Benefícios da aloe vera para o estômago

26 Novembro, 2019
Graças às suas propriedades, o gel de aloe vera pode nos ajudar a enfrentar alguns problemas estomacais, como a azia ou as úlceras gástricas. Você quer saber como usar? Aqui, vamos contar mais detalhes.

Quando nos recomendam usar aloe vera, costumamos pensamos em suas propriedades para tratar alguma ferida ou queimadura na pele. Mas você sabia que essa planta possui muitos benefícios para o estômago?

Neste artigo, você conhecerá algumas propriedades da aloe vera para o aparelho digestivo. Mas não sem antes conhecer as características da aloe vera e como você deve usá-la em seu dia a dia. Não perca!

O que é a aloe vera?

A Aloe Vera é uma planta suculenta, nativa dos países de clima quente e seco. Seu cultivo é bastante amplo e, de fato, milhões de pessoas a têm em suas casas. Além disso, existem várias espécies, embora apenas algumas sejam usadas medicinalmente.

Até o momento, muitos dados sobre os ingredientes ativos que afetam as propriedades dessa planta ainda são desconhecidos. No entanto, é amplamente utilizada na indústria farmacêutica e cosmética. Para consumo oral e aplicação tópica, é geralmente usada em gel.

Em geral, como destacado por um estudo publicado em Indian Journal of Dermatology, essa planta se caracteriza por conter:

  • Vitaminas: vitaminas A (betacaroteno), C e E, que são antioxidantes. Além disso, vitamina B12, ácido fólico e colina.
  • Enzimas: contém 8 enzimas: aliiase, fosfatase alcalina, amilase, bradicinase, carboxipeptidase, catalase, celulase, lipase e peroxidase.
  • Minerais: fornece cálcio, cromo, cobre, selênio, magnésio, manganês, potássio, sódio e zinco.
  • Açúcares: fornece monossacarídeos (glicose e frutose) e polissacarídeos (glucomanano / polimanose).
  • Antraquinonas: fornece 12 antraquinonas, que são compostos fenólicos tradicionalmente conhecidos como laxantes. Aloína e emodina atuam como analgésicos, antibacterianos e antivirais.
  • Ácidos graxos: fornece 4 esteroides vegetais; colesterol, campesterol, β-sisosterol e lupeol. Todos têm ação anti-inflamatória e o lupeol também possui propriedades antissépticas e analgésicas.

Se você quer ter uma dessas plantas, a boa notícia é que é uma espécie muito resistente que quase não requer cuidados. Você só precisa de uma boa dose de luz solar todos os dias.

Como extrair o gel da aloe vera?

Para usar e tirar proveito dos benefícios do aloe vera, precisamos esperar a planta amadurecer. Esse processo geralmente leva cerca de dois anos. A partir de então, você poderá aproveitar todas as suas propriedades. É necessário usar os talos visíveis e externos e cortar com uma faca a que você deseja usar. O crescimento da aloe vera é de dentro para fora.

Embora atualmente possamos encontrar cápsulas de extrato da aloe vera, temos a opção de usá-la em seu estado natural. As folhas ou talos da planta podem ser extraídos a cada 6 meses, mas não é recomendável cortar mais do que 3 ao mesmo tempo.

Leia este artigo: Como regenerar o cabelo, a pele e as unhas “por dentro”

Aloe vera para o estômago: como pode ajudar?

Antes de tudo, é muito importante esclarecer que a aloe vera não é um remédio para curar problemas digestivos. Embora sirva de complemento contra certas condições e sintomas, não deve ser utilizada como tratamento de primeira linha contra condições.

Assim, sempre que você sentir desconforto digestivo, é melhor consultar o médico e seguir suas recomendações. Da mesma forma, devemos informá-lo sobre a nossa intenção de tomar aloe vera, pois a planta pode interagir com medicamentos.

Sabendo disso, vamos voltar ao nosso tópico principal, como a aloe vera ajuda a melhorar a saúde digestiva? As evidências ainda são limitadas. No entanto, uma série de pequenos estudos não controlados relataram que o gel de aloe vera pode ajudar pacientes com úlceras pépticas e problemas gastrointestinais.

De acordo com essas pesquisas, o gel de aloe vera promove a cicatrização dos tecidos afetados e tem um efeito antiácido. Pode até mesmo ser benéfico contra a inflamação, graças à sua ação anti-inflamatória.

Por outro lado, uma pesquisa publicada em Journal of Research in Medical Sciences determinou que a aloe vera pode ajudar a reduzir a dor e o desconforto estomacal em pacientes com síndrome do intestino irritável com predomínio de constipação.

No entanto, são necessárias mais pesquisas para determinar se esse ingrediente realmente age favoravelmente nesses tipos de pacientes. De qualquer forma, a aloe vera tem sido o protagonista de remédios naturais contra problemas como constipação e indigestão. Desde que seja usada moderadamente, geralmente é segura.

Receitas para aproveitar essa planta

suco de aloe vera

Para poder aproveitar as propriedades estomacais da aloe vera para o estômago, precisamos consumi-la. Por isso, fazer sucos com essa planta (e combiná-la com outros ingredientes) pode ser uma boa alternativa. Veja as seguintes receitas de suco de aloe vera

Suco de aloe vera e limão

O gosto cítrico do limão transforma esse suco em uma excelente opção para o consumo nos dias de calor. Além disso, possui todas as propriedades e os benefícios de que falamos acima. Para preparar, siga estes passos:

Ingredientes

  • 1 talo de aloe vera
  • 1 xícara de água (250 ml)
  • O suco de 1 limão

Preparo

  • Com uma faca bem afiada, corte de maneira longitudinal o talo da aloe vera e retire o gel com muito cuidado.
  • Coloque o gel em um copo de liquidificador e, em seguida, acrescente o suco do limão recém exprimido. Adicione a água.
  • Misture bem até obter uma aparência homogênea. Despeje em um copo e pronto, você já pode beber. Se você quiser, pode colocar alguns cubos de gelo e uma rodela de limão. Aconselhamos consumir uma xícara por dia.

Suco com mel

As propriedades antissépticas do mel se somam às vantagens dessa planta para o estômago. Combinados, ambos os ingredientes podem ser de grande ajuda em caso de infecções estomacais.

Ingredientes

  • 200 gramas  de mel líquido
  • 1 talo de aloe vera
  • 1 medida (50 ml) de licor ou álcool etílico (o destinado para consumo)

Preparo

  • Abra o talo da aloe vera e extraia o gel. Em seguida, coloque-o em um copo de liquidificador e misture com o mel.
  • Bata até que se misturem bem. Coloque a mistura em um copo e adicione o licor ou o álcool escolhido.
  • Consuma 3 colheres ao dia: em jejum, antes do almoço e antes de jantar.
  • Repita o tratamento durante 10 dias. Descanse 10 dias e volte a fazê-lo por mais 10 dias.

Em suma, o gel contido na aloe vera pode ser benéfico para a saúde do estômago. No entanto, dada a falta de evidências, deve ser usado com sabedoria, em quantidades moderadas. Não ignore que a planta não está livre de contraindicações e efeitos colaterais. Portanto, antes de ingeri-la como um complemento, é melhor consultar o médico e sanar todas as dúvidas.

  • Surjushe A, Vasani R, Saple DG. Aloe vera: a short review. Indian J Dermatol. 2008;53(4):163–166. doi:10.4103/0019-5154.44785
  • Eamlamnam, K., Patumraj, S., Visedopas, N., & Thong-Ngam, D. (2006). Effects of Aloe vera and sucralfate on gastric microcirculatory changes, cytokine levels and gastric ulcer healing in rats. World Journal of Gastroenterology. https://doi.org/10.3748/wjg.v12.i13.2034
  • Joseph, B., & Raj, S. J. (2010). PHARMACOGNOSTIC AND PHYTOCHEMICAL PROPERTIES OF ALOE VERA LINN – AN OVERVIEW Taxonomy : Enzymes : International Journal of Pharmaceutical Sciences Review and Research.
  • Surjushe, A., Vasani, R., & Saple, D. (2008). Aloe vera: A short review. Indian Journal of Dermatology. https://doi.org/10.4103/0019-5154.44785
  • Avijgan, M., Kamran, A., & Abedini, A. (2016). Effectiveness of Aloe Vera Gel in Chronic Ulcers in Comparison with Conventional Treatments. Iranian Journal of Medical Sciences41(3), S30. Retrieved from http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27516663
  • Khedmat H, Karbasi A, Amini M, Aghaei A, Taheri S. Aloe vera in treatment of refractory irritable bowel syndrome: Trial on Iranian patients. J Res Med Sci. 2013;18(8):732.