Isso é o que acontece quando você bebe água com gengibre todos os dias em jejum

25 Dezembro, 2018
Consumir água de gengibre todos os dias em jejum irá ajudá-lo a manter a linha e amenizar as dores, mas você deve ter cuidado caso tenha problemas circulatórios, diabetes ou doença de Crohn.
 

Os chás estão se destacando entre os melhores aliados para preservar a sua saúde. Hoje falaremos sobre o que acontece quando você bebe água com gengibre em jejum.

Não se trata mais de uma bebida social ou para saciar o estômago quando estamos seguindo alguma dieta. Além do mais, foi descoberto que seu efeito é mais intenso quando o tomamos em jejum.

O motivo é que este é o momento em que o estômago está limpo, de forma que os líquidos atuem como uma espécie de camada protetora que prepara nosso corpo para receber tudo que formos ingerir.

A questão está em escolher bem, mas como fazer isso? Você se pergunta quando deve dar atenção ao fígado, intestino, articulações ou enxaqueca.

Tomar tal decisão é complicado. Por isso, beber água com gengibre em jejum todos os dias é a melhor opção.

Trata-se de uma alternativa cujos efeitos espalham-se por todo o corpo e não se concentram só em um órgão.

Benefícios de tomar água com gengibre todos os dias em jejum

As mulheres são as que mais aproveitam suas propriedades. Como se sabe, elas costumam sofrer mais retenção de líquidos, para a qual o chá, como você verá, é ideal.

Além do mais, por ser um anti-inflamatório fantástico, torna-se um complemento perfeito para atenuar as dores menstruais.

Por último, também consiste em um remédio excelente para combater as náuseas e o mal-estar próprio da gravidez.

No entanto, qualquer um pode encontrar vantagens com este preparo.

Quer conhecer mais? Leia: 4 batidas de banana para combater a retenção de líquidos e perder peso

 

Facilita a digestão

digestao

Uma das qualidades mais interessantes do gengibre é que propicia a absorção de elementos nutritivos e a eliminação dos nocivos.

É incrível que algo tão simples como um chá provoque tal efeito, levando em conta de que se trata de um fato essencial para que nosso organismo se esforce de forma vital.

Graças a isso, evitaremos o enjoo, a acidez, o acúmulo irregular de gordura, assim como o de glicose.

Deste modo, conseguiremos perder peso com maior facilidade, e também faremos com que nosso sangue contenha muito mais substâncias benéficas do que prejudiciais.

Favorece a eliminação de líquidos

retencao-de-liquidos

Ainda que a água seja imprescindível para o bom desempenho do nosso corpo, às vezes não a digerimos bem.

Em geral, os rins não a toleram bem devido às mudanças hormonais, ou por manter a mesma posição por muito tempo ou por problemas circulatórios.

 

A água com gengibre melhora o funcionamento renal, de forma que obtenhamos energia suficiente para sintetizar componentes que já vêm melhor separados, como explicaremos abaixo.

Previne a diabetes

diabetes

Esta é uma questão surpreendente para quem se interessa por produtos naturais. Não se trata de baixar o nível de açúcar, mas sua ação permite que os níveis se mantenham saudáveis.

Portanto, não provoca episódios de hipoglicemia, tão perigosos quanto quando estão elevados.

Graças a isto, mesmo pessoas que fazem uso de insulina injetável podem tomá-la, ainda que seja melhor que você consulte seu médico antes de fazê-lo.

Elimina as dores ou as diminui

Na medicina tradicional chinesa, a água com gengibre é usada nas mesmas situações em que nós usamos o ibuprofeno.

A dor desaparece sem que prejudiquemos o estômago ou o fígado. É recomendado tomá-la todos os dias em jejum, porque seu efeito é mais evidente a longo prazo do que a curto.

Isto prepara os órgãos de uma maneira gradual e menos traumática que os medicamentos.

Neste sentido, é adequada para tratar as dores crônicas, assim como as dificuldades que aparecem durante a menstruação.

 

Veja este artigo: Em que momento uma dor de cabeça passa a ser algo preocupante?

Beber água com gengibre todos os dias em jejum trata o enjoo da gravidez

gravidez

Levando em conta o que foi dito, não há dúvida de que se trata de um complemento muito recomendável durante a gestação.

Se você for prestar atenção em muitos problemas que surgem na gravidez, vários deles estão vinculados a fenômenos digestivos:

  • Acidez
  • Náuseas
  • Inchaço

Todos relacionados à metabolização de alimentos. Por isso, cada vez se utiliza com mais frequência a água com gengibre nestas situações.

Efeitos colaterais de beber água com gengibre todos os dias em jejum

Apesar do que foi dito, há pessoas a quem o consumo de água com gengibre não é recomendável.

Entre elas estão as que sofrem de:

  • Úlcera
  • Doença de Crohn
  • Gastrite
  • Mulheres que tenham fluxos menstruais muito intensos

Igualmente, como dito antes, se você tiver diabetes é aconselhável perguntar ao médico se pode ou não tomá-la, já que pode afetar o uso dos medicamentos. O mesmo serve para quem sofre de problemas cardiovasculares.

Os benefícios que a água com gengibre oferece são incalculáveis. Ela regula todos os órgãos, de forma que evita que apareçam patologias que nos impedem de viver como queremos.

 

Ficou interessado em incluir este hábito em sua vida?

  • Azimi P, Ghiasvand B, et al. Effects of Cinnamon, Cardamom, Saffron, and Ginger Consumption on Markers of Glycemic Control, Lipid Profile, Oxidative Stress, and Inflammation in Type 2 Diabetes Patients. Rev Diabet Stud. 2014 Fall-Winter;11(3-4):258-66.
  • Bode A, Dong Z. “The Amazing and Mighty Ginger” en Herbal Medicine: Biomolecular and Clinical Aspects. 2da edición.
  • Dugasani S, Pichika MR, et al.Comparative antioxidant and anti-inflammatory effects of [6]-gingerol, [8]-gingerol, [10]-gingerol and [6]-shogaol. J Ethnopharmacol. 2010 Feb 3;127(2):515-20.
  • Jie Zhu, Hao Chen, et al. Effects of Ginger (Zingiber officinale Roscoe) on Type 2 Diabetes Mellitus and Components of the Metabolic Syndrome: A Systematic Review and Meta-Analysis of Randomized Controlled Trials, Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine. The New York Academy of Sciencies. 2018.
  • Khandouzi N, et al. The Effects of Ginger on Fasting Blood Sugar, Hemoglobin A1c, Apolipoprotein B, Apolipoprotein A-I and Malondialdehyde in Type 2 Diabetic Patients. Iran J Pharm Res. 2015 Winter; 14(1): 131–140.
  • Kubra I, Jaganmohanrao L. An overview on inventions related to ginger processing and products for food and pharmaceutical applications. Recent Pat Food Nutr Agric. 2012 Apr 1;4(1):31-49.
  • Mashhadi N, Ghiasvand R, et al. Anti-Oxidative and Anti-Inflammatory Effects of Ginger in Health and Physical Activity: Review of Current Evidence. International Journal of Preventive Medicine. 2013;4(Suppl 1):S36-S42.
  • Mashhadi N, Ghiasvand R, et al. Effect of Ginger and Cinnamon Intake on Oxidative Stress and Exercise Performance and Body Composition in Iranian Female Athletes. Int J Prev Med. 2013 Apr; 4(Suppl 1): S31–S35.
  • Semwal R, Semwal D, et al. Gingerols and shogaols: Important nutraceutical principles from ginger. Phytochemistry. 2015 Sep;117:554-68.