Geleia real, uma fonte de saúde

· 25 de dezembro de 2013
Graças às suas propriedades antioxidantes, a geleia real ajuda a reparar tecidos, combate o envelhecimento precoce, melhora a memória e reduz a fadiga.

A geleia real é um maravilhoso estimulante biológico e energético que as abelhas colocam à nossa disposição.

Um componente natural que tem uma infinidade de virtudes para nossa saúde: melhora as diferentes funções dos órgãos, nos proporciona vigor, ajuda as pessoas com arteriosclerose, úlceras, anemia, estados depressivos e fatiga em geral.

Descubra: Como tratar a depressão naturalmente

É considerado um inestimável aliado natural para todas aquelas pessoas que, por diferentes razões, necessitam de uma contribuição energética para a saúde e estado de humor, além de uma melhora em sua nutrição.

O que é a geleia real?

A geleia é uma substancia que as abelhas jovens fabricam exclusivamente para a abelha rainha e as crias que, por sua vez, cresceram para serem as novas abelhas rainhas.

A geleia real é então um manjar exclusivo composto por excelentes nutrientes denominada com frequência como o “Milagre da Natureza”.

Segundo vários estudos, é considerada o alimento mais concentrado que existe, por sua composição de vitaminas, minerais e infinidade de elementos vitais.

Possui também virtudes incomparáveis para os processos de restituição celular: contem vitaminas B, C, D e E, lipoproteínas, enzimas, sais minerais, magnésio, ferro, cobre, potássio, zinco, fósforo, etc. Sem dúvidas, um aliado perfeito para a saúde.

Propriedades da geleia real

  • Reduz os níveis de colesterol no sangue.
  • Asma: melhora se você ingerir uma dose de 50 a 10 miligramas por dia, tomando em jejum pela manhã.
  • Coração: sua ação vasodilatadora melhora o estado de pessoas afetadas por transtornos cardíacos.
  • Úlcera: por conter ácido pantotênico é adequada, sobretudo, para as úlceras do duodeno.
  • Estimula a circulação sanguínea.
  • Benéfica para estados de arteriosclerose: provoca a redução das reações vasculares e a regulação da pressão arterial.
  • Ideal para melhorar estados de fraqueza.
  • Benéfico para pessoas com resistência à insulina.
  • Eleva o nível de hemoglobina no sangue e os leucócitos.
  • Aumenta a vitalidade e o apetite.
  • Benéfica para o combate à gripe.
  • Normaliza os processos metabólicos.
  • Retarda o envelhecimento da pele e melhora sua elasticidade.
  • É antiviral, antimicrobiana e antitóxica.

Geleia real, imprescindível para os idosos.

Evidentemente, não vão encontrar em sua composição o remédio para a eterna juventude, mas a geleia real contém os elementos básicos para combater o envelhecimento prematuro, já que tem o poder de reparar tecidos e de produzir células novas.

Seu poder antioxidante é tão conhecido que se faz quase imprescindível quando passamos dos 50.

Além disso, sua composição é muito adequada para ajudar na digestão, a manter em bom estado nossa visão e melhorar nossa memória.

Regula a pressão sanguínea e combate o cansaço crônico e a fatiga. É sem dúvida um manancial de saúde.

Consumo de geleia real

A geleia real pode ser encontrada em muitas lojas especializadas e em farmácias. Podemos adquirir a geleia fresca, misturada com mel ou liofilizada.

Leia também: Como saber se o mel é puro ou adulterado?

A dose recomendada é de 100 mg diários, preferencialmente pela manhã e por via sublingual.

Conservação

Se tivermos a geleia fresca, o melhor é conservá-la em recipientes bem cheios para evitar a presença de ar, fechados hermeticamente com tampa de plástico (o metal não é adequado, já que pode ocasionar reações químicas), conservado no frio (de 0 ºC a 5 ºC), sem umidade e ao abrigo da luz. Pode ser conservado assim durante vários meses.

Podemos conservar também misturada com mel, em uma concentração de 1-3%, para evitar a fermentação devido à água que a geleia traz.

Contraindicações

Tome sempre em poucas quantidades e não supere os 300 mg diários. Se você for uma pessoa com problemas de peso, deve levar em conta que a geleia real aumenta o apetite, e que não é aconselhada para quem sofre com a diabetes devido ao seu alto nível de açúcar.

No entanto, para estes últimos, podem ser encontradas no mercado geleias reais que apresentam a sacarose substituída pela frutose.