Você foi infiel? Confira estes conselhos

15 de junho de 2017
Quando um membro do casal é infiel, ambos devem refletir sobre a relação e se dar um tempo para pensar no que realmente querem.

Se você foi infiel, não é o momento para recriminações, nem para pôr a culpa em uma ou outra pessoa. É o momento de tomar consciência e de se tornar responsável por algo que fez por querer.

No entanto, quando alguém é infiel, o medo de perder o outro faz com que aja de maneiras nada adequadas, e que podem levar justamente ao oposto do que deseja.

Ainda que você nunca tenha enganado seu parceiro, o que mencionaremos a seguir permite compreender por que as pessoas agem de uma ou outra forma.

Leia: Como reagir diante de uma infidelidade?

Se você foi infiel, assuma a responsabilidade

homem-infiel

Existem algumas pessoas que, quando cometem uma infidelidade, a escondem, e fazem de tudo para não prejudicar seu relacionamento. No entanto, a falta de honestidade entre um casal custa muito caro.

Cedo ou tarde, a realidade virá à tona. Talvez porque a pessoa continuou enganando seu parceiro ou porque deixou algum rastro da traição.

Se a relação que se tinha não era aberta, do tipo que permite manter outras paralelas, é importante se tornar responsável por isso e dizer à outra pessoa.

Porque, se gostamos dela, devemos ser sempre muito honestos.

Descubra: 4 razões para não continuarmos juntos

Outra das coisas que muitos fazem é pôr a culpa na outra pessoa por essa infidelidade cometida.

Frases como “nós não fazemos mais tanto sexo quanto antes”, ou “é que agora estamos mais frios”, podem fazer com a que a pessoa traída se sinta culpada.

Isso não é verdade. É um claro exemplo de tentativa de manipulação e de falta de responsabilidade do traidor, que não reconhece que pisou na bola.

Diante da infidelidade, distância

menina-triste-por-infidelidade

As pessoas que foram infiéis, às vezes, por seu desespero em serem perdoadas e não perderem o amor de sua vida, fazem algo que é evitar que o outro se afaste, não deixam que tenha um tempo para pensar.

O traidor quer que a outra pessoa tome uma decisão agora mesmo sobre a relação. A pessoa suplica, se humilha, chora, se põe de joelhos… Tudo isso é, também, uma tentativa de manipulação.

Diante de uma crise, é necessário tomar certa distância. Também para que a outra pessoa veja com perspectiva o acontecido e tenha liberdade para tomar a melhor decisão no momento.

A própria pessoa que foi infiel também precisa pôr suas ideias em ordem. Refletir sobre o motivo pelo qual foi infiel, reconhecer que talvez a relação atual não lhe preencha e, por isso, buscou o que lhe falta fora…

É importante deixar claros certos aspectos para saber se é preciso encerrar este capítulo e começar outro.

Não perca: Há decepções que te fazem abrir os olhos e fechar o coração

O grande problema surge quando nos negamos a isso, porque o amor romântico, aquele “para toda a vida”, é algo que está tão interiorizado em nossa mente que não concebemos a ideia de encerrar uma relação por um erro.

Temos medo de nos dar conta de que as coisas já não funcionam. Por fim, continuamos numa relação cheia de migalhas que, cedo ou tarde, termina por se diluir.

A importância de aceitar os erros

infidelidade-casal

Todos cometemos erros. Alguns não apenas nos afetam, mas também terão um grande impacto sobre outras pessoas.

Seja como for, é importante que, diante da infidelidade, aprendamos a aceitar esse erro para, assim, eliminar a culpa e as tentativas de manipulação para que o outro não nos deixe.

Porque, se quiser sair da relação, está em seu pleno direito, e é preciso aceitar isso sem tentar que o outro mude de opinião.

Além disso, é preciso ser muito consciente de que a relação jamais voltará a ser a mesma. Tudo muda após algo desse tipo, e é preciso levar isso em conta.

Antes de ir, leia também: Como reparar seu relacionamento após uma infidelidade?

Ser infiel é algo que pode passar, mas ser responsável por esse fato e não tentar convencer a outra pessoa de que nos dê uma segunda oportunidade será muito importante.

É preciso se dar espaço para poder refletir e determinar o que se quer, assim como assumir as consequências desse baque na relação. Com a atitude certa, ambos poderão se recuperar e voltar a confiar novamente, seja com o mesmo parceiro ou com um novo amor.

Recomendados para você