8 sinais de que o intestino está doente

· 23 de setembro de 2017
Mesmo que não relacionemos, a acne ou determinadas reações alérgicas que aparecem na pele podem ser causadas por um intestino intoxicado que não é capaz de se depurar sozinho.

Os transtornos intestinais costumam desencadear uma série de sintomas digestivos que podem interromper nossa jornada ao fazer com nos sintamos doentes. Para identificá-los, é preciso saber quais são os sinais de que o intestino está doente.

É comum sentir dores abdominais, inflamação e outros incômodos estomacais que, de fato, podem ser recorrentes dependendo do fator que os origine.

No entanto, dado que a saúde intestinal interfere em processos como a liberação de alguns hormônios e a saúde imunológica, é frequente que suas doenças também se manifestem com reações em outros sistemas do corpo.

Por isso é comum que alguns confundam seus problemas de saúde com certas doenças, ignorando que na verdade o problema surge de alterações neste órgão.

Por tal razão, neste artigo queremos compartilhar 8 sinais de que o intestino está doente. Confira!

Sinais de que o intestino está doente

1. Ansiedade e depressão

A depressão pode ser um sinal de que o intestino está doente

É bem estranho vincular o funcionamento do intestino com as emoções, mas, por mais diferente que pareça, eles estão bem relacionados.

Neste órgão se origina cerca de 70% da serotonina do corpo, ou seja, o neurotransmissor relacionado com a felicidade e o bem-estar.

A redução desta substância química provoca baixas no estado de humor e, por outro lado, afeta funções fisiológicas como a digestão.

2. Níveis altos de glicose

A pré-diabetes e a diabetes são transtornos crônicos que se originam pelo acúmulo excessivo de açúcar no sangue.

Estas condições podem acontecer a partir de um mau funcionamento intestinal, dado que as bactérias que habitam no sistema podem ficar alteradas e desencadear dificuldades nos processos metabólicos que transformam a glicose em fontes de energia.

3. Doenças de pele

Doenças de pele podem ser um sinal de que o intestino está doente

As erupções cutâneas, como as produzidas pela acne, e doenças como eczema podem sugerir dificuldades no intestino, especificamente por alterações na atividade das bactérias que o colonizam.

Por exemplo, um transtorno conhecido como intestino permeável, caracterizado pela dificuldade na digestão de algumas partículas dos alimentos, desencadeia uma resposta inflamatória que, na maior parte das vezes, é evidente sobre a pele.

4. Problemas digestivos

A inflamação abdominal, os gases e a diarreia são sinais evidentes de uma forte alteração na flora bacteriana que protege o intestino.

Mesmo que sejam sintomas que surgem por várias doenças estomacais, temos que saber que sua origem pode ser derivada de uma desordem intestinal.

Estes problemas podem ser gerados pelo acúmulo excessivo de substâncias residuais, além de dificuldades na digestão de alguns alimentos.

5. Mau hálito

Mau hálito pode ser um sinal de que o intestino está doente

A halitose, que todos conhecem como mau hálito, pode ter sua origem no desequilíbrio microbiano do intestino.

Mesmo que estas alterações gerem reações no estômago, um grande número de casos chegam a se transportar até outras áreas do corpo, entre as quais se inclui a boca.

Pode ser identificado quando, por exemplo, mesmo com o uso de enxaguantes bucais e remédios externos o mau cheiro não desaparece.

6. Dificuldades para dormir

Os problemas para dormir bem alertam um desequilíbrio nas substâncias químicas que o cérebro secreta para regular o sono.

Uma destas é a serotonina, um neurotransmissor que, como já mencionamos, é produzido em grande escala a nível intestinal.

Quando seus níveis diminuem, ou estão fora do normal, é comum ter insônia e interrupções de sono durante o período de descanso.

7. Desejo de comer açúcar

Vontade de comer doces pode ser um sinal de que o intestino está doente

Os desequilíbrios que as bactérias sofrem pelo consumo regular de açúcares e doces podem ser traduzidos no desejo insaciável de continuar comendo esta variedade de alimentos.

As bactérias vão se adaptando a esta substância como sustento e, quando seus níveis começam a se reduzir, exigem do cérebro mais provisões.

Como resultado aparece a ansiedade por comer mais do que o normal e, a médio e longo prazo, isso conduz ao sobrepeso.

8. Intolerâncias alimentares

As intolerâncias alimentares, como ao consumir lactose ou glúten, são o subproduto das dificuldades que o intestino tem para digerir por completo este tipo de substância.

Trata-se de uma condição conhecida como intestino permeável que, ao dificultar a decomposição dos alimentos, gera uma resposta inflamatória que afeta tanto a digestão como o sistema imunológico.

É essencial identificar estes problemas, dado que sua falta de tratamento pode causar doenças de maior cuidado.

Concluindo, mesmo que o normal seja sentir incômodos digestivos, um intestino doente também pode afetar a saúde emocional, cutânea e metabólica.

É primordial ficar atento aos sinais de que o intestino está doente e consultar um médico diante de qualquer suspeita, principalmente se os sintomas persistirem ou aparecerem de forma recorrente.