Coágulos de sangue na menstruação: 5 aspectos que você deve conhecer

· 15 de setembro de 2016
A expulsão de coágulos durante o período menstrual é normal e não é grave. Mas quando há outros sintomas, como por exemplo, dor, é conveniente consultar um especialista.

Embora a presença de coágulos de sangue seja algo normal durante a menstruação para grande parte das mulheres, é também um aspecto ao qual devemos prestar atenção para observar se está associado a outros tipos de sintomas.

Nunca é demais conversar sobre esse tema com o seu ginecologista.

No entanto, como nos dizem os especialistas, cada organismo é único e cada mulher vive o seu período menstrual de uma forma. Assim, a presença de coágulos não é necessariamente algo que deva nos preocupar.

Compartilharemos todos os detalhes a seguir.

O que são os coágulos de sangue que aparecem durante a menstruação?

Para entender melhor o que são esses coágulos que vemos de vez em quando ao longo do nosso período menstrual, temos que levar em consideração alguns aspectos:

  • As paredes do nosso útero mudam gradualmente para preparar o organismo para encarar uma possível gravidez. Elas se tornam mais grossas e se enchem de tecidos novos com os quais, caso haja a concepção, é possível abrigar o feto.
coágulos de sangue

  • Na ausência de gravidez, essa camada formada no revestimento uterino se desprende pouco a pouco, formando a menstruação.
  • Geralmente, quando sofremos um ferimento, o sangue tende a coagular. É um tipo de defesa através da qual evitamos perder sangue em excesso. No entanto, durante a menstruação é necessário que o sangue flua de forma suave para que possa ser expulso.
  • Então, o útero cria um anticoagulante. Se a menstruação for muito abundante, esse “coagulante natural” acaba. Dessa forma, aparece um ou outro coágulo.
  • Normalmente, esses coágulos variam entre 5 mm e 4 cm e são mais frequentes em mulheres que apresentam um fluxo menstrual mais intenso. Aquelas cujas menstruações são um pouco mais leves, geralmente, não apresentam esses coágulos.
  • Outro ponto a considerar é que os coágulos são mais comuns durante o sono.

Aspectos a serem levados em consideração quanto à formação de coágulos durante a menstruação

coágulos de sangue

1. Déficit de ferro

O déficit de ferro na mulher, às vezes, se torna uma verdadeira dor de cabeça.

  • É comum que uma menstruação abundante nos faça perder os níveis deste mineral. Mas, sabe-se que quanto menos ferro em nosso organismo, mais problemas o útero terá para gerar o “anticoagulante natural”. Dessa forma, a anemia por deficiência de ferro gera, por sua vez, mais coágulos sanguíneos.
  • Por isso, não hesite em ser examinada periodicamente para monitorar os níveis de ferro. Em caso de déficit, o objetivo será recuperá-los com algum suplemento que seja recomendado pelo seu médico.

Leia também: 5 bebidas saudáveis ​​para o tratamento da anemia

2. Pequenos desequilíbrios hormonais

É comum que tanto adolescentes quanto mulheres que acabaram de dar à luz apresentem fluxos com coágulos de sangue.

Isto se deve a pequenos desequilíbrios entre o estrogênio e a progesterona, algo que também pode ocorrer um pouco antes da menopausa.

3. Aborto involuntário

Este é um aspecto que devemos considerar. Se estamos tentando engravidar e notamos que, em um dado momento, aparece um coágulo de sangue amarelado ou acinzentado, infelizmente pode se tratar de um aborto involuntário.

Não hesite nunca em consultar seu médico ou ginecologista.

4. Endometriose

A endometriose é uma doença silenciosa da qual milhões de mulheres sofrem.

Algo que devemos ter em mente é que, caso a menstruação seja muito dolorosa e incapacitante, é possível que a mulher sofra desta doença.

  • A endometriose afeta os órgãos reprodutores femininos e é caracterizada pela formação de um revestimento muito denso em torno do útero e de outros órgãos.
  • Tudo isso causa dor e é comum que durante a menstruação vejamos coágulos de sangue abundantes.
coágulos de sangue

5. Doenças ginecológicas

Como observamos no início, a presença de coágulos sanguíneos é comum em muitas mulheres.

No entanto, se menstruação for dolorosa, devemos sempre discutir este assunto com um ginecologista.

  • doença inflamatória pélvica, por exemplo, geralmente ocorre com uma dor abdominal profunda na área da pélvis, que também está relacionado à presença de coágulos de sangue na menstruação.
  • Este tipo de doença causada por uma bactéria produz uma infecção desde o colo do útero até o útero, trompas de Falópio ou ovários.
  • É dolorosa e é uma das doenças ginecológicas mais comuns. Por isso, é importante que, se houver qualquer dúvida ou desconforto, consultemos os profissionais.

Sabe-se também que a presença de miomas ou cistos também está relacionada com a formação de coágulos durante a menstruação.

Por isso, mesmo que esses coágulos sejam algo normal, nunca é demais recorrer às nossas consultas anuais.