5 remédios naturais para reduzir o colesterol ruim

O colesterol ruim, ou LDL, aumenta o risco de ter doenças cardíacas. O que podemos fazer para reduzir seus níveis?

Para reduzir o colesterol ruim nem sempre é necessário recorrer a medicamentos. A natureza nos oferece uma grande variedade de opções.

A seguir apresentamos algumas das mais populares para que você possa escolher a que mais chamar a sua atenção.

O colesterol é uma substância necessária para o desenvolvimento do organismo. No entanto, o excesso do mesmo é prejudicial para a saúde e costuma ser controlado com medicamentos.

Atualmente existem muitas alternativas para reduzir o colesterol ruim de maneira natural. A maioria está relacionada às ervas medicinais, e podemos adaptá-las a cada pessoa de acordo com suas necessidades.

Embora não seja perigoso tomar medicamentos e remédios naturais simultaneamente, é preferível consultar seu médico antecipadamente para evitar qualquer complicação futura.

Remédios naturais para reduzir o colesterol ruim

1. Alho

Alho para reduzir o colesterol

O uso do alho como remédio natural é comum desde as civilizações antigas. Nos últimos anos foi identificado que certas substâncias podem ser a razão por trás da atividade antiaterosclerótica do alho. Entre elas se encontram:

  • O enxofre
  • A alicina
  • O alhoeno
  • A S-alilcisteína
  • Entre outras

Em outras palavras, estas substâncias têm a capacidade de impedir o depósito de substâncias lipídicas nas paredes das artérias. De fato, os estudos relacionados ao tema indicaram que os níveis de colesterol mais baixos correspondiam aos indivíduos cuja ingestão de alho era superior.

Por outro lado, os níveis de colesterol se elevavam quando o consumo de alho era menor. Embora existam efeitos colaterais, como o seu forte odor ou incômodos digestivos, o uso do alho para reduzir o colesterol pode ser eficaz.

2. Chá de sementes de coentro

Chá de sementes de coentro

As sementes de coentro, além de serem usadas na culinária tradicional de vários países, também possuem efeitos medicinais, antimicrobianos, antifúngicos, anti-hipertensivos, etc.

Estes pequenos elementos também contam com propriedades hipolipidêmicas muito importantes. Diversos estudos descobriram que as sementes de coentro aumentam a degradação do colesterol. Para preparar este remédio, você via precisar do seguinte:

Ingredientes

  • 2 colheres de chá de sementes de coentro trituradas (8g)
  • 1 xícara de água (250 ml)

Preparo

  • Coloque a água com as sementes de coentro em um recipiente.
  • Coloque o recipiente no fogo até que ferva.
  • Quando o chá esfriar um pouco, você pode coá-lo.
  • Beba 1 ou 2 vezes ao dia.

3. Aveia

A aveia é um cereal rico em fibras solúveis. Oferece vitamina E, B, proteínas e ácido linoleico, entre outros nutrientes.

De acordo com o FDA, este cereal é uma grande ajuda para reduzir o colesterol LDL no sangue. Isso se deve ao seu teor de fibra solúvel, que interfere na absorção de gorduras e colesterol, bem como na recaptação dos ácidos biliares.

Existem diversas pesquisas que afirmam que estes efeitos são atribuídos a um tipo de fibra solúvel conhecida como betaglucanos.

Independentemente das substâncias específicas, o FDA recomenda o consumo de 10 a 25 gramas de aveia ou cereais integrais por dia. Você pode incluí-la no café da manhã, seja crua ou cozida.

Você verá que não apenas vai ajudar a reduzir o colesterol ruim, mas também será eficaz para estabilizar os níveis de açúcar no sangue. Além disso, facilita a digestão.

4. Amêndoas

Leite de amêndoas

As amêndoas fazem parte do grupo das oleaginosas. Elas possuem propriedades que ajudam a reduzir o colesterol, além de proteger e fortalecer o sistema cardiovascular.

Diversas pesquisas indicam que o consumo de amêndoas afeta de maneira positiva os lipídios e lipoproteínas. Isso se deve ao seu rico teor de ácidos graxos insaturados, fibras, fitoesterois, baixo teor de ácidos graxos saturados, entre outros.

As propriedades das oleaginosas regulam as enzimas relacionadas à síntese de colesterol e a produção de ácidos biliares.

Em resumo, o consumo diário de amêndoas, no lugar de alimentos ricos em carboidratos, previne o risco de ter doenças cardíacas.

5. Mirtilos

Estas pequenas frutas silvestres são conhecidas por suas potentes propriedades antioxidantes. Este efeito previne a oxidação do colesterol ruim.

O suco de mirtilos tem o potencial de reduzir o colesterol total, e principalmente o colesterol LDL. Além disso, aumenta o colesterol bom.

Por outro lado, diversos experimentos realizados com o suco desta fruta, tanto em homens quanto em mulheres, concluíram que todos os efeitos foram positivos ao prevenir riscos cardiovasculares.

Recomendamos beber 3 copos por dia de suco de mirtilos para aumentar os níveis de colesterol bom. Por outro lado, não se esqueça de fazer exercícios e manter um estilo de vida saudável.

Recomendados para você