Todo mundo deve usar máscaras durante a pandemia do coronavírus?

22 de maio de 2020
A questão do uso das máscaras durante a pandemia do coronavírus é um tema constante de discussão. Diante da recomendação feita por muitos países sobre o uso contínuo da proteção para sair na rua, a OMS se pronunciou.

Saber se temos que usar máscaras durante a pandemia do coronavírus se tornou uma das grandes dúvidas que levou muitas pessoas buscar mais informações. Tanto a população geral quanto as pessoas responsáveis por tomar decisões debatem o uso ou não desse material de proteção.

A própria Organização Mundial da Saúde (OMS) interveio, como veremos mais adiante, esclarecendo alguns pontos sobre o assunto. De qualquer forma, há países e regiões que já implementaram como lei o uso de máscara e, portanto, elas devem ser usadas sem discussão.

De qualquer forma, é importante saber quais são os usos corretos e, principalmente, quais são os elementos recomendados para cada situação. Uma máscara de pano não é igual a uma máscara cirúrgica, pois, obviamente, há diferenças entre todos os tipos de máscaras.

Vamos explicar os tipos de proteção nasal e bucal que existem para, depois, comentar o que a OMS tem a dizer sobre isso. Por fim, vamos abordar algumas recomendações de uso que devem ser seguidas para que a utilização das máscaras faça sentido.

Como você vai ver, nem todos devem usar máscaras cirúrgicas durante a pandemia do coronavírus, mas todos devem usar máscaras de pano em situações específicas.

Tipos de máscaras que devem ser usadas durante a pandemia

Nesta pandemia de coronavírus, existe a dúvida a respeito de usar ou não usar máscaras. Em primeiro lugar, devemos respeitar as indicações legais do local onde vivemos. Se as autoridades exigem o uso de máscaras de pano ao sair na rua, não há motivos para discussão.

No entanto, uma máscara de pano não é igual a uma máscara cirúrgica, nem a uma máscara com filtros. As primeiras são feitas com materiais não filtrantes. Sua função é diminuir a dispersão de gotículas respiratórias de um infectado para o ambiente. Em outras palavras, não protegem uma pessoa de ser infectada.

Existe também a máscara cirúrgica, que é o clássico retângulo plissado que é preso atrás das orelhas e também não tem filtro. Assim como a máscara de pano, a máscara cirúrgica não impede que uma pessoa seja infectada, mas reduz a dispersão de gotículas respiratórias. É uma barreira física.

Por fim, as máscaras com filtro possuem 3 variedades básicas, de acordo com sua capacidade de filtragem. As primeiras são as FFP1, que não são capazes de barrar a entrada de partículas virais. As de segundo e terceiro nível – FFP2 e FFP3 – são recomendadas para evitar contágios, uma vez que sua capacidade de filtragem varia entre 92% e 98%.

Máscaras com filtro
O uso de máscaras especiais deve ser reservado aos profissionais de saúde. A população geral deve usar máscaras de pano.

Você também pode se interessar: Como fazer máscaras de pano em casa?

O que a OMS recomenda?

A Organização Mundial da Saúde preparou um documento com recomendações para que todos entendam se devem usar máscaras durante a pandemia de coronavírus ou não. Esse documento sofre modificações frequentes de acordo com as novas evidências disponíveis.

A OMS esclarece que, até o momento, não existem estudos científicos que comprovem a eficácia do uso de máscaras pela população geral. Isso não significa que seu uso seja desencorajado, e sim que não há pesquisas específicas.

O ideal é incentivar o uso de máscaras de pano caseiras, para não acabar com a disponibilidade dos equipamentos de proteção que podem ser usados pelas equipes de saúde. Tanto as máscaras cirúrgicas quanto as máscaras com filtros são limitadas, e estão em falta em alguns locais. A prioridade são os profissionais da saúde.

Os responsáveis por tomar as decisões em cada país precisam considerar essas recomendações. A OMS defende que o uso só pode ser considerado obrigatório depois de garantir o estoque para os profissionais de saúde. Da mesma forma, deve ser criada uma forte campanha publicitária que explique o uso correto.

Jovem médica usando máscara cirúrgica
Existem diferenças entre uma máscara de pano, uma máscara cirúrgica e uma máscara com filtros. Cada item tem uma indicação específica.

Leia também: 5 exercícios para fazer em casa durante a quarentena

Técnica do uso das máscaras

As máscaras cirúrgicas, as máscaras com filtros e as máscaras de pano têm uma técnica de uso correta. A eficácia da medida depende da correta utilização do elemento.

A maneira de tirar a proteção ao chegar em casa é essencial. No momento de tirar, não se deve encostar na área que fica em contato com a boca e o nariz. Além disso, é conveniente deixar a máscara em uma área específica da casa.

Se a máscara ficar umedecida durante o uso em lugares públicos, ela precisa ser substituída. A umidade diminui a capacidade de filtragem de gotículas respiratórias. Da mesma forma, a mesma máscara não deve ser usada para entrar em lugares diferentes. Por isso, é recomendável ter pelo menos duas opções.

Tanto a boca quanto o nariz podem expelir gotículas respiratórias; portanto, ambos devem ser cobertos.

Devemos usar máscaras durante a pandemia?

Em resumo, se o uso de máscaras for lei no local onde você mora, é preciso usá-las. O importante é fazer um uso correto e entender para que a máscara é usada. O que se pretende com isso é diminuir a circulação aérea de gotículas respiratórias, mas não necessariamente será possível impedir o contágio.

  • Quiroz-Romero, Fernando. “Mascarillas quirúrgicas a propósito del COVID-19: Algunos aspectos técnicos.” Revista Colombiana de Cirugía 35.2 (2020): 200-202.
  • Benitez-Peche, Jorge Marko. “Sobre el uso o no de mascarillas, tan incierto como el nuevo coronavirus.” Revista Experiencia en Medicina del Hospital Regional Lambayeque 6.1 (2020).
  • Velavan, Thirumalaisamy P., and Christian G. Meyer. “The COVID-19 epidemic.” Trop Med Int Health 25.3 (2020): 278-280.