5 coisas que não deveria publicar sobre seus filhos na Internet

· 3 de julho de 2018
Por segurança e respeito à intimidade, há algumas coisas que os pais devem evitar publicar sobre seus filhos nas redes. Ainda que possa parecer sem importância, no futuro pode trazer consequências.

As formas de interagir dos seres humanos mudaram com o “boom” que as redes sociais tiveram nos últimos anos. Graças a estas e outras ferramentas da internet, a comunicação e as relações sociais se estenderam significativamente.

O problema é que nem todos são conscientes da responsabilidade que implica o manejo das redes e, infelizmente, muitas das publicações acabam tendo consequências indesejadas. Por isso desde algum tempo um dos conselhos é verificar o que vai publicar sobre seus filhos.

Apesar de no princípio poder parecer inofensivo compartilhar uma foto ou vídeo, seu conteúdo pode trazer consigo vários problemas. É que, expor aos pequenos em determinadas situações não só atenta contra a sua privacidade, como pode ser perigoso.

Quais são as coisas que é melhor não publicar sobre os filhos? Ainda que para muitos possa ser controverso, existem alguns tipos de conteúdos que é melhor se reservar.

Coisas que deveria evitar publicar sobre os seus filhos

Quando as crianças não estão na idade de se tornar responsáveis por sua privacidade, são os pais que devem velar por ela. Agora, ainda que cada um seja livre para publicar em suas redes sociais, divulgar fotos ou vídeos dos pequenos pode tornar esse direito vulnerável.

Para a maioria dos pais parece engraçado ou “inofensivo” o fato de compartilhar muitos dos momentos importantes de seus filhos. Porém, alguns não têm em conta o impacto que terão na web ou as consequências futuras para a criança.

É fundamental aprender a valorizar o conteúdo que se publica na internet, principalmente quando implica em expor aos menores. Por isso, compartilhamos em detalhes essas situações em que não deve publicar sobre os seus filhos.

1. Imagens no banheiro ou seminus

Evite publicar sobre seus filhos na Internet quando estão tomando banho

Como pais, é normal sentir orgulho quando as crianças conseguem ir sozinhas ao banheiro. Porém, essa felicidade não deve ser compartilhada na internet. Por mais ternos que pareçam sentados no vaso pela primeira vez, deve-se evitar fotos ou vídeos publicados desse momento.

Também não é correto divulgar imagens trocando de fraldas ou enquanto lhes veste. Qualquer foto de nudez ou seminudez deixa vulnerável seu direito à intimidade e o expõe a vários perigos.

Cuidado! Ainda que possa parecer alarmante ou exagerado, muitas pessoas sem escrúpulos usam este tipo de conteúdo para fins pornográficos.

2. Fotos em situações embaraçosas

Qualquer coisa pode ser tendência na internet. Por esta razão, deve saber se o que vai publicar sobre seus filhos pode lhes causar problemas no futuro.

As fotos em situações embaraçosas podem ser engraçadas para os adultos. O inconveniente é que as crianças ficam expostas às piadas e, mais tarde, podem se sentir muito envergonhadas.

É preciso lembrar que nas redes permanece o histórico de tudo o que se publica e, por isso, no futuro pode ser negativo para os filhos.

Leia: Como preparar seu filho mais velho para receber seu irmão?

3. Imagens nas quais saem outras crianças

Evite publicar sobre seus filhos na Internet quando estão com outras crianças

Como já mencionamos, proteger a privacidade e intimidade das crianças é responsabilidade de seus pais. Considerando isso, é importante entender que não é correto publicar fotos nas quais fiquem expostos outros menores.

É certo que nem todos dão muita atenção ao tema. Porém, há muitos que procuram evitar ao máximo que seus filhos fiquem expostos a qualquer forma nas redes. Qualquer imagem na qual haja outras crianças deve ter uma permissão prévia antes de ser divulgada.

4. Fotos com dados de caráter pessoa

Em uma foto pode haver mais informação do que se aprecia a simples vista. Portanto, é muito importante revisar que seu conteúdo não inclua dados de caráter pessoal que possam ser perigosos:

  • Lugar de estudo
  • Placa ou matrícula do carro
  • Endereço de casa
  • Lugares frequentados

Não há que passar por cima do fato de que estes dados podem chegar a indivíduos com más intenções. Infelizmente, as redes facilitaram muitos sequestros e abusos de menores.

Talvez lhe interesse ler: As boas pessoas não costumam suspeitar da maldade alheia

5. Imagens de quando estão doentes

Evite publicar sobre seus filhos na Internet quando eles estão doentes

É normal querer compartilhar uma foto dos filhos doentes com sua avó ou um familiar próximo; mas daí publicá-la em redes há uma grande diferença. No momento de tanta fragilidade há que ter respeito pela intimidade das crianças.

O conteúdo pode ser patético ou ofensivo para os demais usuários. De fato, muitas vezes vai dar em páginas que procuram ganhar compartilhamentos e likes, despertando a pena de outros.

Todo o conteúdo publicado na internet pode passar ao domínio público. Por isso, como pais é fundamental configurar a privacidade das redes e evitar algumas publicações. Considerou tudo isso até hoje?