7 sinais de um fígado intoxicado

· 28 de agosto de 2014
Sua pele está mais sensível do que de costume? Você sente incômodos e coceiras? Está com um cansaço e uma fraqueza incomuns? É possível que seu fígado intoxicado esteja sugando as suas energias.

Temos que cuidar muito bem do fígado, pois em certas ocasiões ele apresenta sintomas de que algo não está bem no corpo. Você quer conhecer quais os principais sinais de um fígado intoxicado? Apresentaremos a seguir.

O fígado é um órgão essencial para o nosso organismo. Ele é um dos maiores e suas funções vão desde a produção de proteínas, a metabolização da glicose, ferro e colesterol.

Além disso, o fígado é essencial para a desintoxicação de toda a toxina ou elemento estranho presente no nosso organismo.

Sintomas de um fígado intoxicado

À exceção do cérebro, o fígado é o segundo órgão mais complexo de nosso corpo, daí a necessidade de mantê-lo sempre em boa forma e saúde. Uma boa alimentação é o pilar fundamental de seu bom estado, mas nossos hábitos de vida também influenciam.

Além disso, uma vida ativa e saudável, onde são deixados de lado o tabaco, o sedentarismo, o álcool e, inclusive, o consumo excessivo de medicamentos, ajudará imensamente a se livrar de um fígado intoxicado.

1. Câimbras estomacais e inchaço

fígado intoxicado

Já aconteceu alguma vez com você? Sentir inchaço: nas mãos, tornozelos, pés e abdômen. Em primeiro lugar, não se alarme caso um dia sinta estes sintomas, não é nada grave se eles ocorrerem alguma vez de forma isolada.

O problema chega quando o inchaço se torna algo recorrente; quando você sente gases todos os dias, quando suas digestões se tornam difíceis e quando você sente certa dor abdominal.

Estes são efeitos de um fígado intoxicado e que não funciona bem, que não drena, que não desintoxica e que acumula toxinas em nosso organismo. Corremos o perigo de apresentar uma ascite, então, caso você observe estes sintomas com frequência, consulte um médico.

2. Mudança na cor da urina e das fezes

tratamento-hemorroidas

Sua urina é mais branca que o normal? Suas fezes também são pálidas e em certas ocasiões até aparecem pequenos rastros de sangue? Então, para acabar com as dúvidas, o melhor é consultar um médico.

Além disso, é claro que este tipo de sintoma pode ocorrer devido a outras doenças, mas o normal é que estejam associadas ou com o fígado ou com os rins. Frisamos que a urina, além de clara também pode aparecer escura devido a uma acumulação de bilirrubina.

Você também pode gostar de 8 tipos de urina que podem indicar algo importante sobre a saúde

3. Icterícia

ictericia

Este talvez seja o sintoma mais evidente e que você deve ter mais cuidado. A cor amarelada na pele, nos olhos, nas unhas, deve-se basicamente à acumulação de um pigmento da bile chamado bilirrubina no nosso organismo.

Este elemento é básico na hora de fazer a digestão, mas quando nosso fígado não funciona bem, já não é capaz de eliminá-lo, de filtrar estes elementos que já não são úteis depois de finalizada a digestão. A bilirrubina fica acumulada no organismo e causa essa tonalidade amarelada tão habitual nas doenças hepáticas.

4. Sensibilidade na pele

picazon-en-la-piel-1

A sensação de coceira contínua, como se algo estivesse fazendo cócegas por dentro, é uma sensação tão incômoda quanto preocupante. Por que isso acontece?

Basicamente devido à uma acumulação de toxinas em nosso corpo. Portanto, são aqueles elementos que o fígado não filtrou e que estão reagindo na nossa pele. Este também é um sinal de que você deve consultar um médico, já que algo tão comum como a coceira também pode ser o sintoma de uma doença.

5. Refluxo gástrico

Reflujo1

A sensação de estômago cheio, de gases que nos oprimem e não nos deixam respirar e, o que é pior, o refluxo que ascende para o esôfago, estes ácidos que nos causam tanta dor e incômodo, são sinais associados com frequência a um fígado intoxicado.

Como já sabemos, o fígado está relacionado com o processo digestivo, e se existe algum problema, é normal que se traduza nestes sintomas tão comuns. Para descartá-lo e para saber se está associado ou não a um problema hepático, o melhor é consultar um médico.

6. Diarreia

Dolor-de-estomago

A diarreia é muito comum. O que comemos não parece cair bem, aparece o ácido gástrico antes mencionado, sentimos pressão, mal-estar e são frequentes também os episódios de diarreia devido a um mau funcionamento do sistema digestivo e depurativo.

Temos que levar em conta estes sintomas, visto que se eles forem muito frequentes, podem causar desidratação. Portanto, fique atento a eles. Acontece uma vez na semana, duas? Como outros sintomas aqui expostos, é possível que esteja associado a outras doenças.

7. Fadiga geral

fatiga-580x360

A fadiga é muito característica. E não é somente cansaço, também é um mal-estar, debilidade e uma sensação de letargia contínua.

Nosso fígado está trabalhando mais do que o normal; por estar doente e intoxicado, esforça-se mais, e esta energia exigida por parte deste órgão essencial vai retirando força do nosso corpo.

Devemos prestar atenção a este sinal. Você deve ver também se além do cansaço contínuo, alguns outros sintomas daqueles aqui expostos também aparecem: retenção de líquidos, indigestão, dor de estômago e coceira.

Lembre-se de que diante de qualquer dúvida e qualquer sintoma, o melhor é consultar um médico para fazer um check-up. Sua saúde deve vir sempre em primeiro lugar.