dançaterapia

A dançaterapia é o uso da dança para fins terapêuticos. A partir da expressão criativa do corpo, o estabelecimento de pensamentos é promovido, enquanto a circulação sanguínea é favorecida. Assim, os benefícios para a saúde abrangem a saúde física e emocional.

Embora tenha nascido na Alemanha no início do século XX, o método foi desenvolvido especialmente por um grupo muito diverso por volta dos anos 1940. Uma de suas fundadoras mais conhecidas foi Trudi Schoop, uma comediante dançarina suíça, mais conhecida como a mulher Charlie Chaplin.

Schoop, embora não fosse enfermeira, psicoterapeuta, psicóloga ou psiquiatra, relacionava-se com pessoas desse mundo e, assim, aos poucos foi sendo incentivada a explorar como a dança poderia servir de terapia para pacientes esquizofrênicos. Ela acreditava que poderia ajudá-los a se aproximarem das pessoas em vez de fugir delas.

A história da dançaterapia ainda está sendo escrita e seus benefícios já foram estudados em mais de uma ocasião.

Um estudo realizado na Universidade da Costa Rica apontou que a dançaterapia é a reabilitação e adaptação de problemas físicos e psicológicos. Isso porque se leva em consideração a hipótese de que o corpo manifesta os estados psicológicos das pessoas, o que costumamos chamar de “somatização”.

Além disso, a dança é o movimento rítmico característico de cada participante, a fruição da harmonia e o fluxo dos movimentos, a passagem de um ritmo e de um tempo a outro, não uma simples rotina que o treinador apresenta para copiar.

Também incorpora diferentes disciplinas relacionadas à expressão corporal, como teatro, psicomotricidade, encenação, composição coreográfica e a mais proeminente de todas, que é a musicoterapia.

Bases e objetivos da dançaterapia

Em primeiro lugar, as bases da dançaterapia são as seguintes:

  • Dança.
  • Iniciativa.
  • Simulação.
  • Criatividade e improvisação.

Entre os objetivos estão os seguintes:

 

  • A ideia principal é a promoção consciente do bem-estar mental e corporal, o que a torna uma terapia tão bem-sucedida é que cada movimento se adapta ao ritmo, às possibilidades e às capacidades de cada indivíduo.
  • No caso de pacientes com problemas, isso ajuda a desenvolver vários níveis de coordenação psicomotora. Com isso, os esquemas corporais e a gradual descoberta do ritmo são alcançados.
  • O objetivo da dançaterapia nas crianças é o estímulo da criatividade e da inteligência. Essa atividade as ensina a ter consciência do próprio corpo, do espaço pessoal e dos limites de sua capacidade.
  • Quando aplicada em grupos de adultos, obtemos objetivos gerais. No entanto, também são apontadas metas individuais, como o crescimento pessoal e a otimização emocional.
  • Nos idosos, pode ajudar a carregar suas energias, o que os conecta ao positivismo e à vontade de viver.
  • Além disso, ativa a memória e as lembranças. Também estimula a coordenação e evita quedas.

Benefícios da dançaterapia

Aula de dança

Entre os benefícios da dançaterapia, encontramos:

  • Melhora a postura.
  • A capacidade da caixa torácica aumenta para que a respiração seja mais profunda.
  • Otimiza a flexibilidade e exercita as articulações.
  • Desenvolve consideravelmente as habilidades psicomotoras em crianças.
  • Aumenta o volume cardíaco, de forma que provoca mudanças positivas na saúde do coração, como expõe um estudo realizado na Universidade Rafael Landívar.

Benefícios psicológicos, sensoriais e emocionais

  • Estimula a lucidez mental.
  • Acentua os reflexos, o que aumenta a velocidade da resposta física e mental.
  • É uma excelente maneira de combater o estresse e equilibrar a mente.
  • Incentiva a harmonia e a busca de soluções para situações de conflito.
  • A memória da percepção dos movimentos é aprimorada.

Para concluir, através do movimento rítmico, acompanhado por estímulos auditivos agradáveis, como a música, o cérebro realiza vários caminhos sinápticos. Dessa forma, descreve novas rotas, o que desencadeia o desenvolvimento de novas ideias e possibilidades na resolução de dificuldades. Assim, evidencia-se um claro enriquecimento sensorial.

Além disso, a dança favorece a liberdade de expressão e a manifestação de sentimentos e ideias. Permite experimentar emoções positivas e promover a socialização. Por sua vez, aumenta a autoestima e a segurança pessoal.

Agora que já conhecemos os benefícios da dançaterapia, vale a pena dar a ela uma chance de aumentar o bem-estar para levar uma vida ativa. Por que não tentar?

Pode interessar a você...
5 benefícios de dançar para a saúde
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
5 benefícios de dançar para a saúde

Você sabia que dançar não só é divertido, mas também traz muitos benefícios para a saúde? Dançar é uma das atividades físicas mais recomendadas.