Com que frequência devemos mudar os lençóis?

As bactérias na casa podem viver por dias, semanas e até meses. Daí a importância de mudar os lençóis... Mas com que frequência devemos fazê-lo? Veja aqui!
Quando pensamos em problemas de saúde, a primeira coisa que vem à mente é uma pessoa doente que pode nos infectar através do contato direto.

No entanto, os micróbios são encontrados em todos os lugares e um dos seus veículos são os lençóis.

A primeira coisa que deve ser salientada é que, para manter a casa, são necessários dois termos: higiene e limpeza. Duas palavras que parecem sinônimas, mas, na realidade, cada uma tem seu objetivo e evita doenças.

  • A limpeza é o processo pelo qual eliminamos a sujeira e os detritos no meio ambiente.
  • A higiene compreende uma ampla gama de medidas que protegem a saúde e o bem-estar.

A maioria das pessoas segue as medidas de higiene e limpeza. No entanto, embora muitas vezes não pareça sujo, isso não significa que não haja muitas bactérias.

Estes podem não estar apenas nos lençóis, mas também nos colchões, na sala e em inúmeros itens .

O que fica nos lençóis?

Lençóis pendurados

  • Suor
  • Óleos corporais
  • Resíduos de saliva
  • Sujidade do exterior
  • Fluidos sexuais
  • Urina e matéria fecal

Mas, pé de atleta e fungos ficam nos tecidos? Infelizmente sim.

A coisa alarmante é que um grande número de pessoas não muda os lençóis no momento certo. Portanto, ao colocá-los na máquina de lavar roupa,  é mais difícil para os líquidos penetrarem profundamente.

Sem mencionar que todos os dias as células mortas da pele são descartadas e permanecem no tecido. Isso se torna atraente para os ácaros do pó, porque eles tomam isso como alimento.

Estes ácaros interferem na função do sistema respiratório.

Os ambientes quentes e úmidos também os atraem. Como consequência, uma cama pode ter até 10 milhões de bactérias! E, embora pareça desagradável, estes defecam causando reações alérgicas. Então é importante saber com que frequência devemos mudar os lençóis.

Com que frequência devemos mudar os lençóis?

Mulher mudando os lençóis

Na microbiologia, recomenda-se fazê-lo, pelo menos, uma vez por semana.

No entanto, se você realmente quiser eliminar as bactérias, você deve prestar atenção às seguintes etapas. Isso porque não basta saber com que frequência devemos trocar os lençóis. É preciso saber como o fazer.

  • Não exceda a carga:  é muito fácil tirar todas as roupas e colocá-las em uma única carga. No entanto, se você quer que a máquina de lavar roupa realmente limpe, então você deve colocar apenas um conjunto de lençóis.
  • A configuração: se seus lençóis estiverem realmente sujos, é aconselhável escolher o ciclo longo. Em qualquer outro caso, basta um ciclo regular.

Enquanto isso, se quiser combinar as cargas, o ideal é colocar os lençóis com tecidos de algodão leves, mas nunca com as toalhas.

  • Deixe secar: geralmente os lençóis demoram um pouco mais para secar do que o resto das roupas.
  • Temperatura: Embora os lençóis não tenham manchas difíceis, é melhor lavá-los com água quente ou tépida, que esteja entre 40 e 60 ºC. É a única maneira pela qual os ácaros não podem sobreviver.

No entanto, nunca é demais dar uma olhada no rótulo, pois existem certos tipos de tecido que não podem ser lavados a altas temperaturas.

Não perca: 5 ideias para ter um quarto mais aconchegante e saudável

Medidas de higiene e limpeza

Mudar os lençóis é sinal de limpeza no quarto

  • Mantenha a área ventilada por pelo menos 10 minutos por dia.
  • Pare de alimentar os ácaros e use o aspirador pelo menos uma vez por semana.
  • Limpe os móveis todos os dias.
  • Lembre-se de que os germes gostam de umidade: os espaços mofados têm um elevado risco alergênico e tóxico.
  • Lave e desinfete os pisos e tapetes uma vez por semana.
  • Da mesma forma, é importante desinfetar o guarda-roupa onde os lençóis são mantidos.

Como ter uma cama saudável?

  • A primeira coisa a fazer é livrar-se da poeira e limpar o colchão com uma aspiradora e uma escova de estofos.
  • Depois deve colocar protetores nos travesseiros.
  • Para terminar, é aconselhável tomar um banho antes de ir dormir ou, na sua falta, lave as mãos.

Esperamos ter respondido a todas as questões sobre com que frequência devemos mudar os lençóis.

Recomendados para você