5 sinais de advertência que suas axilas dão sobre sua saúde

18 de setembro de 2017
Por causa da presença de gânglios linfáticos na região, a inflamação nas axilas pode nos alertar sobre problemas de saúde que nosso organismo está tentando combater.

As axilas são uma região do corpo que devemos cuidar em questões de higiene, já que, por sua quantidade de glândulas sudoríparas, tendem a liberar fluidos que podem causar odores desagradáveis.

Também nos preocupamos em dar-lhe um aspecto estético, já que é uma área propensa ao crescimento constante de pelos corporais indesejados.

O que muitos não imaginam é que, além disso, são uma das partes que podem enviar sinais de advertência sobre a saúde, em especial diante de desequilíbrios hormonais ou doenças que comprometem a saúde linfática.

Ainda que algumas vezes passem despercebidas, muitas das irregularidades que apresentam indicam que algo não vai muito bem em nosso organismo.

Neste artigo, compartilhamos 5 sinais que você não deve deixar passar.

1. Mau odor nas axilas

Mau cheiro nas axilas

O mau odor nas axilas é comum na maioria das pessoas, e todos já passamos por alguma situação constrangedora por causa disso alguma vez.

O acúmulo de suor na superfície da pele cria um ambiente ideal para o crescimento bacteriano, causando esse odor forte e ácido.

Ele desaparece facilmente ao tomarmos uma ducha e, é claro, ao utilizar produtos desodorantes e antitranspirantes todos os dias.

No entanto, quando é muito forte e persistente, é provável que esteja alertando sobre um problema da tireoide ou sobre mudanças hormonais.

Se o odor é parecido com frutas podres ou esmalte de unhas, pode ser que esteja relacionado com um problema conhecido como cetoacidose, no qual o organismo diminui sua capacidade de processar os açúcares.

Isso quer dizer que sentir maus odores apesar de ter bons hábitos de higiene pode ser um sinal de diabetes ou pré-diabetes.

Quer saber mais? Leia: 5 desodorantes naturais para dizer adeus ao mau odor

2. Sensação de coceira

A sensação de coceira nas axilas pode ser comum quando o pelo corporal começa a reaparecer após a depilação com lâmina.

No entanto, em geral, é um sinal de pele irritada, seja pela agressão que as lâminas de barbear causam ou pelas substâncias químicas que alguns cremes e desodorantes contêm.

A coceira constante, acompanhada de manchas vermelhas e células mortas, indica o crescimento de um fungo nessa região da pele.

Nesse último caso, é fundamental consultar um médico, já que é necessário usar um tratamento antifúngico.

3. Dor

Dor na região das axilas

Experimentar dor nas axilas pode ser a reação dos músculos diante de um esforço excessivo sobre os braços.

É comum nas pessoas que levantam objetos pesados demais ou que fazem exercícios com pesos durante suas rotinas de exercícios.

Esse tipo de dor é de caráter esporádico e, na maior parte das vezes, desaparece por si só, apenas após um pouco de descanso.

  • Se se tornar um problema persistente e de maior sensibilidade, o melhor é consultar um médico.
  • Em alguns poucos casos, a dor é um sinal de nódulos linfáticos inflamados ou lesões na região.

4. Erupções

O ambiente quente e úmido característico dessa região do corpo aumenta o risco de sofrer com infecções causadas por leveduras.

Essa combinação propicia o crescimento dos fungos e, com o tempo, pode causar uma irritação combinada com coceira, vermelhidão e pequenas erupções.

Além disso, essas reações também podem ser resultado de uma alergia, excesso de calor, e devido à fricção da pele.

5. Nódulos e inflamação

Inflamação nas axilas

As pequenas inflamações nas axilas, parecidas com espinhas, aparecem quando os folículos se obstruem, impedindo que os pelos saiam para a superfície.

Elas podem ser muito dolorosas e, se não forem tratados adequadamente, poderiam se tornar uma potencial causa de infecção.

  • Em vez de extraí-las com pinças, recomenda-se esfoliar a pele até que o pelo possa sair.

Por outro lado, a formação de um bulbo de tamanho grande, fácil de notar quando apalpado, é um sinal de gânglios linfáticos inflamados.

Nessa região do corpo há uma concentração desses gânglios que, ainda que não se notem quando estão saudáveis, podem alertar sobre problemas de saúde quando se inflamam.

Esse sintoma indica que o organismo está tentando combater uma doença ou infecção e, quando não é controlada, alerta sobre um problema mais grave.

O fato de permanecer durante vários dias ou semanas é um indício de infecções ou até de câncer.

  • Ficar atento e observar o problema, além de consultar um médico, é determinante para saber por que apareceu e se há algum problema grave por trás.

Quanta atenção você presta aos sinais que suas axilas enviam? Agora que você sabe que podem alertar para problemas de saúde, procure consultar um especialista diante de qualquer irregularidade.

Recomendados para você