Alivie os sintomas da vaginose bacteriana com estes 6 remédios naturais

22 de julho de 2017
O ácido láctico do iogurte pode ser um grande aliado no combate à vaginose. Podemos colher seus benefícios tanto externamente, como se nós o consumirmos oralmente.

A vaginose bacteriana é uma das infecções que se desenvolvem na área íntima das mulheres devido a desequilíbrios sofridos pela flora bacteriana que a protege.

É uma condição muito desconfortável para quem sofre com estas bactérias, porque aumentam a presença de um corrimento amarelado que geralmente tem um forte odor de peixe.

Na verdade, muitas vezes este desconfortável sintoma é acompanhado por uma sensação de queimação ao urinar e prurido nas áreas exteriores da vagina.

Apesar de não ser considerado um problema sério, é necessário fornecer tratamento oportuno para evitar complicações e insegurança. Portanto também, maior cuidado com a área vaginal.

A boa notícia é que há vários tratamentos naturais para tratar a afecção. Por serem naturais, não expõem o paciente a efeitos secundários de saúde e, além disso, ajudam a acelerar a sua recuperação.

Aqui compartilhamos 6 alternativas. Então, não hesite em experimentar quando você notar qualquer um dos sintomas.

1. Óleo da árvore do chá

Recomendamos a leitura: 5 razões para você ter coceira vaginal sem estar com uma infecção

O óleo essencial da árvore do chá é um dos produtos para o tratamento de infecções que se desenvolvem na área íntima.

Seus poderosos efeitos antibacterianos e antifúngicos ajudam a parar o crescimento de germes e, por sua vez, controlam as infecções existentes.

Como posso usá-lo?

  • Acrescente 8 gotas de azeite de árvore do chá em uma bacia com água quente e faça uma lavagem externa.
  • De forma opcional aplique 3 gotas do produto em sua roupa íntima antes de utilizá-la.

2. Azeite de coco

O azeite de coco é parte do tratamento contra a vaginose bacteriana, porque contém propriedades antibióticas e antifúngicas.

Sua aplicação controla o desenvolvimento das bactérias e, ao mesmo tempo, diminui coceira e a segregação de fluxos de cheiro desagradável.

Como posso usá-lo?

  • Aqueça uma colher de sopa de azeite de coco, e assegure-se de que sua temperatura esteja suportável para a pele. Logo depois, aplique nas áreas externas da vagina com ajuda de um algodão.
  • Opcionalmente umedeça um absorvente com o produto e o coloque na vagina durante uma ou duas horas.

3. Vinagre de maçãVinagre de maçã para tratar a vaginose

O vinagre de maçã contém ácidos naturais que ajudam a regular o PH da vagina para controlar o crescimento das bactérias que provocam esse tipo de infecções.

Seus agentes antibacterianos e antifúngicos agem de forma direta contra os micro-organismos danosos. Assim, inibem sua proliferação e reduzem os efeitos da infecção.

Por outro lado, seu efeito refrescante acalma a coceira e a irritação das áreas externas da zona íntima.

Como posso usá-lo?

  • Coloque uma xícara de vinagre de maçã orgânico em uma bacia com água e submerja o corpo durante 20 ou 30 minutos.
  • Realize este banho duas vezes ao dia até curar a infecção.

4. Iogurte natural para a vaginose

Iogurte natural com probióticos é uma solução efetiva contra as alterações da flora bacteriana da vagina. Porque, graças à sua concentração de bactérias vivas ajudam a criar um equilíbrio contra as bactérias nocivas.

Seu conteúdo de ácido lático altera o ambiente que os germes danosos precisam para se desenvolver, e por sua vez neutralizam os odores desagradáveis.

Como posso usá-lo?

  • Submerja um chumaço de algodão no iogurte natural e aplique-o nas partes irritadas da vagina.
  • Beba um copo de iogurte natural por dia.

5. Infusão de calêndulaInfusão de calêndula para tratar a vaginose

A calêndula é uma das plantas mais conhecidas dentro do catálogo de tratamento contra enfermidades que afetam a área íntima da mulher.

A ela são atribuídas propriedades anti-inflamatórias, antibacterianas e refrescantes. Logo depois de serem assimiladas, aliviam a irritação e o mau odor ocasionado pela vaginose.

Como posso usá-la?

  • Prepare uma solução concentrada de calêndula e use o líquido para lavar a vagina.
  • Repita o banho duas vezes ao dia até controlar a infecção.

Visite este artigo: Combata as varizes com este tratamento de azeite de oliva e calêndula

6. Infusão de Sálvia para a vaginose

A sálvia tem propriedades antissépticas e antibacterianas, portanto, facilitam o controle das bactérias que causam infecções na vagina.
O uso de sua infusão em banho de assento alivia a coceira ocasionada pela vaginose e, além disso, reduz o mau odor.

Como posso usá-la?

  • Prepare uma infusão com folhas de sálvia e, quando adquirir uma temperatura suportável para a pele, realize um banho de assento.
  • Repita seu uso todos os dias até controlar por completo a infecção.

Escolha qualquer um dos remédios mencionados aqui, e utilize-os todos os dias até que a infecção seja freada; mas utilize-os um de cada vez para prevenir reações adversas.

Por outro lado, procure consumir alimentos que ajudam a reforçar o sistema imunológico, assim, terá melhores resultados.

Mas sempre é indispensável a consulta ao médico, porque ele indicará o tratamento mais adequado a cada caso.

As informações foram úteis pra você? Então, continue lendo os próximos artigos com mais dicas para a sua saúde e bem-estar.

  • Vespero, E. C., Azevedo, E. M. M. de, Pelisson, M., & Perugini, M. R. E. (1999). Correlação entre critérios clínicos e critérios laboratoriais no diagnóstico de vaginose bacteriana. Semina: Ciências Biológicas e Da Saúde. https://doi.org/10.5433/1679-0367.1999v20n2p57
  • RCR, M. (2008). Efeito da utilização de culturas láticas probióticas na microbiota vaginal de pacientes acometidas por infecções bacterianas e fúngicas. Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto/USP.