Quais são as causas da boqueira?

As causas por trás do aparecimento da boqueira são diversas, mas quase todas estão relacionadas a problemas de fácil solução. Saiba mais aqui!
Quais são as causas da boqueira?

Última atualização: 19 Abril, 2021

Você sabe quais são as causas da boqueira? Trata-se de uma lesão que aparece no canto dos lábios, cujo nome médico é estomatite ou queilite angular. 

Essas pequenas feridas têm a forma de fissura e, em todos os casos, aparecem na junção dos lábios. A lesão aparece coberta por uma membrana esbranquiçada. Podem ser unilaterais, ou seja, com presença apenas em um lado da boca, ou bilaterais, quando estão presentes em ambos os lados.

Quem sofre de boqueira?

Boca seca

A presença da boqueira é bastante comum, e considera-se que quase todas as pessoas sofrem deste desconforto pelo menos uma vez na vida. Porém, se há um determinado grupo que se destaca pela presença da boqueira, seria o das crianças.

Em crianças, ela ocorre principalmente durante o aparecimento dos primeiros dentes ou quando usam muito a chupeta. Além disso, são comuns em idosos e pessoas com problemas dentários.

Outros grupos em que a boqueira aparece com frequência são as pessoas com vincos profundos nos cantos da boca. Além disso, também surgem em pessoas que sofrem de diabetes, cirrose, anemia, deficiências do sistema imunológico, deficiência de vitamina C ou má nutrição. Elas têm múltiplas causas, mas quase sempre são causadas ​​pela presença de fungos ou bactérias.

Quais são os tipos de boqueira?

Uma primeira classificação da boqueira ou queilite angular tem a ver com a sua recorrência. Se ocorrerem repentinamente e com sintomas mais fortes, estamos falando de um quadro agudo. Se elas aparecem e desaparecem várias vezes ao longo da vida e causam fissuras dolorosas, é uma condição crônica.

Do ponto de vista da causa pela qual aparecem as boqueiras, o Jornal Cubano de Estomatologia, em seu artigo Queilitis. Revisão Bibliográfica, explica que estas são classificadas em três tipos:

  • Microbiana: ocorre devido à presença de micro-organismos que crescem nos cantos dos lábios.
  • De contato: é uma forma de alergia de contato.
  • Solar: aparece em pessoas muito sensíveis ao sol e, geralmente, surge desde tenra idade. Além disso, é provocada por mudanças extremas de temperatura.

Quais são os sintomas?

O principal sintoma da boqueira é a vermelhidão e a descamação em um ou ambos os cantos dos lábios. O mais comum é que se formem pequenas erosões, cobertas por uma pseudomembrana branca ou amarela.

A pessoa afetada sente uma certa tensão nessa área ao mover a bocaAlém disso, apresenta dor ao abrir a boca ou ao comer alguns alimentos, principalmente se forem ácidos. Há uma sensação de queimação e aumento da sensibilidade na área. Nos casos mais graves, há sangramento e formação de crostas.

Quais são as causas da boqueira?

Quais são as causas da boqueira?

As causas da boqueira são variadas. Podemos falar de três grandes grupos de gatilhos, de acordo com dados publicados em um ensaio do StatPearls:

  • Locais: têm a ver com as mudanças que ocorrem na região da boca. Os principais fatores locais que provocam a saída da boqueira são os seguintes:
    • Perda de dentes ou edentulismo: quando a pessoa não tem dentes, formam-se sulcos mais profundos nos cantos dos lábios, facilitando a saída da boqueira.
    • Desalinhamentos em dentaduras ou dispositivos dentários.
    • Acúmulo de saliva no canto dos lábios.
    • Contato com um alérgeno.
    • Ressecamento nos lábios.
    • Candidíase oral.
    • Hábitos inadequados: principalmente, molhar os lábios com frequência ou morder as laterais.
  • Sistêmicas: têm a ver com outras patologias que podem estar presentes. Entre elas, encontramos o seguinte:
    • Deficiência nutricional ou vitamínica: em particular, a falta de vitaminas A, B ou C e deficiência de ferro ou zinco.
    • Depressão do sistema imunológico: a baixa imunidade contribui para o aparecimento de feridas na boca.
    • Doenças sistêmicas: como diabetes, impetigo, cirrose, anemia, etc.
  • Ambientais: estão relacionadas ao ambiente. Entre elas, estão:
    • Temperaturas extremas: principalmente se aparecerem repetidamente em pouco tempo.
    • Estresse, ansiedade ou problemas emocionais: eles afetam o bom funcionamento do sistema imunológico.
    • Traumas: se houver uma batida, queimadura ou outro tipo de lesão nos cantos da boca, é mais fácil que a boqueira apareça.

O que fazer ao detectá-la?

Mulher no dentista

É importante observar que a boqueira é contagiosa, pois se trata de uma infecção. Elas são transmitidas de uma pessoa para outra por meio do beijo ou do compartilhamento de elementos que a pessoa afetada colocou na boca.

Portanto, o primeiro passo após determinar que você tem boqueira é tomar precauções extremas para minimizar o risco de contágio. Isso significa evitar beijar e usar a mesma toalha no banheiro, além de compartilhar copos ou talheres.

Claro, a consulta médica é recomendada. O profissional é o único que pode determinar com segurança quais são as causas da boqueira e, assim, ajudar a tratá-la adequadamente.

Pode interessar a você...
Sintomas do herpes labial e principais tratamentos
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Sintomas do herpes labial e principais tratamentos

Conheça os principais sintomas e formas de tratamento do herpes labial, uma doença comum que pode afetar adultos e crianças.