8 sintomas da pneumonia que você não pode ignorar

26 de novembro de 2019
A pneumonia é uma doença que pode apresentar vários sintomas, como febre, tosse produtiva, dor no peito ao respirar ou tossir, náusea, entre outros.

Saber quais são os sintomas da pneumonia pode ajudá-lo a procurar ajuda médica rapidamente e começar a receber o tratamento certo, o que ajudará a reduzir o número de riscos à saúde e a se restabelecer mais facilmente.

A pneumonia é uma doença infecciosa que ataca diretamente os pulmões. Isso pode levar a sérios problemas de saúde, por isso é importante detectá-la o mais rápido possível. 

Esta doença geralmente afeta aquelas pessoas com um sistema imunológico deficiente.

O que exatamente é a pneumonia?

Os pulmões realizam um dos processos mais importantes do corpo humano: a respiração. Dessa forma, distribuem oxigênio e expulsam o dióxido de carbono que se encontra dentro de nosso corpo.

A pneumonia é um problema em um ou ambos os pulmões.

Essa doença faz com que os pulmões encham de líquido e pus. Portanto, a respiração da pessoa fica comprometida, o que coloca sua vida em perigo devido à diminuição do oxigênio e a acumulação do dióxido de carbono dentro do corpo.

Quais são as causas da pneumonia?

sintomas da pneumonia

Geralmente, a pneumonia é causada por micróbios, bactérias, vírus e fungos, que podem ser contraídos através de uma grande variedade de maneiras, tais como:

  • Bactérias e vírus armazenados no nariz, boca ou seios paranasais, que se distribuem até os pulmões.
  • Inalação de micróbios.
  • Inalação de alimentos, líquidos ou secreções, dentre outros.
  • Infecção por pneumococo ou fungos.
  • Complicação de gripes.

Quais são os sintomas da pneumonia?

Os sintomas da pneumonia podem variar segundo o caso e o nível de infecção da pessoa. Dentre os mais comuns, encontramos:

1. Calafrios

 

Normalmente, pessoas afetadas pela pneumonia apresentam calafrios várias vezes por dia. Esse sintoma pode durar entre trinta e sessenta minutos.

2. Febre e tosse

Esses costumam ser os segundos sintomas para os afetados pela pneumonia. Geralmente, há febres constantes de até 40 graus centígrados, mal-estar geral e tosse.

A tosse pode estar acompanhada por mucosidade e fleuma de cor marrom-avermelhada ou amarelo-esverdeada e, em alguns casos, muco com sangue. Por sua vez, a febre e a tosse podem chegar a ser precedidas por uma infecção na garganta.

Leia também: Infecção na garganta: tratamento natural

3. Dificuldade para respirar

Falta de ar é um dos sintomas da pneumonia

Isso se deve ao pouco oxigênio que o corpo recebe quando se sofre de alguma doença como a pneumonia, tornando-se mais notável quando se realiza alguma atividade que requeira esforço, como subir escadas, caminhar rapidamente e levantar muito peso. Também podem ocorrer respirações rápidas e superficiais.

4. Dor ao respirar

Usualmente, as pessoas que sofrem de pneumonia podem chegar a apresentar dor ao inspirar. Isso se deve à inflamação da pleura, melhor conhecida como pleurite.

5. Adormecimento e coloração das extremidades

sintomas da pneumonia

Outros sintomas de pneumonia, causados ​​pela falta de oxigênio no corpo, são constipação, inflamação e dormência nos lábios, língua, membros, dedos e nariz. Além disso, é possível que estes fiquem azuis ou violetas.

6. Dor articular

As pessoas que sofrem de pneumonia podem chegar a apresentar dores articulares contínuas devido ao pouco oxigênio circulando no corpo.

7. Confusão

Em alguns casos de pacientes idosos, um dos sintomas da pneumonia pode ser confusão ou desorientação. Foi até determinado que certas infecções aumentam o risco de acidentes cerebrais e de Alzheimer.

8. Síndrome da unha branca

Também conhecida como leuconiquia, essa síndrome pode ocorrer por envenenamento com químicos, doenças cardíacas, pneumonia e hipoalbuminemia.

Além dos mencionados, outros sintomas da pneumonia incluem transpiração excessiva e pele pegajosa. Além de pouca energia e fadiga.

Prognóstico de pneumonia

O prognóstico da pneumonia depende de muitos fatores. A idade, o patógeno causador da doença, as reações do sistema imunológico, o tipo de tratamento, entre outros, determinam a evolução dessa doença.

Apesar disso, na maioria das vezes, ela começa a melhorar após duas semanas, quando o paciente reage bem ao tratamento. Tende a ficar complicado quando o paciente é idoso ou tem problemas cardíacos e pulmonares.

Nota final

Se você tiver vários desses sintomas, sugerimos que você procure um médico de confiança, para a realização dos exames necessários. Assim, você pode saber se está com pneumonia ou não e iniciar o tratamento certo para sua condição.

  • Faraaz Ali Shah, et al.Bidirectional Relationship between Cognitive Function and Pneumonia. Am J Respir Crit Care Med. 2013 Sep 1; 188(5): 586–592.
  • Prina E, et al. New aspects in the management of pneumonia. Critical Care 2016 20:267.
  • Stupka J, et al. Community-acquired pneumonia in elderly patient.Aging health.2009; 5(6): 763–774.
  • Tate J, et al. Infection hospitalization increases risk of dementia in the elderly.Crit Care Med. 2014 May;42(5):1037-46.