8 sintomas da pneumonia que você não pode ignorar

13 Outubro, 2020
A pneumonia é uma doença que pode apresentar vários sintomas, como febre, tosse produtiva, dor no peito ao respirar ou tossir, náusea, entre outros.

A pneumonia é uma doença infecciosa que ataca diretamente os pulmões. Pode levar a sérios problemas de saúde, por isso é importante detectá-la o mais rápido possível. Você sabe quais são os sintomas da pneumonia que você não pode ignorar?

A pneumonia é uma doença que costuma afetar pacientes que têm sistema imunológico enfraquecido. No entanto, pode afetar outras pessoas. Portanto, é necessário saber reconhecê-la. E quanto mais cedo melhor.

O que exatamente é a pneumonia?

Os pulmões realizam um dos processos mais importantes do corpo humano: a respiração, distribuindo oxigênio e expulsando o dióxido de carbono que se encontra dentro de nosso corpo.

A pneumonia é uma infecção em um ou ambos os pulmões. Isso faz com que eles se encham de líquido e pus, dificultando a respiração da pessoa e colocando sua vida em risco, devido à diminuição do oxigênio e ao acúmulo de dióxido de carbono no corpo.

Quais são as causas da pneumonia?

A pneumonia pode ser causada por vários germes. No entanto, os vírus e as bactérias costumam ser os mais comuns. Outras causas da pneumonia são:

  • Inalação de micróbios.
  • Complicação de gripes.
  • Infecção por pneumococo ou fungos.
  • Inalação de alimentos, líquidos ou secreções, dentre outros.
  • Bactérias e vírus armazenados no nariz, boca ou seios paranasais, que são distribuídos até os pulmões.

Quais são os sintomas da pneumonia?

Os sintomas da pneumonia podem variar segundo o caso e o nível de infecção da pessoa. Entre os mais comuns, os especialistas da Mayo Clinic indicam os seguintes.

1. Calafrios

Normalmente, os calafrios repetidos durante o dia são um dos sintomas da pneumonia. Esse sintoma pode durar entre trinta e sessenta minutos.

2. Febre e tosse

Febre e tosse são os dois sintomas mais comuns da pneumonia. Foi observado que as pessoas acometidas por essa doença apresentam febres constantes de até 40 graus Celsius, mal-estar geral e tosse.

A tosse pode estar acompanhada por mucosidade e fleuma de cor marrom-avermelhada ou amarelo-esverdeada e, em alguns casos, muco com sangue. Por sua vez, a febre e a tosse podem ser precedidas por uma infecção na garganta.

Leia também: Infecção na garganta: tratamento natural

3. Dificuldade para respirar

A dificuldade para respirar se deve ao pouco oxigênio que o corpo recebe quando se sofre de alguma doença como a pneumonia, tornando-se mais notável quando se realiza alguma atividade que requer esforço, como subir escadas, caminhar rapidamente e levantar muito peso. Também podem ocorrer respirações rápidas e superficiais.

Diante do desconforto e da dificuldade para respirar, muitos pacientes podem apresentar baixa energia e fadiga.

4. Confusão

Em alguns casos de pacientes idosos, um dos sintomas da pneumonia pode ser confusão ou desorientação. Foi até determinado que certas infecções aumentam o risco de acidentes cerebrais e de Alzheimer.

5. Dor ao respirar

Usualmente, as pessoas que sofrem de pneumonia podem chegar a apresentar dor ao inspirar. Isso se deve à inflamação da pleura, melhor conhecida como pleurite.

6. Adormecimento e coloração das extremidades

Outros sintomas de pneumonia, causados ​​pela falta de oxigênio no corpo, são o frio, a inflamação e a dormência em lábios, língua, membros, dedos e nariz. Além disso, é possível que essas partes fiquem azuis ou violeta.

7. Síndrome da unha branca

A síndrome da unha branca, também conhecida como leuconiquia, pode ocorrer por envenenamento com químicos, doenças cardíacas, hipoalbuminemia ou pneumonia.

Além de apresentar a síndrome da unha branca e outros sintomas mencionados anteriormente, os pacientes com pneumonia podem apresentar transpiração excessiva e pele pegajosa.

8. Dor articular

As pessoas que sofrem de pneumonia podem chegar a apresentar dores articulares contínuas devido ao pouco oxigênio circulando no corpo.

A dor nas articulações pode indicar vários problemas de saúde. Portanto, é aconselhável discutir o assunto com seu médico.

Prognóstico de pneumonia

O prognóstico da pneumonia depende de muitos fatores. A idade, o patógeno causador da doença, as reações do sistema imunológico, o tipo de tratamento, entre outros, determinam a evolução dessa doença.

Apesar disso, na maioria das vezes, ela começa a melhorar após duas semanas, quando o paciente reage bem ao tratamento. Tende a se complicar quando o paciente tem idade avançada ou problemas cardíacos e pulmonares.

Você acha que tem esses sintomas? Vá ao médico

Se você tiver vários desses sintomas, sugerimos procurar um médico de confiança para a realização dos exames necessários. Assim, você poderá saber se está com pneumonia ou não e iniciar o tratamento certo para sua condição.

  • Faraaz Ali Shah, et al.Bidirectional Relationship between Cognitive Function and Pneumonia. Am J Respir Crit Care Med. 2013 Sep 1; 188(5): 586–592.
  • Prina E, et al. New aspects in the management of pneumonia. Critical Care 2016 20:267.
  • Stupka J, et al. Community-acquired pneumonia in elderly patient.Aging health.2009; 5(6): 763–774.
  • Tate J, et al. Infection hospitalization increases risk of dementia in the elderly.Crit Care Med. 2014 May;42(5):1037-46.